Abrir menu principal

Anahy[6] é um município brasileiro localizado na Região Metropolitana de Cascavel, no estado do Paraná. Tem uma população de 2.901[3] habitantes, conforme estimativa do IBGE, publicada em agosto de 2017.

Município de Anahy
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 1 de janeiro de 1993 (26 anos)
Gentílico anaiense
Prefeito(a) Carlos Antonio Reis (PSC)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Anahy
Localização de Anahy no Paraná
Anahy está localizado em: Brasil
Anahy
Localização de Anahy no Brasil
24° 38' 38" S 53° 08' 06" O24° 38' 38" S 53° 08' 06" O
Unidade federativa Paraná
Mesorregião Oeste Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Cascavel IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Cascavel
Municípios limítrofes Ubiratã, Corbélia, Iguatu
Distância até a capital 506 km
Características geográficas
Área 102,648 km² [2]
População 2 901 hab. estimativa IBGE/2017[3]
Densidade 28,26 hab./km²
Altitude 651 m
Clima subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,725 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 37 039,382 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 611,30 IBGE/2008[5]

A distância rodoviária até Curitiba, capital administrativa estadual, é de 509 quilômetros.[7] A grafia correta do topônimo é Anaí.

Índice

HistóriaEditar

A história de Anahy está ligada à cultura cafeeira e a fertilidade de suas terras. A Companhia Brasileira de Imigração e Colonização (COBRIMCO), era a colonizadora das terras. O primeiro nome dado a localidade, em 1959, foi Pingo de Ouro, mas o nome foi mudado em homenagem a uma das filhas do gerente da Companhia que tinha o nome de Anahy.

O Município de Anahy foi colonizado por duas frentes: Sulistas e Nortistas. Sabedores da fertilidade da terra e em busca de um futuro melhor, no ano de 1950, chegou aqui um dos primeiros pioneiros: Ricardo Pfeffer, juntamente com sua esposa Matilde Hake Pfeffer, que adquiriram da COBRIMCO, 13 alqueires de terra, e passaram a dedicar-se ao plantio de café.

Padroeira do MunicípioEditar

Conta-se que Antonio Mazzocatto apaixonou-se por Ana, filha de José Guerra, a qual era muito religiosa, mesmo não se casando com Ana, Antonio em homenagem a ela, atribuiu a Padroeira do local o nome de Sant'Ana[carece de fontes?].

Ana e Joaquim possuíam certa fortuna que lhes proporcionavam uma vida folgada. As suas rendas anuais dividiram-no em três partes, das quais duas, destinavam aos pobres e a Igreja, e uma parte reservavam para seu sustento.

Muito se afligiram por não terem um filho, Joaquim e Ana vivam em constante oração, para alcançar a graça de ter filhos, aconteceu que um dia por intermédio de um anjo, teve a seguinte revelação: “Joaquim, sua oração foi ouvida, um filho te será dado, a quem darás o nome de MARIA”, desde a sua infância será consagrada a Deus, e cheia do Espírito Santo, e será a Mãe de Jesus. Sant’Ana, teve uma revelação idêntica. Assim a lenda, o que nela há de verdade não sabemos, sabemos com certeza que Sant’Ana é a mãe de Maria Santíssima.

Origem do nomeEditar

O nome é em homenagem a uma das filhas de um gerente da COBRIMCO (Companhia Brasileira de Imigração e Colonização), empresa responsável pela colonização da região à época.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 24º43'01" sul e a uma longitude 53º05'03" oeste, estando a uma altitude de 651 metros.

Anahy possui uma área de 120Km², sua topografia é ondulada, predominando o solo de terra roxa, estruturada, latitude é de 24º 35’ Sul, longitude 53º 10’ W, a altitude é de 610 m, tendo uma hidrografia muito rica, sendo banhada pelos rios Piquiri, Rio Sapucaí e Rio dos Porcos, além de inúmeros córregos e riachos.

A população do município é 70% radicada na zona rural e é constituída, na sua maioria, por mineiros, baianos, capixabas e sulistas. Na produção agrícola predomina a cultura de soja, aparecendo em segundo plano à cultura de milho e algodão.

ClimaEditar

O município possui clima subtropical úmido mesotérmico, verões quentes com tendência de concentração das chuvas (temperatura média superior a 22 °C), invernos com geadas pouco frequentes (temperatura média inferior a 18 °C), sem estação seca definida.

TurismoEditar

  • Dia 11 de Junho – Festa do Município, em comemoração a emancipação política do município.
  • Dia 26 de Julho – Dia Consagrado a Sant’Ana, Padroeira do Município.
  • Dia 6 de janeiro – Companhia de Reis
  • Último sábado antes do dia 12 de Outubro - comemoração ao dia das crianças.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dezembro 2010 
  3. a b «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa este topônimo deveria ser grafado Anaí
  7. Distância Cidades

Ligações externasEditar