André Singer

Professor brasileiro

André Vítor Singer (São Paulo, 1958) é um cientista político, professor e jornalista brasileiro.

André Vítor Singer
André Vítor Singer
Nascimento 1958
São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Cientista político

BiografiaEditar

Filho do economista Paul Singer e da linguista Evelyn Helene Ines Pape, tem graduação em Ciências Sociais (1980) e em Jornalismo (1986), ambas pela Universidade de São Paulo. É mestre (1993), doutor (1998)[1] e livre-docente (2011)[2] em Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, também na USP. Suas áreas de interesse são comportamento eleitoral no Brasil e Teoria Política Moderna.[1]

Foi secretário de redação do jornal Folha de S. Paulo (1987-88) e Secretário de Imprensa do Palácio do Planalto (2005-2007) e porta-voz da Presidência da República no primeiro governo Lula, (2003-2007).[3]

Singer é conhecido por ter cunhado o termo lulismo.[4] Em seu livro Os sentidos do lulismo (2012), foi analisada a emergência do fenômeno. Já em O lulismo em crise (2018), é abordado o governo Dilma e a sua Nova matriz econômica. Começa aí a crise do lulismo, bem como outras convulsões sociais, como a crise econômica brasileira de 2014, o impeachment da presidente, entre outras.[5]

Livros publicadosEditar

  • O PT. São Paulo: Publifolha, 2001
  • Esquerda e direita no eleitorado brasileiro: a identificação ideológica nas disputas presidenciais de 1989 e 1994. São Paulo: EDUSP, 2002
  • Os Sentidos do Lulismo - Reforma gradual e pacto conservador. São Paulo: Companhia das Letras, 2012
  • As Contradições do Lulismo. A que ponto chegamos?. São Paulo: Boitempo Editorial, 2015
  • Por que gritamos Golpe?: Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo Editorial, 2016
  • O Lulismo em Crise: Um quebra-cabeça do período Dilma (2011-2016). São Paulo: Companhia das Letras, 2018

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Currículo Lattes.». Consultado em 24 de abril de 2012. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2012 
  2. A Livre-Docência de André Singer: Lulismo, Socialismo e o Novo Brasil. 1 de outubro de 2011.
  3. Guerreiro, Gabriela (4 de abril de 2017). «Diplomata vai substituir Singer como porta-voz de Lula». Folha de S. Paulo. Consultado em 3 de maio de 2018 
  4. Martins, William Gonçalves Lima. «André Singer faz diagnóstico do declínio do Lulismo no Brasil». www.ihu.unisinos.br. Consultado em 14 de novembro de 2020 
  5. Santos, Jonatha Vasconcelos (2021). «Resenha O lulismo em crise: retrato possível de um Brasil convulsionado». ISSN 2318-4620. Consultado em 7 de dezembro de 2021 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre sociologia ou um(a) sociólogo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.