Abrir menu principal

Lista dos povos indígenas que utilizam ayahuasca

artigo de lista da Wikimedia
(Redirecionado de Anexo:Lista dos povos indígenas que utilizam ayahuasca)

A identificação dos povos indígenas amazônicos que utilizam ayahuasca não é uma tarefa simples. Há variantes linguísticas e étnicas em uma mesma região ou mesma etnia, às vezes, dispersa entre várias regiões e países do entorno da Amazônia. Além isso, com o nome de 'ayahuasca' podem ser denominadas diferentes composições de bebida e modos de preparar, como a própria literatura já assinala.

Apesar de consagrado o uso da Banisteriopsis caapi em associação com Psychotria viridis, ainda persiste o entendimento de que basta a presença da referida Malpighiaceae para que o composto seja designado como Ayahuasca.

Essa é uma relação ainda provisória construída a partir da proposição do Handbook of South American Indians editado por Julian H. Steward [1] traduzido seletivamente e publicado no Brasil por Ribeiro [2]. O capítulo sobre estimulantes e narcóticos escrito por John M. Cooper apresentado neste livro refere-se a listas elaboradas por Spruce, 1908; Reiburg 1921 [3]; Tessmann, 1930 [4] e Pardal, 1937.

Amazônia. Imagens: NASA

Utilizou-se ainda as referências de Taussig, 1993 [5] e Bolsanello, 1995 [6] e o trabalho de Pedro Luz,[7] que realizou estudo comparativo dos complexos ritual e simbólico associados ao preparo e consumo do Banisteriopsis caapi e de suas plantas aditivas em tribos de língua Pano, Aruak, Tukano e Maku.

Uma sinonímia e classificação dos grupos por família linguística e área cultural deve ser realizada, nas ligações internas para as referidas etnias. Essa é uma pretensão desta proposição da Wikipédia inclusive incorporando a lista apresentada pelo site Ayahuasca.com [8]

Índice

Etnias, famílias linguísticas, nacionalidadeEditar

  1. Airo-pai, Arapaços (Tucanos) - Am, Brasil
  2. Amahuaca, Yora, Huni Kui (Panos)
  3. Ashaninka, Campas. (Aruák)
  4. Achuar (Achual, Achuara, Jivaro, Shuaras) – (Colômbia) Shuar – Equador
  5. Baniuas (Baniwa) – (Aruák) - Brasil, Venezuela
  6. Barasanas, Baras – Tucanos), Am, Brasil
  7. Boras (Boa), (Uitoto, Proto-Bora-Miranha) - Peru / Colômbia
  8. Campas Kampas (Brasil) (Aruák)
  9. Camsás, (Quíchua /Quechumaran) - (Encostas andinas do Vale Sibundoy) Colombia)
  10. Canamaris Kanamari (Família Catuquina) Amazonas
  11. Catuquinas (Pano - Catuquina) - Amazonas
  12. Cubeos - (Tucanos)
  13. Chama (Es’e Ejja) – Bolívia
  14. Caxinauás, Kaxinauas - (Panos) - Brasil
  15. Culinas, (Família Arawá) - Acre Amazonas
  16. Culinas-madirrás, Kulina-Madihá, Arauá
  17. Culinas-pano, Kulina - Panos - Am, Brasil
  18. Colorado - Tsáchilas – (Chibcha) - Equador
  19. Coreguage, Rio Orteguaza – Alto Amazonas, Colômbia
  20. Cayapas (Cha´apalachi)- Equador
  21. Chiriruano, Avá guaraní - (Guarani)- Bolívia, Paraguai, Argentina
  22. Callawaya - (Quíchua), Bolívia - Peru
  23. Desana, (Tucanos)- Am, Brasil
  24. Emberá – Panamá, Colômbia
  25. Guahibo, (Aruák), Venezuela
  26. Huaorani (Waorani) - Equador
  27. HupdásMacu (Hupde) – Brasil / S. Colômbia
  28. Ingano (Ingas) Vale Sibundoy – (Colombia) - (Quíchua/Quechumaran)
  29. Kofan (Cofan) Rio Putumaio – San Miguel Equador - (Quíchua/Quechumaran)
  30. Camsá, Kamsá (Quillacigas) - Vale Sibundoy, (Colombia) (Quíchua /Quechumaran)
  31. Macus (Macu-camãs, Macu-iuhupde, Macu-nadebes) - Brasil (Am), Colômbia
  32. Matises, Matis - Am, Brasil
  33. Matsés - Panos - Brasil (Am) e Peru
  34. Machigenguas - (Aruák)
  35. Muísca (Chibchas) - Colômbia
  36. Macuna - (Tucanos)
  37. Marubos - Panos
  38. Noanama Wounaan, waunana, (Chocó), Colômbia
  39. Piaroa (Kuakua, Guagua, Quaqua) – N. Colômbia - Venezuela
  40. Piros yines, (Aruák)
  41. Salibas (Sáliba-Piaroa) - Colômbia
  42. Sharanahua, (Chanenauas,Shanenawa), Panos - Acre, Brasil
  43. Siona, (Tucanos) – Alto Amazonas, Rio Putumayo (Colômbia)
  44. Siona, (Tucanos) – Piemonte (Equador)
  45. Secoya), (QuíchuaTucanos) - Piemonte, Equador
  46. Shipibo-conibo, (Shipibo, Panos)
  47. Ticunas, (Tikuna, Tukuna) – Brazil / S. Colômbia
  48. Tucanos – Rio Negro, Brasil
  49. Tuyukas Tucanos - (São Pedro) Amazonas
  50. Tarianas, Tariâna - (Aruák)
  51. Uitotos, Huitotos, Murui-muinane; Rio Caquetá – Alto Amazonas - Peru
  52. Yagua (Peba-Yagua) - Peru
  53. Yekuana, (Caribe)
  54. Yaminahuás (Panos)
  55. Yawanawá, (Panos) - Acre, Brasil.
  56. Zaparos Napurunas (Zaparo) - Peru

Referências

  1. Steward Julian H. (Ed.) Handbook of South American Indians. Vol 5 The comparative ethnology of South American Indians. Bureau of American Ethnology. Bulletin 143, Washington, DC, 1949
  2. Ribeiro, Darcy (Editor) et alii Suma etnológica brasileira. Edição atualizada do Handbook of South American Indians. Petrópolis, RJ, Vozes – FINEP, 1986
  3. Reinburg, P. "Contribution a l'étude des boissons toxiques des indiens du nordouest de l'Amazonie, l'ayahuasca -le yaje - le huanto." Journal de la Societé des Americanistes de Paris (n.s.) 13:25-54; 197-216. Paris. 1921
  4. Tessmann, Giinter. Die Indianer Nordost-Perus. Hamburg: Friederichsen, de Gruyter and Co. 1930
  5. Taussig, Michael. Xamanismo, colonialismo e o homem selvagem, um estudo sobre o terror e a cura. RJ, Paz e Terra, 1993
  6. Bolsanello, Débora Pereira. Busca do Graal brasileiro, a doutrina do Santo Daime. Bertrand do Brasil, 1995
  7. Luz, Pedro F.L. Estudo comparativo dos complexos ritual e simbólico associados ao uso da Banisteriopsis caapi e espécies congêneres em tribos de língua Pano, Arawak, Tukano e Maku do noroeste amazônico. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Antropologia Social do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1996
  8. Ayahuasca.com, Homepage of Amazonian Great Medicine What indigenous groups traditionally use Ayahuasca?

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar