Anhanguera (Goiás)

município brasileiro no estado de Goiás
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades contendo este nome, veja Anhanguera.

Anhanguera é um município brasileiro do interior do estado de Goiás, Região Centro-Oeste do país. Sua população, segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) era de 1 126 habitantes em 2017. A área total do município de Anhanguera é de 44 km², tornando-o o menor município do Estado de Goiás, tanto em população, quanto em área, e ficando entre os menores municípios do Brasil. Seu nome anhanga + -ûer(a), pode estar significando diabo velho.[6][7]

Anhanguera
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Anhanguera
Bandeira
Brasão de armas de Anhanguera
Brasão de armas
Hino
Lema Anhanguera de volta ao progresso
Apelido(s) "Paraíso do Sudeste Goiano"
Gentílico anhanguerino
Localização
Localização de Anhanguera em Goiás
Localização de Anhanguera em Goiás
Mapa de Anhanguera
Coordenadas 18° 20' 13" S 48° 13' 08" O
País Brasil
Unidade federativa Goiás
Municípios limítrofes Cumari ao norte, leste e oeste; Araguari (MG) ao sul
Distância até a capital 295 km
História
Fundação 5 de novembro de 1953 (68 anos)
Aniversário 5 de novembro
Administração
Prefeito(a) Marcelo Martins de Paiva[1] (MDB, 2021 – 2024)
Vereadores 9
Características geográficas
Área total [2] 56,642 km²
População total (IBGE/2020[3]) 1 160 hab.
Densidade 20,5 hab./km²
Clima tropical temperado
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,725 alto
PIB (IBGE/2010[5]) R$ 10 036 mil
PIB per capita (IBGE/2010[5]) R$ 9 868,73
Sítio http://www.anhanguera.go.gov.br/ (Prefeitura)

HistóriaEditar

Segundo dados do IBGE, a região onde hoje se localiza o município de Anhanguera, pertenceu a Sesmaria de Campo Limpo, atual cidade de Goiandira. A região era uma pequena Extensão de terras adquiridas pelo Coronel Onofre Ferreira da Sesmaria de Campo Limpo, a gleba de terras passou a ser conhecida como Fazenda Santa Rosa . As terras da Sesmaria de Campo Limpo, adquiridas por Onofre Ferreira, viriam a ser, onde se formaria a atual cidade de Anhanguera, a partir de 1930, sob a influência da estrada de ferro na região a partir de 1913 .

A história do Sudeste Goiano, a partir do início do século XX, é a história da estrada de ferro em Goiás. Grande parte de suas cidades originou-se de antigas estações ferroviárias (Estevam, 1998). A região onde hoje se localiza o município de Anhanguera - GO foi a primeira a ser servida pela Estrada de Ferro Goiás. A Estrada de Ferro Goiás, contava com duas estações, a Estação Engenheiro Bethout às margens do rio Paranaíba em Minas Gerais no quilômetro 53 e a Estação Anhanguera às margens do ribeirão Pirapitinga no quilômetro 54 . Na região além de Anhanguera formou-se as Margens do rio Paranaíba no estado de Minas Gerais, um povoado em torno da Estação Engenheiro Bethout . O povoado foi formado por turmeiros, comerciantes sírios e libaneses, que vieram para a região comercializar através da estrada de ferro . Havendo assim um comércio intermediário no povoado.

A Estação Anhanguera estava localizada às margens do ribeirão Pirapitinga na Fazenda Santa Rosa do Coronel Onofre Ferreira. A formação de um núcleo populacional em torno da Estação a partir de 1913, não foi possível devido à resistência de Onofre Ferreira em permitir ocupação populacional em suas terras. Anhanguera até final da década de 1950 recebeu comboios de carro-de-bois; eles vinham até a Estação Anhanguera, trazer e buscar mercadorias. Podemos analisar a presença do carro-de-bois, como um jogo de relação, onde um serviria aos propósitos de expansão do outro. Pois havia ainda nesse período um vasto território que não era alcançado pela ferrovia e o carro- de - bois fazia todo esse caminho. O meio de transporte trazia até a Estação de Anhanguera, toda a produção proveniente da região de Corumbaíba e de outras regiões como, Caldas Novas, Marzagão, Clube Azul e Buriti Alegre. A Igreja Nossa Senhora Aparecida, foi uma das primeiras construções realizadas na cidade, ela ficava próxima a Casa de comércio Godoy, que se localizava próximo a Serra. Com a abertura das terras para formação de um núcleo populacional, Anhanguera cresce aos fundos da Igreja . Na década de 1990, é realizada uma reforma na Igreja Nossa Senhora Aparecida e nesse processo e mudada a direção da porta mesma. [8]

Anhanguera foi oficialmente reconhecida como distrito de Cumari em 11 de Fevereiro de 1948, pela lei municipal nº 15. Cinco anos depois, em 5 de Novembro de 1953, ela foi desmembrada pela lei estadual nº 857, tornando-se município autônomo.[9]

EducaçãoEditar

O município conta com duas unidades de Ensino. Uma na rede municipal e outra na rede estadual.

Em 1984, foi fundado o Pré Escolar Municipal Joãozinho e Maria pela Lei de criação nº 237/84. Em 1998, com a obrigatoriedade da municipalização do Ensino Fundamental, o Pré Escolar Municipal Joãozinho e Maria assume curso de 1ª a 4ª série, hoje 1º a 5º ano, até então de responsabilidade do Estado, deixando de ser assim denominada, tornando-se Escola Municipal Joãozinho e Maria, transição esta que deveria ser gradativa, e não aconteceu em sua totalidade até o presente momento. No ano de 1999, foi inaugurada instalação própria, onde abriga a nova sede da Escola Municipal Joãozinho e Maria até o presente momento.

A unidade da rede estadual é o Colégio Estadual Adelino Antônio Gomides.

SaúdeEditar

Possui um Posto de Saúde.

LazerEditar

  • Praça da Matriz
  • Praça da Margem ao Rio Paranaíba
  • Academia ao Ar Livre
  • Praça Igreja Nossa Senhora Aparecida

EsporteEditar

  • Anhanguera Esporte Clube
  • Estádio Municipal
  • Quadra Municipal de Esportes

Referências

  1. Prefeito e vereadores de Anhanguera tomam posse Portal G1 - acessado em 2 de março de 2021
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa populacional 2017» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 2 de setembro de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Dicionário Tupi Antigo, Eduardo de Almeida Navarro, pág. 543
  7. "Sahi da Cidade de S. Paulo a tres de Julho de 1722 em companhia do Capitão Bartholomeu Bueno da Silva, o Anhanguera de alcunha..." (José Peixoto da Silva Braga [1722], A Bandeira do Anhanguéra a Goyas em 1722, 10)
  8. SILVA, Liliane Timóteo da. Da "ESTAÇÃO ANHANGUERA" ao "LAGO DOS BANDEIRANTES": História e memória do município de Anhanguera - GO de 1913 a 1980.
  9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. «Biblioteca IBGE: Anhanguera» (PDF). Consultado em 30 de Dezembro de 2011 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.