Abrir menu principal

Arnaldo Momigliano

BiografiaEditar

Tornou-se professor da Universidade de Turim em 1936, mas foi proibido de lecionar em 1938 por conta da política anti-semita de Benito Mussolini. Exilou-se na Inglaterra, onde atuou pelo resto da carreira, a princípio na Universidade de Oxford e depois na University College London, de 1951 a 1975. Momigliano se especializou em estudos sobre historiografia antiga, tanto clássica quanto judaica e oriental.[1] Momigliano é considerado um dos mais importantes e influentes historiadores do século XX, cuja contribuição nas áreas da história da historiografia, da história antiga e dos estudos clássicos é amplamente reconhecida.[2][3] Em seis décadas de atividade acadêmica, que vão de 1927 até 1987, o autor publicou mais de setecentos artigos e resenhas, formando uma extensa e difundida obra.[4]

ObraEditar

Traduções para o portuguêsEditar

  • Os Limites da Helenização: a interação cultural das civilizações grega, romana, celtica, judaica e persa. Rio de Janeiro: Zahar, 1991. ISBN 8571101795
  • As raízes clássicas da historiografia moderna. Bauru: EDUSC, 2004. ISBN 9788838317200
  • História antiga e o antiquário. Anos 90, Porto Alegre, v. 21, n. 39, 2014. doi:10.22456/1983-201X.43194

Referências

BibliografiaEditar

  • Hübscher, Bruno (2010). Arnaldo Momigliano: História da historiografia e do mundo antigo (Dissertação de Mestrado). São Paulo: Universidade de São Paulo .

Ligações externasEditar