Arquidiocese de Esztergom-Budapeste

Arquidiocese de Esztergom-Budapeste
Archidiœcesis Strigoniensis-Budapestinensis
Localização
País Hungria
Dioceses sufragâneas Győr
Hajdúdorog
Székesfehérvár
Estatísticas
Área 1,543 km²
Informação
Rito romano
Criação da diocese século XI
Elevação a arquidiocese 24 de março de 1452, como Sé Primacial
Governo da arquidiocese
Arcebispo Péter Erdő
Bispo auxiliar Ferenc Cserháti,
Gábor Mohos,
György Snell
Bispo auxiliar emérito Gáspár Ladocsi
Jurisdição Sé Metropolitana Primacial
Contatos
Página oficial http://www.esztergomi-ersekseg.hu/
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Esztergom-Budapeste (Archidiœcesis Strigoniensis-Budapestinensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica situada nas cidades de Esztergom e de Budapeste, na Hungria.[1] É fruto da renomeação da Arquidiocese de Esztergom, criada por volta do ano 1000. Acompanha seu título o de Primaz da Hungria. Seu atual arcebispo é Péter Erdő.[1] Suas sés são a Catedral de Santo Adalberto de Esztergom e a Basílica de Santo Estêvão.

Em 2016 possuía 155 paróquias, contando com 60,a% da população jurisdicionada batizada.[1]

HistóriaEditar

A arquidiocese de Esztergom foi eregida no século XI, a pedido do Rei Estêvão I. Em 24 de março de 1452 foi elevada à categoria de arquidiocese metropolitana primacial, pelo Papa Nicolau V.

De 1543 a 1820, a residência ficou em Trnava (atualmente na Eslováquia).

Em 13 de março de 1776, o território do norte da diocese deu origem às novas Dioceses de Banská Bystrica e Rožňava Spis.

Após a Primeira Guerra Mundial, a Arquidiocese foi dividida entre a Hungria e a Tchecoslováquia. Em 29 de maio de 1922, no território da Tchecoslováquia foi formado a Administração Apostólica de Trnava (agora Arquidiocese de Trnava).

Em 31 de maio de 1993 adquiriu parte do território da Diocese de Vác, incluindo a cidade de Peste e assumiu o nome atual de Arquidiocese de Esztergom-Budapeste.

Administração localEditar

Bispos e arcebispos:[1]

 
Jusztinián György Serédi (arcebispo 1927-1945) com a capa magna

Referências

  1. a b c d Cheney, David M. (2019). «Archdiocese of Esztergom-Budapest». The Hierarchy of the Catholic Church. Consultado em 22 de julho de 2019. Cópia arquivada em 6 de abril de 2019 

Ligações externasEditar