Abrir menu principal

Kolos Ferenc Vaszary

Kolos Vaszary, O.S.B.
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de Esztergom
Primaz da Hungria
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem de São Bento
Diocese Arquidiocese de Esztergom-Budapeste
Nomeação 17 de dezembro de 1891
Predecessor Dom János Simor
Sucessor Dom János Cardeal Csernoch
Mandato 1891 - 1912
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 26 de maio de 1856
Nomeação episcopal 17 de dezembro de 1891
Ordenação episcopal 7 de fevereiro de 1892
por Luigi Galimberti
Nomeado arcebispo 17 de dezembro de 1891
Cardinalato
Criação 15 de junho de 1893
por Papa Leão XIII
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santos Silvestre e Martinho nos Montes
Brasão
COA cardinal HU Vaszary Ferenc Kolos3.jpg
Lema DEUS ET PATRIA
Deus e Pátria
Dados pessoais
Nascimento Keszthely, Hungria
12 de fevereiro de 1832
Morte Balatonfüred, Hungria
3 de setembro de 1915 (83 anos)
Nacionalidade húngaro
Funções exercidas - Abade de Pannonhalma (1885-1891)
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Kolos Ferenc Vaszary, O.S.B. (Keszthely, 12 de fevereiro de 1832 - Balatonfüred, 3 de setembro de 1915) foi um religioso húngaro, cardeal-arcebispo de Esztergom e Primaz da Hungria.

BiografiaEditar

Ingressou na Ordem de São Bento em 1847 e professou em 6 de junho de 1854. Dois anos depois, em 26 de maior de 1856, foi ordenado sacerdote e atuou por muito tempo como professor e diretor do curso ginasial da Abadia de Pannonhalma, sendo nomeado abade em 28 de abril de 1885.[1] A poucos meses de completar 60 anos, em 13 de dezembro de 1891, foi nomeado arcebispo de Esztergom e, consequentemente, Príncipe-Primaz da Hungria, recebendo a ordenação episcopal em 7 de fevereiro de 1892. Como a arquidiocese de Esztergom (que engloba a capital Budapeste) é tradicionalmente governada por um cardeal, Vaszary foi elevado a essa dignidade em 16 de janeiro de 1893 pelo Papa Leão XIII.[1][2]

O cardeal Vaszary serviu como arcebispo durante vinte anos, participando do conclave de 1903. Em uma época em que os bispos geralmente exerciam suas funções por toda a vida - a prática atual de renunciar aos 75 anos ainda não existia -, a saúde do cardeal começou a declinar de tal forma que, em novembro de 1912, já era absolutamente impossível para ele continuar a cumprir qualquer atividade como arcebispo, e ele anunciou sua renúncia. Em virtude dos acordos existentes entre a Igreja Católica e o Império Habsburgo, tanto o papa quanto o imperador teriam que aceitar sua renúncia para que ela tivesse efeito. Esta foi formalmente aceita por ambos na primeira semana de 1913.[1]

Quando o Papa Pio X morreu, o cardeal Vaszary já contava 82 anos de idade e não teve condições de participar do conclave que elegeu seu sucessor, o Papa Bento XV. Vaszary morreu no ano seguinte, em Balatonfüred. Seu corpo encontra-se sepultado na Basílica de Esztergom.[1]

Referências

  1. a b c d «VASZARY, O.S.B. Hungarica, Kolos Ferenc (1832-1915)». The Cardinals of the Holy Roman Church (em inglês). Consultado em 1 de Abril de 2018 
  2. «Kolos Ferenc Cardinal Vaszary, O.S.B. †». Catholic-Hierarchy (em inglês). Consultado em 1 de Abril de 2018 
Precedido por
János Simor
 
Arcebispo de Esztergom
Primaz da Hungria

1891-1913
Sucedido por
János Csernoch
Precedido por
Luigi Giordani
 
Cardeal-presbítero de Santos Silvestre e Martinho nos Montes

1893-1915
Sucedido por
Giulio Tonti