Augusto, Duque de Saxe-Weissenfels

Augusto de Saxe-Weissenfels
Duque de Saxe-Weissenfels-Querfurt
Augusto, Duque de Saxe-Weissenfels-Querfurt
Esposas
  • Ana Maria de Mecklenburgo-Schwerin
  • Joana Walpurgis de Leiningen-Westerburg
Descendência Madalena Sibila de Saxe-Weissenfels
João Adolfo I de Saxe-Weissenfels
Cristiano
Sofia de Saxe-Weissenfels
Cristina
Henrique, Conde de Barby
Alberto
Frederico
Maurício
Casa Casa de Wettin
Nascimento 13 de agosto de 1614 (405 anos)
  Dresda, Saxônia, Alemanha
Morte 4 de junho de 1680 (65 anos)
  Halle, Alta Saxônia, Alemanha
Pai João Jorge I, Eleitor da Saxônia
Mãe Madalena Sibila da Prússia

Augusto de Saxe-Weissenfels (Dresda, 13 de agosto de 1614 – Halle, 4 de junho de 1680) foi um Duque de Saxe-Weissenfels-Querfurt, da Casa de Wettin, e administrador do Arcebispado de Magdeburgo.

Ele era o quarto (porém, segundo sobrevivente) filho de João Jorge I, Eleitor da Saxônia, e de sua segunda esposa, Madalena Sibila da Prússia.

Início de vidaEditar

Em 23 de janeiro de 1628, aos 13 anos de idade, Augusto foi nomeado administrador do Arcebispado de Magdeburgo, pelo seu Capítulo, para substituir o atual detentor do título, Cristiano Guilherme de Brandemburgo. A esse tempo, Augusto já havia servido três anos como bispo-coadjutor. No entanto, ele não pôde assumir seu posto. Em 20 de maio de 1631, depois de sete meses de cerco e pilhagem, durante o Saque de Magdeburgo, a cidade foi tomada pelas tropas imperiais. O concorrente católico para assumir a diocese, o Arquiduque Leopoldo Guilherme da Áustria, assumiu o título de arcebispo e administrador de Magdeburgo. A Paz de Praga (1635), confirmou o seu domínio sobre a cidade, mas três anos mais tarde, as tropas suecas expulsaram o exército habsburgo e restaituíram Augusto como administrador, em 19 de outubro de 1638. Augusto, finalmente, assumiu o controle total de Magdeburgo, em 31 de dezembro de 1642, depois que um tratado de neutralidade foi concluído com o general sueco Lennart Torstensson. Ele foi, então, capaz de começar a reconstrução da cidade.

Em 1643, Augusto foi aceito na Sociedade Frutífera, a mando de Luís I, Príncipe de Anhalt-Köthen.

Duque de Saxe-WeissenfelsEditar

No decreto de 20 de julho de 1652, o Eleitor João Jorge I ordenou a divisão dos territórios de Albertina, que foi realizada em 22 de abril de 1657, em Dresda. Augusto herdou as cidades de Weissenfels e Querfurt, e se tornou seu primeiro duque.

Augusto também aumentou seus bens ao assumir a administração do Condado de Barby , durante a menoridade do Conde Augusto Luís. Em 17 de outubro de 1659, no entanto, o jovem conde morreu pouco antes de atingir a maioridade. Com ele, a linhagem de Barby foi extinta. Uma disputa por suas terras foi resolvida em favor de agosto deAugusto, sete anos mais tarde (1666). Em seu testamento, o duque deixou Barby para seu filho Henrique.

Em 25 de julho de 1660, Augusto assentou a primeira pedra de sua residência oficial, o Palácio Neu-Augustusburg, em Weissenfels. Este castelo foi construído no mesmo local do antigo, que havia sido devastado pelaa tropas suecas. O duque morreu antes que o castelo estivesse concluído.

Em 15 de julho de 1667, os filhos do falecido Duque Guilherme de Saxe-Weimar ofereceram a Augusto a presidência da Sociedade Frutífera. Ele aceitou o cargo com a sua responsabilidade de promover o trabalho de artistas e cientistas. Suaa atividades como mecenas deixaram consideráveis dívidas para seus descendentes assumirem.

Casamentos e descendênciaEditar

Em Schwerin, a 23 de novembro de 1647, Augusto se casou com Ana Maria de Mecklenburgo-Schwerin. Eles tiveram doze filhos:

  1. Madalena Sibila de Saxe-Weissenfels (Halle, 2 de setembro de 1648 - Gota, de 7 de janeiro de 1681), casou-se, em 14 de novembro de 1669, com o Duque Frederico I de Saxe-Gota-Altemburgo. Ela foi ancestral da Rainha Vitória do Reino Unido.
  2. João Adolfo I de Saxe-Weissenfels (Halle, 2 de novembro de 1649 - Weissenfels, 24 de maio de 1697).
  3. Augusto de Saxe-Weissenfels (Halle, 3 de dezembro de 1650 - Halle, de 11 de agosto de 1674), Superintendente de Magdeburgo, casou-se, em 25 de agosto de 1673, com Carlota de Hesse-Eschwege. Seu único filho nasceu morto (24 de abril de 1674).
  4. Cristiano (Halle, 25 de janeiro de 1652 - Mainz, 24 de agosto de 1689), General Marechal de Campo do Exército Eleitoral Saxão. Morto em ação.
  5. Ana Maria (Halle, 28 de fevereiro de 1653 - Halle, 17 de fevereiro de 1671).
  6. Sofia de Saxe-Weissenfels (Halle, 23 de junho de 1654 - Zerbst, 31 de Março de 1724), casou-, em 18 de junho de 1676, com Carlos, Príncipe de Anhalt-Zerbst. Como sua irmã mais velha, Madalena Sibila, ela foi ancestral da Rainha Vitória.
  7. Catarina (Halle, 12 de setembro de 1655 - Halle, 21 de abril de 1663).
  8. Cristina (Halle, 25 de agosto de 1656 - Eutin, 27 de abril de 1698), casou-se, em 21 de junho de 1676, com Augusto Frederico de Holsácia-Gottorp, Príncipe-Bispo de Lübeck (filho de Frederico III, Duque de Holsácia-Gottorp, e sua esposa, a Duquesa Maria Isabel da Saxônia).
  9. Henrique (Halle, 29 de setembro de 1657 - Barby, 16 de fevereiro de 1728); ele herdou Barby.
  10. Alberto(Halle, 14 de abril de 1659 - Leipzig, 9 de maio de 1692).
  11. Isabel (Halle, 25 de agosto de 1660 - Halle, 11 de maio de 1663).
  12. Doroteia (Halle, 17 de dezembro de 1662 - Halle, 12 de maio de 1663).

Em Halle, a 29 de janeiro de 1672, dois anos após a morte de sua primeira esposa, Augusto se casou com Joana Walpurgis de Leiningen-Westerburg. Eles tiveram três filhos:

  1. Frederico (Halle, 20 de novembro de 1673 - Dahme, 16 de abril de 1715); ele herdou Dahme.
  2. Maurício (Halle, de 5 de janeiro de 1676 - Szeged, 12 de setembro de 1695).
  3. Filho natimorto (1679).

ReferênciasEditar

  • Johann Christoph von Dreyhaupt: Beschreibung des ... Saal-Creyses, insonderheit der Städte Halle; Halle 1749/1751 (Dreyhaupt-Chronik)
  • Heinrich Theodor Flathe: agosto (Herzog von Sachsen-Weißenfels). Em: Umllgemeine Deutsche bqf p (ADB), vol. 1, Duncker & Humblot, Leipzig, 1875, p. 680.
  • Klaus Gondermann: Morrer Mitglieder der Fruchtbringenden Gesellschaft 1617-1650: 527 Biographien, em Leipzig, 1985.
  • Boje E. Schmuhl (ed.) em conjunto com Thomas Bauer-Friedrich: Im Land der Palma. August von Sachsen (1614-1680), Erzbischof von Magdeburg und Fürst em Halle. Kunstmuseum Moritzburg, Halle (Saale) 2014 (escritos do Kunstmuseums Moritzburg Halle (Saale), vol. 2).
  • Hellmut Kretzschmar: Agosto. In: centro de exposições Neue Deutsche bqf p (NDB). vol. 1, Duncker & Humblot, Berlim, 1953. On-line [página visitada em 10 de outubro de 2014].
  • Dirk Schleinert: Anna Maria von Mecklenburg (1627-1669) und agosto de von Sachsen (1614-1680) und die Begründung des Hauses Sachsen-Weißenfels. Dynastische Beziehungen zwischen Mecklenburg und Kursachsen im 17. Jahrhundert, em: Mecklenburgische Jahrbücher 123. Jg. (2008), pp. 123-157.
  • 300 Jahre Schloß Neu-Augustusburg, 1660-1694 – Residenz der Herzöge von Sachsen-Weißenfels. Festschrift, Weissenfels 1994.
  • Andrea Thiele: Residenz auf Abruf? Hof und Stadtgesellschaft em Halle (Saale) unter dem letzten Administrador des Erzstifts Magdeburg, August von Sachsen (1614-1680). Halle (Saale) 2011 (=de investigação em Halle história da cidade; nº16).
  • Andrea Thiele: Vier Jahrzehnte em Halle - Morrer Saalestadt als Residenz Augusts von Sachsen, postulierter Administrador des Erzstifts Magdeburg (1614-1680). em: Barocke Fürstenresidenzen um Saale, Unstrut und Elster, pp. 122-132; Michael Imhof ed., Missões de 2007.
  • Joachim Säckl/Andrea Thiele: August von Sachsen, Administrador des Erzstifts Magdeburg, Herzog von Sachsen-Weißenfels (* 13. De agosto de 1614, em Dresden, + 4. Juni 1680 em Halle/Saale). Em: Mitteldeutsches Anuário de Cultura e História, Vol. 21 (2014), pp. 272-275.