Abrir menu principal
Ziphius cavirostris Mar Ligure.jpg
Como ler uma infocaixa de taxonomiaBaleia-bicuda-de-cuvier
Wal Cuviera.jpg
Cuvier's beaked whale size.svg
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Cetacea
Subordem: Odontoceti
Família: Ziphiidae
Género: Ziphius
G. Cuvier, 1823
Espécie: Z. cavirostris
Nome binomial
Ziphius cavirostris
G. Cuvier, 1823
Distribuição geográfica
Cetacea range map Cuvier's Beaked Whale.png

A baleia-bicuda-de-cuvier (Ziphius cavirostris) é um cetáceo da família Ziphiidae, en

contrado em águas tropicais e temperadas de todos os oceanos.

Índice

CaracterísticasEditar

Os zífios recém-nascidos têm cerca de 2.7 metros de comprimento e pesam 275 kg. Podem crescer até aos 7 metros, e atingir as 3 toneladas; sendo as fêmeas mais pesadas que os machos. A longevidade pode chegar aos 60 anos, mas ainda é desconhecida para esta espécie.

Os zífios têm um corpo robusto, em geral de cor cinzento-escuro ou castanho-ferrugem mais escuro no dorso e mais claro no ventre. Os machos adultos possuem a cabeça branca, e esta coloração mais clara pode expandir-se até ao dorso. Nas fêmeas esta coloração é menos pronunciada. Possuem uma área mais escura em redor dos olhos. Os adultos são fortemente cicatrizados, principalmente os machos. Os bicos são mais curtos que as outras baleias de bico. Nos machos adultos podem ver-se dois dentes na ponta do maxilar inferior que estão orientados para a frente. Estes dentes são visíveis, mesmo com a boca fechada. A barbatana dorsal é pequena, e localizada posteriormente, à semelhança das outras espécies, a cerca de dois terços entre o bico e a cauda.

Elas são uma espécie de baleia que, apesar de precisar respirar oxigênio para sobreviver, como todos os mamíferos, passam cerca de 2 horas e 17 minutos embaixo da água, ficando menos de dois minutos na superfície entre um mergulho e outro. E mais: a profundidades de aproximadamente 3 km, o que corresponde aos mergulhos mais profundos e longos já documentados entre os mamíferos marinhos.

AlimentaçãoEditar

Baseada em estudos de conteúdos estomacais, a sua dieta consiste basicamente de lulas, embora se alimentem de peixes e crustáceos. Os zífios são muitas vezes avistados sozinhos ou em pequenos grupos de até sete indivíduos. No mundo inteiro, esta é a espécie de baleia de bico que arroja com mais frequência.

DistribuiçãoEditar

As baleias de bico de Cuvier estão distribuídas entre as águas tropicais e temperadas frias, ocorrendo também no mar Mediterrâneo. Estas baleias parecem ter habitats específicos – águas de zonas com uma grande inclinação e gradientes de profundidade íngremes. À distância podem ser difíceis de reconhecer das outras baleias de bico, no entanto, os zífios são de maior porte e não possuem um bico longo. Podem eventualmente ser confundidos com grampas (Hyperoodon ampullatus), embora estas últimas sejam maiores, com um formato de cabeça diferente e possuem um bico grosso.

 
Distribuição da Baleia-bicuda-de-cuvier no globo.

ReferênciasEditar

  • MEAD, J. G.; BROWNELL, R. L. (2005). Order Cetacea. In: WILSON, D. E.; REEDER, D. M. (Eds.) Mammal Species of the World: A Taxonomic and Geographic Reference. 3ª edição. Baltimore: Johns Hopkins University Press. p. 723-743.
  • Espaço Talassa (1987), A BOCA (Base de Observação dos Cetáceos dos Açores - 1995) - 9930 Lajes do Pico - PORTUGAL
  Este artigo sobre cetáceos é um esboço relacionado ao Projeto Mamíferos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.