Abrir menu principal

Baralacha La

passo de montanha no noroeste da Índia
Baralacha La
  • Bara-lacha la
  • Barlachala
  • passo de Bara Lacha
Altitude 4 890 m
País  Índia
Cordilheira Zanskar, Himalaias
Localização estrada Manali–Leh
Estado Himachal Pradexe
Distrito Lahaul e Spiti
Localidades
mais próximas
DarchaSarchu
Coordenadas 32° 45' 26" N 77° 24' 52" E
Baralacha La está localizado em: Himachal Pradexe
Baralacha La
Localização de Baralacha La no Himachal Pradexe

Baralacha La, Bara-lacha la, Barlachala ou passo de Bara Lacha é um passo de montanha no distrito de Lahaul e Spiti, estado do Himachal Pradexe, noroeste da Índia.[1][2] Situa-se a 4 890 metros de altitude, na cordilheira de Zanskar,[3] a qual faz parte dos Himalaias ocidentais. Por ali passa a estrada Manali–Leh, no troço entre Darcha (46 km a oeste-sudoeste e Sarchu (31 km a nordeste).

No passo é um cruzavam-se várias rotas comerciais antigas, que ligavam Spiti, Zanskar, Lahaul e o Ladaque. O Suraj Tal ("lago do deus-sol") situa-se imediatamente abaixo do passo, a leste deste, do lado direito da estrada Manali–Leh quando se vai para Leh. É nesse lago que nasce o rio Bhaga (comprimento: 80 km). Do outro lado do passo nasce o Chandra (comprimento: 150 km). Esses rios confluem em Tandi, formando o chamado rio Chandrabhaga, que assume o nome de rio Chenab quando entra no estado de Jammu e Caxemira, após percorrer em direção a noroeste o vale de Pangi, paralelo à cordilheira de Pir Panjal.[3] O passo situa-se também na divisória de águas entre aqueles rios e o rio Yunan (que juntamente com o Sarchu e o Lingti formam um afluente do Tsarap que desagua a sudoeste de Sarchu).[4] O Chandra Tal ("lago da Lua"), a 4 300 metros de altitude e a sudeste do passo, é acessível por uma rota de caminhada com 30 km a partir de Baralacha La.[5]

Folclore e literaturaEditar

Há uma lenda que conta que dois amantes, Chandra, filha da Lua, e Bhaga, filho do Sol, decidiram subir a Baralacha La para realizarem o seu casamento eterno. De lá, correram em direções contrárias. Sendo ativo e inteligente, Chandra achou facilmente o seu caminho e chegou rapidamente a Tandi. Bhaga seguiu um caminho mais curto, mas chegou depois, pois teve que atravessar com grandes dificuldades as gargantas estreitas até Tandi. O casamento celestial realizou-se em Tandi.[6]

Baralacha La é mencionado (com o nome Baralachi) no romance Kim de Rudyard Kipling[7] como o local onde o protagonista Kim entrou na Índia vindo do Tibete com o lama de quem se tinha tornado discípulo.[8]

Notas e referênciasEditar

  • Grande parte do texto foi inicialmente na tradução do artigo «Bara-lacha la» na Wikipédia em inglês (acessado nesta versão).
  1. «Bara Lacha La, India» (em inglês). www.geonames.org. Consultado em 6 de agosto de 2016 
  2. «Manali-Leh-Nubra Valley, India» (em inglês). www.utsidan.se. Consultado em 6 de agosto de 2016 
  3. a b Gosal, G. S. (2004), «Physical Geography of the Punjab» (PDF), Center for Sikh and Punjab Studies, University of California, Journal of Punjab Studies, ISSN 0971-5223 (em inglês), 11 (1): 31, consultado em 6 de agosto de 2016 
  4. Pant, R. K.; Phadtare, N. R.; Chamyal, L. S.; Juyal, Navin (10 de junho de 2005), «Quaternary deposits in Ladakh and Karakoram Himalaya: A treasure trove of the palaeoclimate records» (PDF), Academia Indiana de Ciências, Current Science, ISSN 0011-3891 (em inglês), 88 (11): 1789–1798, OCLC 01565678, consultado em 6 de agosto de 2016 
  5. «Chandra Taal Baralacha Trek» (em inglês). www.incrediblespiti.com. Consultado em 6 de agosto de 2016 
  6. «Lahaul & Spiti» (em inglês). www.hill-stations-india.com. Consultado em 6 de agosto de 2016 
  7. «Baralacha Pass» (em inglês). journeymart.com. Consultado em 6 de agosto de 2016 
  8. Keskar, Sharad. «Kim. Chapter XIV. Notes on the text» (em inglês). www.kiplingsociety.co.uk. Consultado em 6 de agosto de 2016 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Baralacha La