Abrir menu principal
Barbara Newhall Follett
Nascimento 4 de março de 1914}
Hanover (Nova Hampshire)
Morte 7 de dezembro de 1939 (25 anos)
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Progenitores Mãe: Helen Follett
Pai: Wilson Follett
Cônjuge Nickerson Rogers (1933–39)
Ocupação Escritora
Principais trabalhos The House without windows

Barbara Newhall Follett (Hanover (Nova Hampshire), 4 de março de 1914 – desaparecida em 7 de dezembro de 1939) foi uma escritora romancista estadunidense.[1][2]

Considerada um prodígio, em 1926, com apenas 12 anos, Follett terminou de escrever seu primeiro livro (The House Without Windows), que, logo após ser publicado, ganhou críticas extremamente favoráveis do "The New York Times", do "The Saturday Review", e de "H. L. Mencken".[3]. Dois anos depois, mais um livro. "The Voyage of the Norman D." também recebeu críticas favoráveis.

Depois que seu pai e editor deixou sua família, Barbara e sua mãe foram completamente abandonadas. Anos depois, ela se casou e, depois de uma discussão com seu marido, desapareceu e nunca mais foi vista.

De 1928 (quando foi publicado seu segundo livro) até 1934, Barbara Newhall Follett havia escrito mais dois manuscritos, que não foram publicados.

Índice

ObrasEditar

  • The House Without Windows (1927)
  • The Voyage of the Norman D. (1928)

BibliografiaEditar

  • Follett, Barbara Newhall. (1927). The House Without Windows & Eepersip's Life There. New York, London: Knopf. OCLC 870940 (Reprinted 1968, New York: Avon Camelot.)
  • Follett, Barbara Newhall. (1928). The Voyage of the Norman D.. New York, London: Knopf. OCLC 3561118

Ver tambémEditar

Referências

  1. piaui.folha.uol.com.br/ Ninfa do Bosque: As vicissitudes de Barbara Follett, uma escritora-prodígio
  2. http://barbarafollett.tumblr.com/post/77090658613/march-4th-2014-barbara-newhall-folletts-100th March 4th, 2014 — Barbara Newhall Follett’s 100th Birthday]
  3. Paul Collins (dezembro de 2010). «Vanishing Act». Lapham's Quarterly. Consultado em 2 de janeiro de 2011. Cópia arquivada em 1 de janeiro de 2011