Batalha do Cabo Matapão

A Batalha do Cabo Matapão, também chamada de Batalha de Gaudo, foi um confronto naval travado na Segunda Guerra Mundial entre as forças do Reino Unido e Austrália contra aquelas da Itália. Ela ocorreu de 27 a 29 de março de 1941, no Mar Mediterrâneo, ao sul do Cabo Tênaro e Creta. A batalha veio de uma patrulha italiana que tinha a intenção de procurar e afundar quaisquer navios britânicos na área, porém a existência dessa operação foi descoberta pela inteligência Aliada. Desta forma, os britânicos enviaram uma força igualmente grande para interceptá-la.[1]

Batalha do Cabo Matapão
Parte da Batalha do Mediterrâneo
na Segunda Guerra Mundial
Battle of Cape Matapan map.gif
Mapa das movimentações da batalha
Data 27 a 29 de março de 1941
Local sul do Cabo Tênaro e Creta, Mar Mediterrâneo
Desfecho Vitória Aliada
Beligerantes
 Reino Unido
 Austrália
 Itália
Comandantes
Sir Andrew Cunningham
Henry Pridham-Wippell
Angelo Iachino
Luigi Sansonetti
Antonio Legnani
Carlo Cattaneo 
Forças
1 porta-aviões
3 couraçados
7 cruzadores rápidos
17 contratorpedeiros
1 couraçado
6 cruzadores pesados
2 cruzadores rápidos
17 contratorpedeiros
Baixas
3 mortos
4 cruzadores danificados
1 aeronave abatida
c. 2 300 mortos
1 015 capturados
3 cruzadores afundados
2 contratorpedeiros afundados
1 couraçado danificado
1 contratorpedeiro danificado

Os italianos foram avistados por um avião de reconhecimento na tarde do dia 27, enquanto os britânicos no amanhecer do dia seguinte. O confronto começou às 8h12min, inicialmente apenas entre as forças de cruzadores. As embarcações britânicas recuaram e começaram a seguir os italianos, que foram atacados por aeronaves lançadas pelo porta-aviões HMS Formidable e por bases em terra. Esses aviões conseguiram torpedear e danificar o couraçado Vittorio Veneto durante a tarde e o cruzador pesado Pola ao anoitecer. Isto fez com que os italianos iniciassem sua retirada.[1]

O Vittorio Veneto, os cruzadores rápidos e boa parte dos contratorpedeiros conseguiram dar a volta a retornarem em segurança para a base naval de Tarento. Entretanto, o Pola estava completamente desabilitado e parado na água, assim seus irmãos Zara e Fiume foram enviados para rebocá-lo. Estes navios foram detectados pelos radares britânicos, que enviaram sua principal força com três couraçados. Estes encontraram os cruzadores italianos no meio da noite do dia 29 e os afundaram, junto com dois contratorpedeiros. Os sobreviventes foram resgatados e aprisionados.[1]

Referências

  1. a b c Scalzo, Anthony M. (janeiro de 2001). «Battle of Cape Matapan: World War II Italian Naval Massacre». Consultado em 7 de julho de 2021 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Segunda Guerra Mundial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.