Abrir menu principal

Beyond Castle Wolfenstein

vídeojogo de 1984
Beyond Castle Wolfenstein
Desenvolvedora(s) Muse Software
Publicadora(s) Muse Software
Projetista(s) Eric Ace
Frank Svoboda
Silas Warner
Plataforma(s) Apple II
Atari 8-bit
Commodore 64
MS-DOS
Série Wolfenstein
Lançamento 1984
Gênero(s) Tiro
Stealth
Modos de jogo Um jogador
Castle Wolfenstein
Wolfenstein 3D

Beyond Castle Wolfenstein é um jogo eletrônico lançado em 1984 sobre a Segunda Guerra Mundial. Uma sequência direta de Castle Wolfenstein, é o segundo jogo da série Wolfenstein, e a última parte a ser lançada pelo desenvolvedor original Muse Software antes seu fechamento. Ao contrário do original, Beyond Castle Wolfenstein foi desenvolvido simultaneamente para o Apple II e o Commodore 64, mas foi rapidamente portado para MS-DOS e para família Atari de 8-bits.

O objetivo do jogo é atravessar todos os níveis do bunker secreto onde Adolf Hitler está organizando reuniões com os seus altos funcionários, em Berlim. O jogador deve recuperar uma bomba que os operadores plantaram no interior do bunker e colocá-la na porta da sala onde a reunião está ocorrendo.

A visualização e a jogabilidade são basicamente as mesmas do título anterior, porém foram adicionadas novas características, como a possibilidade de mostrar um passe para os guardas, quando requisitado, ou oferecer suborno (caso o passe seja o errado ou o jogador não tenha dinheiro, os guardas tentarão acionar alarmes ou matar o jogador) e arrastar corpos para bloquear portas; as granadas do jogo anterior foram substituídas por um punhal, que pode ser usado para matar silenciosamente os guardas em vez de atrair a atenção com tiros. Além disso, o sistema de áudio inclui um aumento no vocabulário e uma maior variedade de efeitos sonoros.

Recepção críticaEditar

A revista Antic, em 1985, afirmou que a versão Atari 8-bit de Beyond Castle Wolfenstein "promete mais do que entrega em estratégia". A revista criticou o jogo por ter os mesmos gráficos "parecidos" do Apple II como seu antecessor, velocidade de carregamento muito lenta e recursos aparentemente desnecessários; "Uma vez que você saiba quais passes usar, você pode navegar pelo jogo apenas com o mapeamento necessário", desencorajando o replay.[1] Uma pesquisa de estratégia e jogos de guerra em 1991 deu a duas estrelas de cinco.[2]

Referências

  1. Bernstein, Harvey (maio de 1985). «Beyond Castle Wolfenstein». Antic. 83 páginas. Consultado em 8 de janeiro de 2015 
  2. Brooks, M. Evan (novembro de 1991). «Computer Strategy and Wargames: The 1900-1950 Epoch / Part I (A-L) of an Annotated Paiktography». Computer Gaming World. 138 páginas. Consultado em 18 de novembro de 2013 
  Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.