Björkö (Uppland)

Disambig grey.svg Nota: Para outro significado de Björkö (Uppland), veja Björkö.

Björkö (Nuvola apps arts.svg ouça a pronúncia) é uma ilha do lago Mälaren, no centro leste da Suécia. Está situada a 25 km a oeste de Estocolmo no fiorde Södra Björkfjärden, localizado no município de Ekerö na província histórica da Uppland. A ilha é conhecida pelas ruínas da cidade comercial viking de Birka, um dos principais achados arqueológicos do país. [1][2][3]

Björkö
Geografia física
País Suécia Suécia
Sweden - Bjorko.PNG
A pequena ilha de Björkö no lago Mälaren, a oeste da cidade de Estocolmo
A ilha de Björkö

Etimologia e usoEditar

O nome geográfico Björkön deriva das palavras nórdicas biork (bétula) e ö (ilha), significando ”a ilha com bétulas”. A ilha está mencionada como Bierko, em 1324. [4]

Em textos em português costuma ser usada a forma original Björkö. [5][6][7]

ComunicaçõesEditar

A ilha de Björkö não tem ligação por estrada à terra firme, sendo Adelsö a ilha mais próxima. Dispõe de ligação por barco com Estocolmo, Södertälje, Mariefred, Hovgården e Härjarö. [8][9]

Património turísticoEditar

Alguns pontos turísticos mais procurados atualmente são: [10]

  • Birka (cidade viking)
  • Cruz de Ansgar
  • Capela de Ansgar
  • Reserva natural de Björkö (’’Björkö reservat’’)
  • Cidades da Era Viking

Personalidades ligadas a BirkaEditar

  • São Ansgar (século IX), santo ”missionário do Norte”)

Imagens de BjörköEditar

Referências

  1. «Björkö» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 20 de maio de 2021 
  2. «Birka and Hovgården». Consultado em 20 de maio de 2021. Arquivado do original em 3 de maio de 2021 
  3. «Björkö (øy i Sverige)» (em norueguês). Store norske leksikon (Grande Enciclopédia Norueguesa). Consultado em 20 de maio de 2021 
  4. Wahlberg, Mats (2003). «Björkön». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário dos nomes das localidades suecas) (em sueco). Uppsala: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. p. 37. 422 páginas. ISBN 91-7229-020-X 
  5. Munir Lutfe Ayoub. «SALÕES DE CULTOS E BANQUETES: A COMPREENSÃO DOS ESPAÇOS ESCANDINAVOS» (PDF). Revista Crítica Histórica. Consultado em 20 de maio de 2021. o salão pode ser facilmente observado desde a longínqua ilha de Björkö 
  6. Munir Lutfe Ayoub. «Odin x Ϸórr: A briga mitológica com fundo social». Revista Algazarra. Consultado em 20 de maio de 2021. um templo muito famoso chamado Uppsala, situado não muito distante da cidade de Sigtuna e Björkö 
  7. Andressa Furlan Ferreira. «Nykr, o espírito da água nórdico: mitologia, folclore e arte». Universidade Federal da Paraíba. Consultado em 20 de maio de 2021. Agulha de ferro para costura, datada da Era Viking (c. 700 a 1000 dC), Björkö, Adelsö, Uppland, Suécia 
  8. «Ekerö kulturmiljöprogram» (PDF) (em sueco). Comuna de Ekerö. Consultado em 21 de maio de 2021 
  9. «Birka Vikingastaden - Ta båten till Birka – flera bryggor längs Mälaren» (em sueco). Strömma Turism & Sjöfart AB. Consultado em 21 de maio de 2021 
  10. Thaning, Olof (1983). «Birka». Sverigeboken (Livro da Suécia) (em sueco). Estocolmo: Det Bästa. p. 249. 408 páginas. ISBN 91-7030-101-8 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Björkö (Uppland)