Brent Sancho

Brent Sancho (Port of Spain, 13 de março de 1977) é um ex-futebolista trinitário que atuava como zagueiro. Atualmente é Ministro dos Esportes de seu país natal.

Brent Sancho
Brent Sancho
Sancho em 2016.
Informações pessoais
Nome completo Brent Sancho
Data de nasc. 13 de março de 1977 (45 anos)
Local de nasc. Port of Spain, Trinidad e Tobago
Nacionalidade trinitário-tobagense
Altura 1,85 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
1994–1995
1996–1997
Essex Community College
St. John's Red Storm
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1998
1999
1999
1999
2000
2001–2003
2002–2003
2003–2005
2005–2007
2007–2008
2008
2008
2008
2009
2010
Brooklyn Italians
MyPa
Tervarit
Joe Public
Charleston Battery
Portland Timbers
San Juan Jabloteh (emp.)
Dundee
Gillingham
Millwall
Ross County
Atlanta Silverbacks
North East Stars
Rochester Rhinos
North East Stars

1 (0)
18 (7)

20 (1)
51 (1)
20 (1)
48 (2)
42 (2)
0 (0)
2 (0)
8 (0)
2 (0)
24 (1)
5 (0)
Seleção nacional
1999–2006 Trindade e Tobago 43 (0)

CarreiraEditar

Iniciou sua carreira no futebol universitário dos Estados Unidos, onde atuou entre 1994 e 1997 por Essex Community College e St. John's Red Storm, e se profissionalizou em 1998, no Brooklyn Italians.

Jogou também por MyPa, Tervarit (ambos da Finlândia), Joe Public, San Juan Jabloteh (Trinidad e Tobago), Charleston Battery e Portland Timbers (Estados Unidos) até 2003, quando foi para o Reino Unido, onde atuou por Dundee,[1] Gillingham (onde viveu sua melhor fase), Millwall (não atuou) e Ross County (2 partidas).

Sancho ainda vestiu as camisas de Atlanta Silverbacks, North East Stars e Rochester Rhinos, encerrando a carreira em 2010.

Seleção TrinitáriaEditar

Convocado para a Seleção Trinitária desde 1999, Sancho disputou 2 edições da Copa Ouro da CONCACAF (2002 e 2005) e a a Copa de 2006, a primeira disputada pelos caribenhos.

No amistoso contra o Peru, atuou como lateral e foi substituído por Ian Cox no segundo tempo. Seria inicialmente reserva de Marvin Andrews, porém o titular se lesionou gravemente e, apesar da recuperação rápida, perdeu a vaga para Sancho, que tornou-se o primeiro atleta do Gillingham a disputar um jogo de Copa do Mundo (Cox, que também atuava pelos Gills na época, ficou no banco de reservas e não disputou nenhuma partida). Em território alemão, o zagueiro foi lembrado pelo lance do primeiro gol da Inglaterra, onde teve seu cabelo puxado por Peter Crouch,[2] e reclamou que a falta não foi apitada porque Trinidad e Tobago "não tinha tradição".

Outro lance que teve o zagueiro como protagonista foi o gol-contra que fez no jogo contra o Paraguai, que minou as chances de classificação de Trinidad na Copa.[3] Ironicamente, esta foi a única vez que a seleção caribenha balançou as redes no torneio, uma vez que Trinidad não teve nenhum gol a seu favor. Em outubro de 2006, Sancho e outros 12 atletas anunciaram que não voltariam a jogar pela Seleção.[4]

Pós-aposentadoriaEditar

Após deixar os gramados, o zagueiro acumulou as funções de treinador e proprietário do North East Stars, antes de criar sua própria equipe, o Central FC, onde permaneceu até 2015, quando passou o comando para Kevin Harrison.

Em fevereiro do mesmo ano, foi nomeado Ministro dos Esportes de Trinidad e Tobago pelo primeiro-ministro Kamla Persad-Bissessar.[5]

TítulosEditar

Charleston Battery
San Juan Jabloteh

Referências

  1. «Brent Sancho transferred to Dundee FC». Portland Timbers. 7 de agosto de 2003. Consultado em 11 de julho de 2011. Arquivado do original em 28 de novembro de 2010 
  2. «Sancho ainda reclama da falta de Crouch». GloboEsporte.com. 1 de outubro de 2019. Consultado em 17 de junho de 2006 
  3. Bellos, Alex (21 de junho de 2006). «Trinidad adventure ends with own-goal and Paraguay defeat». The Guardian. Consultado em 7 de junho de 2015 
  4. «Sancho plans Trinidad retirement». BBC Sport. BBC. 10 de outubro de 2006. Consultado em 7 de junho de 2015 
  5. «Brent Sancho appointed new Minister of Sport». www.ttproleague.com. TT Pro League. 3 de fevereiro de 2015. Consultado em 7 de junho de 2015 

Ligações externasEditar