CNT Bahia

emissora de televisão brasileira de Salvador, BA
CNT Bahia
Televisão Diamante Ltda.
Salvador, Bahia
Brasil
Canais Digital: 17 UHF
Virtual: 18 PSIP
Outros canais Analógico:
18 UHF (2009-2017)
Sede Bandeira de Salvador.svg Salvador, BA
Av. Reitor Miguel Calmon, 221 - Graça
MAPA
Rede CNT
Fundador(es) Flávio Martinez
Pertence a Organizações Martinez (90%)
Grupo Record (10%)
Proprietário(s) Família Martinez
Fundação 17 de novembro de 2009 (10 anos)
Prefixo ZYA 311
Emissora(s) irmã(s)
Cobertura Grande Salvador e áreas próximas
Coord. do transmissor 12° 59' 40.3" S 38° 30' 35.8" O
Potência 1,3 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial www.cnt.com.br

CNT Bahia é uma emissora de televisão brasileira sediada na cidade de Salvador, capital do estado da Bahia. Opera no canal 18 (17 UHF digital), e é uma emissora própria da CNT[1].

HistóriaEditar

AntecedentesEditar

Antes do surgimento da CNT Bahia, entre os anos de 1995 a 1997 a CNT entrava na capital soteropolitana e outros municípios baianos através da TV Aratu canal 4, que até então era afiliada a Rede Manchete. Pelo fato da emissora ter sido arrendada pela CNT foi mudado o nome fantasia de TV Aratu para CNT Aratu[2].

O jornalismo local foi mantido, além de também ter sido inserido nos jornais de rede. O sinal da emissora foi melhorado e lançaram-se novos programas. O programa Bom Dia Bahia, por exemplo, foi reformulado e passou a ser com o radialista Mário Kertész, em parceria com a Rádio Cidade FM[2].

Com o contrato de arrendamento com a TV Aratu expirado, a CNT saiu da Aratu, quando a emissora afiliou-se ao SBT em meados de 1997[3]. Desde então, a CNT usava o canal 39 UHF com baixa potência para compensar a perda da afiliação da TV Aratu. O sinal era irradiado da torre da Rede Vida, alugada pela CNT, no bairro da Federação.

SurgimentoEditar

Em 17 de novembro de 2009, a RedeTV! em Salvador sai do canal 18 como retransmissora de TV[4], e no lugar entra a CNT Bahia ainda em fase de testes, já que o canal estava autorizado apenas a ir ao ar, não podendo ainda gerar programação local.

Em 22 de dezembro de 2014, o Grupo Record adquire 10% das ações da filial baiana da CNT ficando as Organizações Martinez com 90%.[5]

Programação localEditar

Além de retransmitir a programação nacional originada pela Rede CNT, a emissora produz e/ou transmite os seguintes programas:

  • CNT Notícias BA (Camila Tíssia)
  • Jogo do Poder (Zilan da Costa e Silva)

Sinal digitalEditar

PSIP Canal Proporção de tela Programação
18.1 17 UHF 480i/1080i Programação principal da CNT Bahia / CNT

A CNT Bahia está autorizada a operar o sinal digital no canal 17 UHF. Usa um transmissor Rohde & Schwarz de 3 kw, na torre da TVE Bahia, mas que está sendo usado apenas 1,3. Adquiriu um terreno no bairro da Federação e entrou com pedido junto a SUCOM para a construção de uma torre, sem previsão de quando o projeto será concretizado[6].

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a CNT Bahia, bem como as outras emissoras de Salvador, cessou suas transmissões pelo canal 18 UHF em 27 de setembro de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.

Referências

  1. «SALVADOR/BA - PORTAL BSD». www.portalbsd.com.br. Consultado em 7 de outubro de 2020 
  2. a b «Tradição e inovação: TV Aratu completa 50 anos; ouça matéria especial». Metro 1. Consultado em 7 de outubro de 2020 
  3. Atualizado, F5 News-Sergipe. «TV Aratu comemora 22 anos de afiliação com SBT». F5 News - Sergipe Atualizado. Consultado em 7 de outubro de 2020 
  4. «Fórum SBTVD | Record News e RedeTV! estreiam sinal digital em Salvador». Consultado em 7 de outubro de 2020 
  5. Vaquer, Gabriel (25 de dezembro de 2014). «Grupo Record adquire 10% das ações da filial da CNT na Bahia». NaTelinha. Consultado em 7 de outubro de 2020. Arquivado do original em 25 de dezembro de 2014 
  6. «SUCOM». www.sucom.ba.gov.br. Consultado em 2 de maio de 2017 

Ligações externasEditar