Rede Vida

Rede Vida
Televisão Independente de São José do Rio Preto Ltda.
Tipo Rede de televisão católica aberta
País  Brasil
Fundação 1 de maio de 1995 (25 anos)
por João Monteiro de Barros Filho
Pertence a Instituto Brasileiro de Comunicação Cristã
Presidente João Monteiro de Barros Neto
Cidade de origem São José do Rio Preto, SP
Sede São José do Rio Preto, SP
Estúdios São José do Rio Preto, SP
São Paulo, SP
Slogan O canal da família.
Uma TV para fazer o bem.
Servir todos os dias.
Esperança sempre faz bem.
Alegria é estar com você!
Multiplique gestos de amor
25 anos de boa notícia
Formato de vídeo 480p (16:9 SDTV letterbox)
1080i (HDTV)
Canais irmãos Rede Vida Educação
Cobertura 90% do território nacional
Emissoras afiliadas Lista de emissoras
Página oficial www.redevida.com.br
Disponibilidade aberta e gratuita
Digital
Disponibilidade por satélite
Claro TV
Canal 17
Canal 517 (HD)
Sky
Canal 06
Vivo TV
Canal 229
Canal 243 (Satélite Intelsat 34)
Oi TV
Canal 28
Canal 17 (Satélite SES-6)
Algar TV
Canal 713
Star One C2
3685 MHz @ 5000 ksps, Vertical (HDTV)
3890 MHz (1260 MHz Banda L), Horizontal (SDTV)(Analógico)
Disponibilidade por cabo
NET
Canal 193
Canal 693 (HD) [1]
Vivo TV
Canal 529 (HD)
TVN
Canal 46 (São Luis)
Canal 446 (HD) (São Luis)
BVCi
Canal 706 (HD)
CaboNNet
Canal 07
Cabo Telecom
Canal 124
Max TV
Canal 15 (Sarandi)
Canal 23 (Apucarana)
TV Alphaville
Canal 192
CCS TV
Canal 23.5 (HD)
Canal 73
TCM
Canal 22 (HD)
Disponibilidade digital
Rede Vida
Assistir ao vivo

Rede Vida (estilizado como REDEVIDA) é uma rede de televisão aberta brasileira com sede em São José do Rio Preto, SP[2], e cobertura em todo o território nacional através de afiliadas, estações retransmissoras em vários municípios do Brasil e via satélite,[3] cuja orientação e público-alvo são essencialmente católicos.[4] Faz parte da ampla gama de investimentos da Igreja Católica em rádio e TV.[5]

HistóriaEditar

AntecedentesEditar

A ideia de formar a Rede Vida de Televisão nasceu durante o governo do presidente José Sarney. Na época, a disputa pelo canal 11 de São José do Rio Preto foi grande, e com o apoio de Augusto Marzagão, assessor de Sarney, João Monteiro de Barros Filho conseguiu a concessão em 1991[6]. Ganhar a disputa pela geradora de São José do Rio Preto foi o primeiro passo na trajetória da emissora católica. O segundo imbróglio era convencer a CNBB a aprovar o projeto. Monteiro Filho conseguiu duas importantes adesões para levar avante o projeto: a do arcebispo metropolitano de Botucatu, Dom Antonio Maria Mucciolo e a do arcebispo de Mariana, Dom Luciano Mendes de Almeida[6].

Em 17 de dezembro de 1992, Monteiro Filho acolheu a sugestão de Dom Luciano Mendes de Almeida e fundou o Instituto Brasileiro de Comunicação Cristã, o INBRAC, com estatutos sugeridos pelo professor Celso Neves e pelo jurista João Grandino Rodas[6][7]. Após a concessão ser aprovada pelo congresso nacional e o INBRAC formado, Monteiro Filho saiu em busca de investidores, parceiros católicos e patrocinadores. No natal de 1994, o arcebispo de Botucatu recebeu um telefonema de Andrade Vieira, anunciando que o Bamerindus seria o primeiro anunciante da Rede Vida, pagando os anúncios antecipadamente[8].

A emissora teve suas primeiras transmissões em 1º de maio de 1995. A primeira imagem exibida foi uma contagem regressiva de 5 segundos com imagens dos bastidores da emissora, seguida da leitura de uma carta do Papa João Paulo II direcionada a Dom Antonio Maria Mucciolo, abençoando a rede, e um discurso de Dom Antonio. Em seguida, foi transmitida, ao vivo, a primeira missa exibida pela emissora, celebrada pelo Padre José Luiz[9].

2005-presenteEditar

Anos mais tarde, com o nascimento da TV Aparecida, emissora do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida em Aparecida/SP, passou a retransmitir a Missa de Aparecida, que é exibida diariamente nas manhãs. Também possui parceria com a CTV, transmitindo o Angelus de domingo, realizado na Praça de São Pedro pelo Papa Francisco e também missas de outros lugares do Brasil[4].

Em 2013 a Rede Vida confirmou que ia exibir novelas. A primeira exibida foi Meu Pé de Laranja Lima, em horário nobre, exibida originalmente pela TV Bandeirantes em 1998. Dando prosseguimento a exibição de novelas, em fevereiro de 2014, Os Imigrantes estreia em horário nobre, junto com a nova programação da emissora que faz uma mudança na transmissão do Terço das 18 horas. O apresentador e Padre Lúcio Cesquin passa a comandar o momento de oração com a participação, ao vivo, dos telespectadores por telefone, cartas e e-mail's. Por ser um canal de televisão católico, a Rede Vida mantêm uma relação com as Dioceses do Brasil, retransmitindo o material das dioceses em reportagens dentro do JCTV e no Jornal da Vida[10].

ProgramaçãoEditar

Novenas e missasEditar

O canal transmite também novenas como a do Divino Pai Eterno, a da Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, e o Terço Bizantino, com o Padre Marcelo Rossi. A emissora transmite também missas como a Missa do Santuário da Vida, a Missa de Aparecida, Missa na Basílica de Nazaré, entre outras. A Missa do Santuário da Vida conta, frequentemente, com a participação ativa do cantor e compositor Paulinho Ribeiro.[11] Toda primeira sexta-feira do mês, é apresentado a Missa do Sagrado Coração de Jesus, no lugar da Missa do Santuário da Vida.

Programas de entrevistasEditar

São destaques do canal os programas de entrevistas:

EsportesEditar

A emissora transmitia campeonatos de futebol, em especial os Campeonatos Paulistas das séries A2, A3 e Segunda Divisão e a Copa São Paulo de Futebol Júnior.[14] Possuía, nos últimos anos, um telejornal esportivo, o "Caminhos do Esporte", e um programa infantil do gênero, "Futebol e Criança". Em 2003, transmitiu a Copa das Confederações, realizada na França pois a Rede Globo repassou os direitos ao canal, em 2007 á 2009 a emissora transmitiu as provas da Pick Up Racing, categoria de acesso a Stock Car com Octávio Muniz sendo o narrador de todas as provas. Em 25 de janeiro de 2017, transmitiu, junto com outras emissoras, o Jogo da Amizade entre Brasil x Colômbia. Em agosto de 2018 passou a investir na narração feminina com Elaine Trevisan e Vivi Falconi na partida entre São Bernardo x São Paulo. Em 27 de setembro de 2018,morre o principal locutor da emissora,o jornalista esportivo Luiz Carlos Fabrini[15]

TV digitalEditar

A emissora passou a transmitir em sinal digital no dia 18 de março de 2009, em uma sessão solene na Associação Comercial Industrial de São José do Rio Preto, com presença de várias autoridades[16]. No ano de 2011, a emissora se propôs a transmitir em todas as capitais brasileiras e em 20 cidades do estado de São Paulo sua programação na TV Digital[3]. Em 2012, era a 2° emissora com maior cobertura digital no Brasil, com 34 repetidoras digitais, perdendo apenas para a Rede Globo. A emissora encerrou o ano de 2013 com 142 cidades no Brasil recebendo o sinal digital com a maioria dos programas em alta definição. Em outubro de 2014 alcançou a marca de 210 repetidoras digitais. Sendo a segunda emissora do país em número de retransmissoras instaladas.

MultiprogramaçãoEditar

Em 20 de julho de 2020, entraram no ar, em fase de testes, os canais Rede Vida Educação e a Rede Vida Educação 2. O intuito da rede, é transmitir por meio da multiprogramação, programas educativos[17]. Dia 14 de setembro de 2020, iniciaram as transmissões dos programas educativos nos canais Rede Vida Educação e a Rede Vida Educação 2.[18]

Referências

  1. Grade de canais "Juntinho"
  2. «Rede Vida - Comercial». REDEVIDA.com.br. Consultado em 10 de abril de 2012. Arquivado do original em 26 de abril de 2012 
  3. a b «Rede Vida - Cobertura». REDEVIDA.com.br. Consultado em 10 de abril de 2012. Arquivado do original em 4 de maio de 2012 
  4. a b Senado Federal do Brasil (21 de junho de 2011). «Senadores celebram aniversário da Rede Vida de Televisão». Consultado em 2 de janeiro de 2013 
  5. «Folha de S.Paulo - Igreja tem a maior rede de rádios do país - 10/3/1996». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 16 de setembro de 2020 
  6. a b c «João Monteiro de Barros Neto conta a história da REDEVIDA | REDEVIDA». redevida.com.br. Consultado em 11 de setembro de 2020 
  7. «INBRAC». Juntos Pela Vida. Consultado em 11 de setembro de 2020 
  8. Mendes de Almeida, Luciano (28 de janeiro de 1995). «Rede Vida de TV». www.folha.uol.com.br. Folha de S.Paulo. Consultado em 11 de setembro de 2020 
  9. «#TBT: Primeira transmissão da REDEVIDA - 01/05/95 - Missa Inaugural». YouTube. REDE VIDA. 10 de outubro de 2019. Consultado em 11 de setembro de 2020 
  10. «Diocese e Rede Vida estreitam parceria na Caravana da Vida». 30 de abril de 2014. Consultado em 11 de abril de 2017. Na parte da manhã desta terça-feira, (29), a equipe da Rede Vida esteve presente visitando a majestosa Catedral de Nossa Senhora da Guia e produzindo matéria sobre a restauração dos afrescos (pintura), que será levada ao ar no JCTV às 18h30 desta quarta-feira, (30). 
  11. «Paulinho Ribeiro: vida marcada pela música e liturgia». REDEVIDA. Consultado em 4 de novembro de 2016. Arquivado do original em 5 de novembro de 2016 
  12. Alberto Rollo (2 de janeiro de 2013). «Tribuna Independente – Direitos do Consumidor». Consultado em 2 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 14 de julho de 2014 
  13. Diretório Estadual do PSDBSP (6 de abril de 2011). «Tribuna Independente – Deputado Duarte Nogueira». Consultado em 2 de janeiro de 2013 
  14. Futebal Interior (27 de outubro de 2011). «Série A2: FPF promete "visibilidade" e clubes seguem com migalhas». Consultado em 2 de janeiro de 2013 
  15. «Aos 84 anos, morre o narrador esportivo Luiz Carlos Fabrini - Esportes - Estadão». Estadão 
  16. «#TBT: Inauguração da REDEVIDA Digital - 18/03/2009». YouTube. REDE VIDA. 29 de outubro de 2019. Consultado em 11 de setembro de 2020 
  17. 21/07/2020 - Rede Vida faz testes com multiprogramação em todo Brasil
  18. Rede Vida Educação

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar