Abrir menu principal
Caio Fábio Ambusto
Cônsul da República Romana
Consulado 358 a.C.

Caio Fábio Ambusto (em latim: Gaius Fabius Ambustus[1]) foi um político da gente Fábia da República Romana, eleito cônsul em 358 a.C. com Caio Pláucio Próculo[2]. Era filho de Numério Fábio Ambusto, tribuno consular em 406 a.C. e 390 a.C.,[3] e irmão de Marco Fábio Ambusto, cônsul em 360, 356 e 354 a.C..

Índice

Consulado (358 a.C.)Editar

Foi eleito cônsul em 358 a.C. com Caio Pláucio Próculo.[4] No anterior, durante o consulado de Marco Popílio Lena e Cneu Mânlio, Roma foi atacada, à noite, pelos tiburtinos, porém o alarme foi dado a tempo; outro ataque, mais importante, foi feito pelos tarquinenses, na fronteira romana com a Etrúria. Depois de eleitos, os novos cônsules declararam guerra contra Tarquínia. Enquanto Caio Pláucio liderava a campanha contra os hérnicos, Caio Fábio atacou os tarquinenses.

Porém chegaram rumores de que os gauleses estavam se aproximando, já haviam chegado a Preneste, e estavam se movendo para Pedum. Caio Sulpício foi nomeado ditador e Marco Valério foi escolhido como seu mestre da cavalaria (magister equitum). O comando de Caio Fábio foi confirmado pelo ditador, contudo ele não se mostrou um comandante prudente:

Seu colega Fábio lutou contra os tarquinenses, demonstrando, porém, não possuir nem prudência e nem senso tático. Nesta campanha nem foram tão graves as derrotas no campo quanto o foi o fato de os tarquinenses terem conseguido aprisionar trezentos e sete soldados romanos
 

O ditador, depois de escolher as melhores tropas,[4] derrotou os gauleses.[5]

Ver tambémEditar

Referências

  1. William Smith, Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology, Ambustus (8) [em linha]
  2. Fasti Capitolini [em linha]
  3. William Smith, Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology, 4. N. Fabius M.f. Q.n. Ambustus
  4. a b Lívio, Ab Urbe condita VII, 12.
  5. a b Lívio, Ab Urbe condita VII, 15

BibliografiaEditar

  • T. Robert S., Broughton (1951). «XV». The Magistrates of the Roman Republic. Volume I, 509 B.C. - 100 B.C. (em inglês). I. Nova Iorque: The American Philological Association. 578 páginas