Abrir menu principal

Cajueiro da Praia é um município brasileiro do estado do Piauí. Localiza-se a uma latitude 02º55'40" sul e a uma longitude 41º20'10" oeste, estando a uma altitude de 10 metros. Sua população estimada em 2004 era de 7163 habitantes. Possui uma área de 283,86 km² e tambem é um dos quatro municípios litorâneos do Piauí.

Município de Cajueiro da Praia
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 14 de dezembro
Fundação 15 de dezembro de 1995
Gentílico cajueirense-da-praia, cajueirense
Prefeito(a) Girvaldo Albuquerque da Silva (PRB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Cajueiro da Praia
Localização de Cajueiro da Praia no Piauí
Cajueiro da Praia está localizado em: Brasil
Cajueiro da Praia
Localização de Cajueiro da Praia no Brasil
02° 55' 40" S 41° 20' 09" O02° 55' 40" S 41° 20' 09" O
Unidade federativa Piauí
Mesorregião Norte Piauiense IBGE/2008[1]
Microrregião Litoral Piauiense IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Luís Correia; Barroquinha e Chaval estado do Ceará.
Distância até a capital 298 8 km
Características geográficas
Área 271,348 km² [2]
População 7 163 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 26,4 hab./km²
Altitude 10 m
Clima Tropical atlântico
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,563 baixo PNUD/2000[4]
PIB R$ 22 147,833 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 083,37 IBGE/2008[5]
Igreja Matriz de Cajueiro da Praia.

LocalizaçãoEditar

Noroeste: Oceano Atlântico Norte: Oceano Atlântico Nordeste: Barroquinha/CE
Oeste: Luís Correia   Leste: Chaval/CE
Sudoeste: Luís Correia Sul: Luís Correia Sudeste: Chaval/CE

HistoriaEditar

Cajueiro Da Praia é um município brasileiro do estado do Piauí. Sendo um dos 4 municípios do estado que são banhados pelo Oceano Atlântico... A origem do nome surgiu do grande número de cajueiros existentes, na sua praia entre eles, um frondoso cajueiro, cuidado com especial carinho por uma família de pescadores, pioneiros do lugar, denominaram o local pela sua vegetação tropicalista de Cajueiro da Praia. Sua população nasceu devido as constantes visitas de dois destemidos pescadores que vinham das bandas do Ceará, que costumavam pescar no seu litoral. Receosos da presença dos índios tremembés que naquela época habitavam no local, não ancoravam para conhecer de perto a riqueza natural dessa terra.

Os índios tremembés, foram os primeiros habitantes de Cajueiro da praia eram exímios pescadores e deixou sua arte como grande herança as gerações seguintes e ainda hoje é exercida com perfeição pelos habitantes, atividade que contribui no desenvolvimento do município. A origem do nome “Cajueiro da praia”, foi devido a existência de um grande número de cajueiros nativos.

Com o passar do tempo, descobriram que não havia mais permanência de índios e resolveram descer a terra firme onde encontraram muitos vestígios indígenas, panela de barro, potes, gamelas feitas de troncos de árvores e etc.

Esses desbravadores pioneiros da nossa região eram chamados de Profiro e Zé de Barro, trouxeram suas famílias iniciando assim, a nossa população.

Enriqueceram nossa lavoura com seus roçados e a partir daquela época muitas outras famílias de imigrantes do vizinho estado Ceará passaram a povoar nosso município.

E o belíssimo cajueiro regado por todos tornou-se o símbolo daquela hospitaleira terra que acabara de nascer, abrigando todos aqueles que à escolheram como berço natal.

Podemos descrever um pouco sobre a vida comercial do referido lugar, citando os grandes comerciais existentes como: João Jorge, Manoel Ricardo e Zé Ricardo.

Como a carência de médico era grande destacaram-se pelo serviço prestado às parteiras da época: Maria Josefa, Yan e Preta.

O folclore mais usado na região era Bumba-meu-boi e o reisado. O candomblé era praticado com intensidade. A religião predominante era a católica, apresentando uma grande religiosidade na realização do festejo Sagrado Coração de Jesus em uma antiga capela. Em 1934 foi construída a capela do Sagrado Coração de Jesus pela comunidade.

Com referência aos mortos podemos citar o primeiro cemitério localizado no povoado Morro Branco.

O lugarejo Cajueiro da Praia pertencia ao estado do Ceará mais graças a guerra dos Balaios entre os dois estados houve uma troca: Luiz Correia (município que pertencia Cajueiro da Praia) que era do Ceará passou a pertencer ao Piauí e Crateús município piauiense passou a pertencer ao Ceará.

Com relação a educação o 1º professor do lugarejo foi José Alexandre em uma escolinha montada pela colônia dos pescadores da época. Em 1969 construíram a Unidade Escolar Manoel Ricardo de Lima, em 1974 inicia-se outra escola, Unidade Escolar Joaquim Brito.

EmancipaçãoEditar

Em 1992 iniciava-se a grande virada do lugarejo Cajueiro da Praia, com um deputado Estadual, Gerson Mourão, que se encantou com as pastagens e beleza desta terra. Devido o desenvolvimento da lavoura, pecuária, pesca e beleza do litoral, belíssimas casas residências e comerciais e comerciais, o grande número de alunos matriculados. A permanência dos turistas e outros, despertaram nos representantes políticos a necessidade da criação do município. Deve-se ao Dr. Gerson Mourão a indicação do Cajueiro da praia à cidade e por esse motivo com base nos fatos, a comunidade política criou o plebiscito no dia 3 de outubro de 1995 sendo escolhido para sede do município Cajueiro da Praia. A lei orgânica do município foi assinada, no dia 14 de dezembro de 1995, com o número de 4.810 de habitantes sendo fundada no dia 15 de dezembro de 1995, realizou a 1ª eleição em 3 de outubro de 1996 sendo eleito o 1º prefeito Municipal Claúdio Fontenele de Araújo Souza e os representantes da câmara municipal Fº José Siqueira (Presidente da câmara), José Pereira da Silva (Secretario), Nódgi Muálem de Moraes (Presidente da comissão permanente de finanças, e orçamento), Pedro Alves Neto, Francisco das chagas Fontenele, Acrisio Amaral Carvalho, Luciano da Silva Araújo, José Maria Damasceno Lopes, Raimundo do Fontenele Santos.

ComunidadesEditar

Canto Grande, Árvore Verde, Morada Nova, Lagoa de São José, São Domingos, Camurupim, Carpina, Gargalho, Boa Vista, Terra Nova, Canto Comprido, Praia Branca, Bom Princípio, Tocos, Barra Grande, Barrinha, Sardinho e Morro Branco (hoje reconhecido como bairro).

GeografiaEditar

Limites

Norte: Oceano Atlântico; Sul Luís Correia; Leste: Estado do Ceará; Oeste Luís Correia

Clima

Tropical alternadamente úmido e seco, com duração do período seco de seis meses / Temperaturas médias Entre 25 °C a 32 °C

Vegetação

Restinga, vegetação de dunas e caatinga arbórea e arbustiva

Recursos hídricosA soma da media anual com o exame final tem q dar 12 do Cajueiro
Solos

Areias quartzosas marinhas, areias quartzosas distróficas e solos aluviais eutróficos

Atrações turísticasEditar

PraiaEditar

Cajueiro da Praia tem como atração turística a Praia do Cajueiro. E faz parte do território de Cajueiro da Praia a Praia de Barra Grande, que é um pequena colônia habitada no passado apenas por pescadores. E, atualmente possui diversas pousadas focadas no turismo, com destaque para a prática do Kitesurf, pois nessa praia são encontradas as condições ideais para prática desse esporte. Gente de todas as partes do Brasil e ate do mundo vem conhecer Barra Grande.

Cajueiro-rei do PiauíEditar

Outra atração é o Cajueiro-rei do Piauí que de acordo com pesquisa publicada no períodico internacional sobre ciências, Genetics and Molecular Research é o maior cajueiro do mundo superando o de Parnamirim[6].

LiteraturaEditar

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Exclusivo RMN: bastidores da Pesquisa DNA Cajueiro Rei do Piauí Revista internacional publica estudos liderados pelo Biólogo Fabrício Amaral sobre DNA do Cajueiro Rei do litoral do Piauí e resultados confirmam: é mesmo o maior cajueiro do MUNDO!. Rede Meio Norte. Acesso feito em 6 de dezembro de 2017.
  Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.