Carroll Shelby

Carroll Shelby
Informações pessoais
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Registros na Fórmula 1
Temporadas 19581959
Equipes Aston Martin, Maserati
GPs disputados 9
Títulos 0
Pontos 0
Pole positions 0
Primeiro GP Grande Prêmio da França de 1958
Último GP Grande Prêmio da Itália de 1959

Carroll Hall Shelby (Leesburg, 11 de janeiro de 1923Dallas, 10 de maio de 2012) foi um veterano da Segunda Guerra Mundial e automobilista estadunidense, vencedor das 24 Horas de Le Mans.

Fundador da Shelby American, empresa responsável pela produção de alguns icônicos carros estadunidenses, como o Shelby Cobra e o Shelby Mustang, Shelby foi, além destes, um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do Ford GT40, o primeiro carro estadunidense a vencer as 24 Horas de Le Mans, em 1966. O processo de desenvolvimento do carro e a vitória na corrida foram retratados no filme Ford v Ferrari.

BiografiaEditar

Nascido no Texas, em 1923, o que o deixou caracterizado durante sua vida como um texano durão, desenvolveu um problema cardíaco aos sete anos, o qual acabaria afetando sua saúde durante toda sua vida. Shelby entrou no exército no final de 1941, tendo se formado no colégio no ano anterior, e esteve próximo de iniciar seus estudos no Instituto de Tecnologia da Geórgia em Engenharia Aeroespacial, mas tendo que abandoná-los por conta da guerra. Seu treinamento no exército ocorreu para a função de piloto, na San Antonio Aviation Cadet Center, sendo designado após sua formação para o Corpo Aéreo do Exército dos Estados Unidos, o antecessor estatutário da Força Aérea, criada apenas dois anos após o término da guerra, como instrutor de voo e piloto de testes.[1] Após o término do conflito, trabalhou brevemente na extração de petróleo e como avicultor antes de começar a participar de corridas de carros, em 1952.[2][3][4]

 
Shelby com seus Maserati 450S 1957 em 2007.

Embora tenha sido um piloto de sucesso durante os anos 1950, tendo ganhado a prestigiosa corrida de resistência francesa 24 Horas de Le Mans em 1959 em parceria com o britânico Roy Salvadori correndo com um Aston Martin DBR1, e participado de nove corridas na Fórmula 1 entre 1958 e 1959, com carros utilizando chassi da Maserati e Aston Martin, quando precisou parar por conta de seus problemas de coração, Shelby acabou se tornando mais conhecido por conta de sua empresa, a Shelby American, que produziu carros icônicos, como o Shelby Cobra e o Shelby Mustang durante os anos 1960 e 1970.[3] O primeiro era baseado no carro britânico AC Ace, sofrendo modificações significativas de Shelby para aumentar o seu desempenho esportivo, com o mesmo ocorrendo com o Mustang, baseado no carro produzido pela Ford.[2]

A divisão de corridas da Shelby American foi responsável pelo desenvolvimento do Ford GT40 a partir de 1965,[3] carro que obteve a primeira vitória de uma construtora estadunidense em Le Mans, na edição de 1966, quando Shelby trabalhou em parceria com a Ford — a equipe de Shelby, que naquela edição terminou obtendo as duas primeiras posições da corrida, também venceu a edição de 1967 —. O GT40 fora baseado no Lola Mk6, da fabricante britânica Lola — a Ford havia criado uma parceria primeiramente com a Lola para o desenvolvimento de um carro para tentar quebrar a hegemonia italiana da Ferrari na competição francesa, mas não obtendo sucesso —. Antes da vitória de 1966, a Shelby American chegou a participar da edição de 1965 com quatro carros, mas com todos abandonando com problemas mecânicos, mas obtendo uma vitória de classe e segundo na classificação geral nas 12 Horas de Sebring naquele ano. O ápice ocorreu em 1966, quando, além de Le Mans, também venceu Sebring e as 24 Horas de Daytona — todas as vitórias foram obtidas por Ken Miles, com exceção de Le Mans —.[2]

O processo de desenvolvimento do Ford GT40 e a corrida de 1966 foram retratados no filme Ford v Ferrari, que, contrastando com o título, é centrado na relação de Shelby e Ken Miles — Miles trabalhava há anos na Shelby American como engenheiro-chefe e piloto de corridas e testes. Ele fora um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do GT40, e era o principal piloto da equipe, mas acabou perdendo a vitória por conta de um critério técnico da competição, após a direção executiva da Ford requisitar que Miles diminuísse a velocidade para que os três carros representando a Ford cruzassem a linha de chegada alinhados —, pedido que Shelby acabou concordando. Shelby foi interpretado por Matt Damon.[2]

ResultadosEditar

 
Shelby correndo em 1958 nas 12 Horas de Sebring com um Aston Martin DBR1/300.

24 Horas de Le MansEditar

Ano Equipe Veículo Co-piloto Posição Nota
1954   David Brown Aston Martin DB3/S   Paul Frère DNF Suspensão
1959   David Brown Racing Dept. Aston Martin DBR1/300   Roy Salvadori Vitória global

12 Horas de SebringEditar

Ano Equipe Veículo Co-piloto Posição Nota
1954   Aston Martin Ltd. Aston Martin DB3S   Charles Wallace DNF Escape
1955   Allen Guiberson Ferrari 750 Monza Spyder   Phil Hill
1956   David Brown & Sons Ltd. Aston Martin DB3S   Roy Salvadori Vitória na classe
1957   Maserati Factory Maserati 250S   Roy Salvadori DSQ
1958   David Brown Aston Martin DBR1/300   Roy Salvadori DNF Transmissão de energia
1959   Aston Martin David Brown Aston Martin DBR1/300   Roy Salvadori DNF Deslocador
1960   Camoradi USA Maserati Tipo 61   Masten Gregory DNF Motor

Referências

  1. «arroll Shelby—From Curtiss To Cobra. Born January 11, 1923 Flown West May 10, 2012». Motortrend. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  2. a b c d «'Ford x Ferrari' e a história não contada de Ken Miles». ESPN. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  3. a b c «Lenda do mundo automobilístico, Carroll Shelby morre aos 89 anos». Auto Esporte. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  4. «Timeline: Carroll Shelby's life, 1923-2012». Motortrend. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.