Chéri (filme)

filme de 2009 dirigido por Stephen Frears

Chéri (bra/prt: Chéri)[6][8][9][1] é um filme franco-britano-alemão de 2009, do gênero comédia dramático-romântica, dirigido por Stephen Frears, com roteiro de Christopher Hampton baseado no romance homônimo de Colette.[10]

Chéri
Chéri
Cartaz promocional

2009 •  cor •  92 min 
Direção Stephen Frears
Produção
Roteiro Christopher Hampton
Baseado em Chéri, de Colette
Elenco
Gênero comédia dramático-romântica
Música Alexandre Desplat
Cinematografia Darius Khondji
Edição Lucia Zucchetti
Companhia(s) produtora(s)
Distribuição
Lançamento
Idioma
Orçamento US$ 23 milhões
Receita US$ 9.366.27[7]

Estrelado por Michelle Pfeiffer e Rupert Friend, estreou no Festival Internacional de Cinema de Berlim de 2009.[11]

SinopseEditar

Na Paris da Belle Époque, a cortesã aposentada Lea relaciona-se com o jovem Chéri, filho de poderosa cortesã rival, que anos depois trama casá-lo com a rica filha de outra cortesã. Conforme esse casamento se aproxima, mais Lea e Cheri percebem como são importantes um para o outro.[8][1]

ElencoEditar

ProduçãoEditar

Michelle Pfeiffer, que havia trabalhado com Stephen Frears em Ligações Perigosas, substituiu Jessica Lange, originalmente cogitada para o papel de Lea.[5]

Rodado na França e na Alemanha, Chéri custou 15,5 milhões de euros.[5]

LançamentoEditar

O filme foi lançado nos cinemas na França em 8 de abril de 2009 pela Pathé Distribution e no Reino Unido em 8 de maio de 2009 pelo parceiro de distribuição da Pathé, Warner Bros. Entertainment UK, e foi o primeiro filme lançado sob o então recente acordo de distribuição nos cinemas entre as duas empresas.[12]

RecepçãoEditar

Chéri foi selecionado para a competição oficial pelo Urso de Ouro e Urso de Prata do Festival de Cinema de Berlim.[13][5]

O filme teve críticas mistas: The Times fez uma avaliação favorável do filme, descrevendo o roteiro de Hampton como um "fluxo constante de gracejos secos e piadas amargas "e o desempenho de Pfeiffer como" magnético e sutil, sua indiferença mundana uma máscara para vulnerabilidade e dor de cabeça."[14]

Roger Ebert no Chicago Sun-Times escreveu que foi "fascinante observar como Pfeiffer controla seu rosto e voz em momentos de dor dolorosa".[15]

Kenneth Turan, no Los Angeles Times, elogiou as "cenas sem palavras que pegam Léa de surpresa, só com a câmera vendo o desespero e o arrependimento que ela esconde do mundo. É o tipo de atuação refinada e delicada que Pfeiffer faz tão bem, e é mais um lembrete do quanto sentimos sua falta desde que ela esteve fora."[16]

No Rotten Tomatoes, ele tem uma classificação de 54% ou 'Rotten'. Muitas das críticas centram-se em seu roteiro fraco e em cenas de romance mal executadas.[17]

No Metacritic, recebeu "críticas geralmente favoráveis" com base em 27 críticas.[18]

Referências

  1. a b c d e «Chéri». Portugal: CineCartaz. Consultado em 9 de outubro de 2021 
  2. «Chéri». Filme B. Consultado em 1 de setembro de 2021 
  3. «Chéri 2009, directed by Stephen Frears Film review». Time Out. Consultado em 12 de junho de 2021 
  4. «Weekend Domestic Chart for July 17, 2009». The Numbers. 17 de julho de 2009. Consultado em 12 de junho de 2021 
  5. a b c d Eurico de Barros (24 de setembro de 2009). «'Chéri', ou a cortesã que se apaixonou». Diário de Notícias. Consultado em 12 de junho de 2021 
  6. a b «Chéri». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 9 de outubro de 2021 
  7. «Cheri at Box Office Mojo» 
  8. a b «Chéri». Brasil: CinePlayers. Consultado em 9 de outubro de 2021 
  9. «Chéri». Portugal: SapoMag. Consultado em 9 de outubro de 2021 
  10. «Chéri (2009)». British Film Institute. Consultado em 9 de outubro de 2021 
  11. Ed Meza (15 de janeiro de 2009). «Berlin festival adds to main section». Variety. Consultado em 20 de fevereiro de 2009 
  12. Eleanor Kenny (12 de março de 2009). «Pathe UK strikes distribution, co-production alliance with Warner». Screen Daily. Consultado em 12 de junho de 2021 
  13. «PROGRAMME 2009». berlinale.de. Consultado em 10 de junho de 2014. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2013 
  14. Dalton, Stephen (11 de fevereiro de 2009). «Chéri review». Times. Consultado em 1 de março de 2009 
  15. Ebert, Roger (24 de junho de 2009). «Chéri review». Chicago Sun-Times. Consultado em 6 de agosto de 2009 
  16. Turan, Kenneth (26 de junho de 2009). «Chéri review». Los Angeles Times. Consultado em 6 de agosto de 2009. Cópia arquivada em 28 de junho de 2009 
  17. «Chéri Movie Reviews, Pictures». Rotten Tomatoes. Consultado em 14 de setembro de 2010 
  18. «Chéri Reviews, Ratings, Credits, and More at Metacritic». Metacritic. 10 de dezembro de 2008. Consultado em 14 de setembro de 2010 
  Este artigo sobre um filme britânico é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.