Clara Grima

Clara Grima
Nascimento 26 de janeiro de 1971 (49 anos)
Coria del Río
Cidadania Espanha
Alma mater Universidade de Sevilha
Ocupação matemática, divulgadora científica
Empregador Universidade de Sevilha

Clara Isabel Grima Ruiz (Coria del Río, 26 de janeiro de 1971) é uma matemática espanhola, professora de matemática aplicada da Universidade de Sevilha, especialista em geometria computacional. É conhecida por suas pesquisas sobre escutoides e pela popularização da matemática.

Formação e carreiraEditar

Grima was born in 1971 in Coria del Río. Obteve um doutorado em matemática na Universidade de Sevilha em 1998, onde é professora de matemática aplicada.[1][2]

Grima foi presidente do comitê de divulgação da Real Sociedad Matemática Española.[3]

LivrosEditar

Dentre seus livros publicados constam:

  • Computational Geometry on Surfaces: Performing Computational Geometry on the Cylinder, the Sphere, the Torus, and the Cone (com Alberto Márquez, Kluwer, 2001)[4]
  • Mati y sus mateaventuras: Hasta el infinito y más allá (com Raquel Garcia i Ulldemolins, Espasa, 2013)[5]
  • Las matemáticas vigilan tu salud: Modelos sobre epidemias y vacunas (Mathematics watches your health, com Enrique F. Borja, Next Door Publishers, 2017)[6]
  • ¡Que las matemáticas te acompañen![5][7]

Referências

  1. «Clara Grima (biografia)», Personal pages of Clara Grima, consultado em 18 de agosto de 2019 
  2. Trujillo García, Fausto Andrés, «Clara Grima», Primer Encuentro de Mujeres Matemáticas, Sociedad Matemática Mexicana, pp. 10–11 
  3. Diez López, Nerea (7 de dezembro de 2018), Clara Grima en Talent Woman, Royal Spanish Mathematical Society 
  4. Reviews of Computational Geometry on Surfaces:
  5. a b García Aller, Marta (20 de janeiro de 2019), «Clara Grima, la matemática que enseña a dominar el mundo», El Independiente (em espanhol) 
  6. Lucio, Cristina G. (9 de dezembro de 2017), «Las matemáticas te salvan la vida» [Mathematics saves your life], El Mundo 
  7. Grima, Clara (20 de junho de 2018), «Que las matemáticas te acompañen», El País (em espanhol) 

Ligações externasEditar