Classe Alvor

classe de navio da Marinha Portuguesa

A classe Alvor foi uma classe de lanchas de fiscalização pequenas (LFP), ao serviço da Marinha Portuguesa, entre 1967 e 1975.

Classe Alvor
Visão geral    Bandeira da marinha que serviu
Nome Classe Alvor
Operador(es) Naval Jack of Portugal.svg Portugal
Construtor(es) Arsenal do Alfeite
Unidade inicial NRP Alvor (1967)
Unidade final NRP Albufeira (1968)
Lançamento 1967
Em serviço 1967 - 1975
Características gerais
Tipo Lancha de fiscalização pequena
Deslocamento 36 t
Comprimento 20,6 m
Boca 5,4 m
Calado 1,6 m
Propulsão 2 motores diesel Cummins de 1270 bhp
2 veios
Velocidade 12,3 nós
Armamento 1 peça Oerlikon de 20 mm
1 lança-foguetes múltiplo de 37 mm
Tripulação 10

As embarcações foram construídas no Arsenal do Alfeite, segundo um projeto quase idêntico ao das lanchas da classe Bellatrix. Foram baptizadas com nomes de povoações do Algarve, com iniciais em A.

As lanchas foram empregues na Guerra do Ultramar, atuando nos rios e águas costeiras do teatro de operações da Guiné Portuguesa. Para essa missão, estavam pintadas de verde e armadas com um lança-foguetes múltiplo de 37 mm.

Em 1973, a lancha NRP Albufeira foi atribuída, como unidade auxiliar, ao Comando da Defesa Marítima de Timor. Nessa altura, foi desarmada, pintada de branco e rebatizada Tibar. Em 11 de agosto de 1975 a Tibar foi utilizada para transportar o governador de Timor, Lemos Pires, para a ilha de Ataúro, em virtude da guerra civil que assolava o território.

UnidadesEditar

Número de amura Nome Comissão Observações
P 1156 NRP Alvor 1967 - 1975
P 1157 NRP Aljezur 1968 - 1975
P 1158 (até 1973) NRP Albufeira 1968 - 1975 Tibar entre 1973 e 1975

ReferênciasEditar