Abrir menu principal
Clemente VIII
Papa da Igreja Católica
231° Papa da Igreja Católica
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Eleição 30 de janeiro de 1592
Entronização 9 de fevereiro de 1592
Fim do pontificado 3 de março de 1605 (13 anos)
Predecessor Inocêncio IX
Sucessor Leão XI
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 31 de dezembro de 1580
Nomeação episcopal 30 de janeiro de 1592
Ordenação episcopal 2 de fevereiro de 1592
Capela Sistina
por Dom Alfonso Cardeal Gesualdo
Nomeado arcebispo 30 de janeiro de 1592
Cardinalato
Criação 18 de dezembro de 1585
por Papa Sisto V
Ordem Cardeal-presbítero
Título São Pancrácio
Papado
Brasão
C o a Clemente VIII.svg
Consistório Consistórios de Clemente VIII
Dados pessoais
Nascimento 24 de fevereiro de 1536
Fano, Itália
Morte 3 de março de 1605 (69 anos)
Roma, Itália
Nacionalidade Italiano
Nome nascimento Ippolito Aldobrandini
Progenitores Mãe: Lisa Donati
Pai: Silvestro Aldobrandini
Sepultura Basílica de Santa Maria Maior
dados em catholic-hierarchy.org
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo
Lista de Papas

Clemente VIII, nascido Ippolito Aldobrandini (Florença, 24 de fevereiro de 1536 - Roma, 3 de março de 1605), foi Papa de 30 de Janeiro de 1592 até à data da sua morte.

BiografiaEditar

Era advogado e foi aluno de São Filipe Neri, pregava e impunha disciplina. Firmou a paz entre a França e a Espanha em razão dos conflitos entre católicos e huguenotes. Celebrou o XII Jubileu (1600).

Em 1598 Clemente conseguiu fazer e mediar um tratado de paz entre Espanha e França (Paz de Vervins) terminando um longo conflito, e negocia também a paz entre França e Saboia. Apesar do nome Clemente, não dispunha de clemência com os bandidos que percorriam toda a Itália central, nem com quaisquer criminosos. Também sob o ponto de vista disciplinar sobre heresias foi implacável: foi durante o seu pontificado (17 de Fevereiro de 1600) que Giordano Bruno foi condenado à morte na fogueira e executado pelo Tribunal Civil, sob acusações de subverter a Teologia e desrespeitar dogmas da Igreja referentes à Santa Eucaristia.

Em 1602, Clemente VIII, com a bula "Incrustabile Divine", fundou a "Congregatio de Propaganda Fide" (Congregação para a Propagação de Fé) criando uma poderosa palavra e atividade que seria disseminada nos séculos seguintes: depois de definir a congregação, a palavra passou a ter o sentido de propaganda em 1680 em italiano, em 1753 em francês, em 1842 em inglês. Também foi Clemente VIII que, em 1592, encerrou o conflito em torno do texto oficial da Bíblia, publicando a Vulgata. Em 1596, reeditou o Index Librorum Prohibitorum.

 
Clemente VIII

Outra referência a este Papa é a Sala Clementina, situada no Palácio Apostólico do Vaticano. É um pomposo salão no segundo andar, cujo nome é uma homenagem a Clemente VIII e possui a inscrição Clemens VIII, Pontifex Maximus. Na Sala Clementina foi realizada uma parte do velório do pontífice João Paulo II em 2005.

O papa Clemente também foi o responsável pela liberação do consumo de café na Europa. Por volta de 1570, o café foi introduzido em Veneza, Itália, mas a bebida, considerada maometana, era proibida aos cristãos e somente foi liberada após o papa Clemente VIII provar o café.

A causa da sua morte veio por intoxicação ao comer um cogumelo ''Amanita Phalloides''.


Precedido por
Inocêncio IX
 
Papa

231.º
Sucedido por
Leão XI


  Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.