Abrir menu principal

1600 (MDC, na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVI que começou num sábado, segundo o calendário gregoriano. As suas letras dominicais foram BA. A terça-feira de Carnaval ocorreu a 15 de fevereiro e o domingo de Páscoa a 2 de abril. Segundo o horóscopo chinês, foi o ano do Rato, começando a 14 de fevereiro.

SÉCULOS: Século XVSéculo XVISéculo XVII
DÉCADAS: 15501560157015801590160016101620163016401650
ANOS: 15951596159715981599160016011602160316041605
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource

1600 em outros calendários
Calendário gregoriano 1600
MDC
Ab urbe condita 2353
Calendário arménio N/A
Calendário chinês 4296 – 4297
Calendário judaico 5360 – 5361
Calendários hindus
- Vikram Samvat
- Shaka Samvat
- Kali Yuga

1655 – 1656
1522 – 1523
4701 – 4702
Calendário persa 978 – 979
Calendário islâmico 1009 – 1010
Calendário rúnico 1850
SÉCULOS: Século XVSéculo XVISéculo XVII
DÉCADAS: 15501560157015801590160016101620163016401650
ANOS: 15951596159715981599160016011602160316041605
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource
1600 em outros calendários
Calendário gregoriano 1600
MDC
Ab urbe condita 2353
Calendário arménio N/A
Calendário chinês 4296 – 4297
Calendário judaico 5360 – 5361
Calendários hindus
- Vikram Samvat
- Shaka Samvat
- Kali Yuga

1655 – 1656
1522 – 1523
4701 – 4702
Calendário persa 978 – 979
Calendário islâmico 1009 – 1010
Calendário rúnico 1850

Predefinição:Século XVI por tópico

EventosEditar

JaneiroEditar

NascimentosEditar

FalecimentosEditar

Epacta e idade da LuaEditar

Epacta gregoriana 15
Idade da Lua Letra q

Por tema

Referências

  1. Campos, Alfredo Luís Campos, Memória da Visita Régia à ilha Terceira - 1 de julho de 1901. Publicado em Angra Heroísmo pela "Imprensa Municipal" em 1903, pág. 283.
  2. Peste bubónica provoca cerca de 7 500 mortos na ilha Terceira, dos cerca de 30 mil que infectou, levando a que o ano de 1599 ficasse conhecido como o "ano do mal" já que a epidemia de "antrazes" dizimou boa parte da população da ilha, apenas poupando poucas localidades, como foi o caso de uma área da freguesia de Santa Luzia que não foi afetada pela doença e que por esse motivo passou a denominar-se Posto Santo, local que atualmente é uma freguesia desse nome. Foi um dos anos mais trágicos da história da ilha Terceira, encerrando uma época na qual em menos de duas décadas, para além da doença, a guerra, com o terrível saque da ilha e em particular da cidade de Angra e mortandade que se seguiu à entrada em Angra das forças castelhanas, e a fome marcaram a sua presença.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 1600