Cneu Minício Faustino (cônsul em 117)

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o cônsul sufecto em 117. Para o cônsul sufecto em 91 e seu pai, veja Cneu Minício Faustino.

Cneu Minício Faustino (em latim: Gnaeus Minicius Faustinus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto em 117 com um colega de nome desconhecido[1]. Era filho de Cneu Minício Faustino, cônsul em 91. Antes de seu consulado, foi legado imperial propretor da Trácia entre 114/115 e 116/117. Supõe-se que ele seria a pessoa citada numa inscrição no anfiteatro romano de Filipópolis atestando seu patrocínio[2].

Cneu Minício Faustino
Cônsul do Império Romano
Consulado 117 d.C.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Lúcio Fundânio Lamia Eliano

com Sexto Carmínio Veto
com Tibério Júlio Segundo (suf.)
com Marco Egnácio Marcelino (suf.)
com Décimo Terêncio Genciano (suf.)
com Lúcio Estácio Áquila (suf.)
com Caio Júlio Alexandre Bereniciano (suf.)

Quinto Aquílio Níger
117

com Marco Rébilo Aproniano
com Lúcio Cossônio Galo Vecílio Crispino Mansuânio Marcelino Numísio Sabino (suf.)
com Públio Afrânio Flaviano (suf.)
com Cneu Minício Faustino (suf.)

Sucedido por:
'Adriano II

com Cneu Pedânio Fusco Salinador
com Belício Tebaniano (suf.)
com Caio Umídio Quadrado Sertório Severo (suf.)
com Lúcio Pompônio Basso (suf.)
com Tito Sabínio Bárbaro (suf.)


Referências

  1. Werner Eck, "Konsuln des Jahres 117 in Militärdiplomen Traians mit Tribunicia Potestas XX", Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik, 185 (2013), pp. 235–238
  2. N. Sharankov. Unknown Governors of Provincia Thracia Late I - Early II Century AD, Zait. fur Pap. und Epi., 2005, p. 235–243.