Concurso Internacional de Caricaturas sobre o Holocausto

Concurso Internacional de Caricaturas sobre o Holocausto foi um evento organizado em 2006 em Teerã pela Casa da Caricatura do Irão e pelo jornal iraniano Hamshahri em resposta às caricaturas de Maomé publicadas na Dinamarca pelo jornal dinamarquês Jyllands-Posten. O concurso, que teve como tema central o limite da liberdade de expressão, deu lugar à mostra de 204 obras vindas de todo o mundo, em exposição no Museu de Arte Contemporânea de Teerã.[1]

Desenho de Carlos Latuff, vencedor do segundo lugar

O primeiro lugar foi concedido ao marroquino Abdellah Derkaoui, com a charge de um tanque israelense levantando um muro com a imagem do campo de extermínio de Auschwitz diante da Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém. [2]

O brasileiro Carlos Latuff obteve o segundo lugar com um desenho que retrata um palestino em desespero diante do muro da Cisjordânia, usando o uniforme dos prisioneiros de campos de concentração nazistas. No uniforme, aparece o Crescente, um símbolo muçulmano, em vez da Estrela de David, símbolo do judaísmo, que era usada pelos prisioneiros judeus nos campos de concentração nazistas.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Diário de Notícias: "Caricatura do Holocausto abre concurso iraniano"». Consultado em 7 de abril de 2015. Arquivado do original em 13 de abril de 2015 
  2. a b «The Results of Holocaust Cartoon Contest - 2006». Arquivado do original em 18 de dezembro de 2006  (em inglês)