Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Convenções de Genebra.
Disambig grey.svg Nota: Para outros eventos similares, veja Conferência de Genebra.
A Conferência de Genebra.

A Conferência de Genebra (26 de abril a 20 de julho de 1954)[1] ocorreu em Genebra, na Suíça, cujo objetivo era tentar encontrar uma forma de resolver as questões pendentes sobre a península coreana e unificar o Vietnã e discutir a possibilidade de restaurar a paz na Indochina.[2] A União Soviética, os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e a República Popular da China foram participantes durante toda a conferência, enquanto que vários países relacionados com as duas questões também foram representados durante a discussão das respectivas questões,[3] que incluiu os países que enviaram tropas através das Nações Unidas para a Guerra da Coreia e os diferentes países que concluíram a Primeira Guerra da Indochina, entre a França e o Việt Minh.

A parte da conferência sobre a questão coreana terminou sem adotar quaisquer declarações ou propostas. Na Indochina, a conferência produziu um conjunto de documentos conhecidos como os Acordos de Genebra. Estes acordos separaram o Vietnã em duas zonas, uma zona norte a ser governada pelo Việt Minh, e uma zona sul a ser regida pelo Estado do Vietnã, então chefiada pelo ex-imperador Bảo Đại. Na "Declaração Final da Conferência", emitida pelo presidente britânico da conferência, incluía a condição que "eleições gerais" supervisionadas internacionalmente, seriam realizadas em julho de 1956, para criar um Estado vietnamita unificado. Embora apresentado como uma visão de consenso, apenas a França e o Vietnã do Norte assinaram a declaração, a primeira porque pretendia restabelecer o domínio colonial ou, pelo menos neocolonial, o segundo porque esperava ganhar tempo para reforçar a sua posição no norte e eventualmente ganhar as referidas eleições. O documento não foi aceito pelos delegados do Vietnã do Sul e dos Estados Unidos. Além disso, três acordos de cessar-fogo separados, cobrindo Camboja, Laos e Vietnã, foram assinados na conferência.

Índice

AntecedentesEditar

Em 18 de fevereiro de 1954, na Conferência de Berlim, os participantes concordaram que "o problema da restauração da paz na Indochina também será discutido na Conferência [sobre a questão Coreana] para quais representantes dos Estados Unidos, França, Reino Unido, União das Repúblicas Socialistas Soviéticas e da República Popular da China e outros estados interessados serão convidados".[4][4]:436

A conferência foi realizada no Palácio das Nações em Genebra, a partir de 26 de abril de 1954. O primeiro item da agenda foi a questão coreana a seguir pela Indochina.[4]:549


 
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o. Mais informações podem ser encontradas nos artigos correspondentes noutras línguas e também na página de discussão.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Young, Marilyn (1991). The Vietnam Wars: 1945-1990. New York: HarperPerennial. 41 páginas. ISBN 978-0-06-092107-1 
  2. «Indochina - Midway in the Geneva Conference: Address by the Secretary of State». Yale Law School. Avalon Project. 7 de maio de 1954. Consultado em 29 de abril de 2010 
  3. «The Geneva Conference». Ministry of Foreign Affairs of the People's Republic of China. 17 de novembro de 2000 
  4. a b c Logevall, Fredrik (2012). Embers of War: The Fall of an Empire and the Making of America's Vietnam. [S.l.]: random House. ISBN 978-0-679-64519-1 

Ligações externasEditar