Demétrio II Nicátor

Demétrio II Nicátor (? — 125 a.C.) foi um rei selêucida, filho de Demétrio I Sóter e possivelmente Laódice V. Demétrio governou o Império Selêucida por dois períodos, separados por vários anos de cativeiro na Pártia, primeiro de setembro de 145 a.C. a julho/agosto de 138 a.C., e novamente de 129 a.C. até sua morte em 125 a.C. Seu irmão Antíoco VII Sideta governou o Império Selêucida no ínterim entre seus dois reinados.

Demétrio II Nicátor
Nascimento 161 a.C.
Morte 125 a.C.
Tiro
Cidadania Império Selêucida
Progenitores
Cônjuge Rodoguna da Pártia, Cleópatra Teia
Filho(s) Antíoco VIII Filómetor, Seleuco V Filómetor
Irmão(s) Antíoco VII Sideta
Ocupação soberano

Demétrio participou da Batalha de Antioquia, em que morreram Alexandre Balas e Ptolemeu VI Filómetor.[1] Ele continuou a guerra, e derrotou Antíoco VI; no ano seguinte ele juntou as tropas na Babilônia para atacar Ársaces. No ano seguinte, ele foi capturado por Ársaces.[1] Ele permaneceu prisioneiro por dez anos, e voltou para reinar na Síria.[2] Demétrio atacou o Egito, mas teve que se retirar quando encontrou a oposição de Ptolemeu Fiscão.[2]

Ptolemeu instalou Alexandre Zabinas como rei da Síria; Demétrio foi derrotado em uma batalha perto de Damasco, tentou fugir para Tiro, que recusou sua entrada, e foi morto ao tentar escapar de barco. Demétrio foi sucedido por seu filho Seleuco, que morreu logo depois, e foi sucedido por Antíoco, outro filho de Demétrio.[2]

Referências

  1. a b Eusébio de Cesareia, Crônica, 96, Os reis da Ásia Menor após a morte de Alexandre, o Grande
  2. a b c Eusébio de Cesareia, Crônica, 97, Os reis da Ásia Menor após a morte de Alexandre, o Grande

Precedido por
Alexandre Balas
Rei Selêucida
Dinastia Selêucida
Sucedido por
Antíoco VI