Abrir menu principal
Deutsche Bank AG
Torres gêmeas do Deutsche Bank - a sede do banco. Frankfurt, Alemanha
Empresa de capital aberto
Cotação
Atividade
Fundação 22 de janeiro de 1870 (1870-01-22)
Sede Torres gêmeas da Deutsche Bank, Frankfurt, Alemanha
Área(s) servida(s) Mundo
Pessoas-chave
Empregados 97,535 (2017)[2]
Produtos banco de varejo, banco comercial, finanças e seguros, banco de investimento, contrato de mútuo, private banking, private equity, poupanças, valores mobiliários, gestão de ativos, gestão de riqueza, cartões de crédito
Ativos Baixa 1.475 trilhões (2017)[2]
Lucro Aumento −€735 milhões (2017)[2]
Faturamento Baixa €26.447 bilhões (2017)[2]
Website oficial db.com

O Deutsche Bank (em português: "Banco Alemão") é uma das maiores instituições financeiras do mundo. Foi fundado em 22 de janeiro de 1870, em Berlim, para promover e facilitar as relações de comércio entre a Alemanha e os mercados internacionais.[3][4] É o maior banco alemão e também um dos maiores bancos da Europa, podendo se tornar o terceiro caso a fusão com o Commerzbank se concretize. Seu primeiro Presidente foi Georg von Siemens.[5] Em um cenário de crescente globalização da economia mundial, o Deutsche Bank está presente em mais de 70 países, com fluxos de receitas substanciais de todas as principais regiões do mundo.

Nas Américas do Sul e Central, o Deutsche Bank começou sua atuação com o nome de “Banco Alemão Transatlântico”, que pertencia a uma subsidiária do Deutsche Bank, o Deutsche Ueberseeische Bank (Banco Alemão Ultramarino), fundado em Berlim em 2 de outubro de 1886.

Sua primeira filial na América Latina foi criada em Buenos Aires. Posteriormente, foram instaladas filiais no Chile, em 1889; no México, em 1902; no Peru, em 1905; na Bolívia, em 1905, no Uruguai, em 1906, e no Brasil, em 1911.[4]

Em dezembro de 2015, o Deutsche Bank contava com mais de 100 mil funcionários em 73 países, com 2.790 filiais ou agências pelo mundo.[6] A Deutsche Bank tem bases fortes em todos os principais mercados emergentes, incluindo a região da Ásia-Pacífico, Europa Central e Oriental e América Latina. Na Alemanha o Deutsche Bank tem 1.827 sucursais com 45.757 empregados.

A partir de 2014, o banco suspendeu suas atividades na Rússia, em razão do embargo imposto pela União Europeia e pelos Estados Unidos àquele país, para forçar a resolução da crise na Ucrânia.[7][8]

Deutsche Bank em PortugalEditar

Em 1978, o Grupo Deutsche Bank AG iniciou suas atividades em Portugal, através da MDM, uma sociedade de consultoria financeira, a qual, em 1983 foi transformada em sociedade de investimento. Em 1990 foi criado o Deutsche Bank de Investimento S.A., com sede em Lisboa, resultante da transformação da MDM em banco de investimento. Em 1997, deu-se início ao desenvolvimento das áreas de private banking e crédito ao consumidor; no final de 1999, foi iniciado o crédito à habitação para particulares. Entretanto, ainda em 1999, o Deutsche Bank de Investimento S.A. deu lugar ao Deutsche Bank (Portugal) S.A.. Em outubro de 2002, nasce, formalmente, no Deutsche Bank de Portugal, a área de Private & Business Clients. Atualmente, a rede do Deutsche Bank em Portugal é composta por 51 balcões próprios e 24 agências de promotores, oferecendo uma ampla gama de produtos e serviços a empresas e particulares.[9]

O processo de conversão do Deutsche Bank (Portugal) S.A. em Deutsche Bank AG Sucursal em Portugal, se realizo em Julho de 2011. Deutsche Bank foi nomeado Melhor Banco Global pela revista Euromoney em seus prêmios anuais de excelência 2011. Tem um total de 55 balcões próprios, que representa cerca de 85% do negócio da banca de retalho.[10] O sede esta na Rua Castilho 20, em Lisboa.[11]

Em março de 2018 foi anunciada a venda do Deutsche Bank Portugal para o grupo espanhol Abanca Corporación Bancaria S.A.[12]

Deutsche Bank no BrasilEditar

Desde agosto de 1911 o grupo Deutsche Bank AG atua no Brasil, com um filial no Rio de Janeiro, e em 2013 em São Paulo, através da Deutsche Ueberseeische Bank (Banco Alemão Ultramarino), fundado em Berlim em 2 de outubro de 1886. Em 1977/1978 o Deutsche Bank na Alemanha incorpora o Deutsche Ueberseeische Bank (Banco Alemão Transatlântico), e sua filial em São Paulo passa a operar oficialmente com o nome Deutsche Bank.[13][14] Em 18 de março de 1994 o Deutsche Bank se transformou numa subsidiária independente no Brasil, sob o nome de Deutsche Bank S.A., com sede na Avenida Brigadeiro Faria Lima em São Paulo.[15]

Reavaliando sua atuação no Brasil, em 2018, o banco alemão busca focar no mercado de dívida, especialmente para empresas no país com perfil internacional. Visando essa mudança, o Deutsche Bank mudou o comando de suas operações no Brasil passando a presidência de Renato Grelle para Maitê Leite.[16][17]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Ewing, Jack (8 de abril de 2018). «Deutsche Bank Replaces C.E.O. Amid Losses and Lack of Direction». The New York Times. Consultado em 8 de abril de 2018 
  2. a b c d «Deutsche Bank Annual Report 2017» (PDF). Deutsche Bank. Março de 2018. Consultado em 16 de março de 2018 
  3. «BFA recebe 9º prémio consecutivo de banco de origem alemã - Economia - Angola Press - ANGOP». http://www.angop.ao. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  4. a b Bank, Deutsche. «Deutsche Bank – Histórico». www.db.com. Consultado em 24 de abril de 2018 
  5. «Corporate Profile Deutsche Bank». Annualreport.deutsche-bank.com. Consultado em 23 de março de 2015 
  6. «Global Network Deutsche Bank». Db.com. Consultado em 23 de março de 2015 
  7. Crise na Ucrânia: EUA e UE ampliam sanções contra Rússia. BBC, 16 de julho de 2014.
  8. As relações comerciais entre Rússia e União Europeia e os impactos da crise na Ucrânia. Por Joana B. Vaccarezza, Rafaela P. Serpa e Valeska F. Monteiro. Revista Perspectiva v. 7, n. 13 (2014).
  9. DEUTSCHE BANK PORTUGAL, jornaldenegocios.pt, 19 dezembro 2010
  10. «Portugal não vai ser afectado pelos fortes cortes do Deutsche Bank». Econômico. economico.sapo.pt. 29 de outubro de 2015. Consultado em 29 de outubro de 2015 
  11. «As localidades do Deutsche Bank em Portugal» (em alemão). Tools.deutsche-bank.de 
  12. «Deutsche Bank vende negócio de retalho em Portugal a espanhóis da Abanca». Jornal de Negócios. 27 de março de 2018. Consultado em 23 de março de 2018 
  13. «História da Deutsche Bank no Brasil». Db.com. Consultado em 23 de março de 2015. Arquivado do original em 24 de janeiro de 2013 
  14. «Deutsche Bank – Histórico». www.db.com. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  15. «Localidade do Deutsche Bank em São Paulo» (em alemão). Tools.deutsche-bank.de. Consultado em 23 de março de 2015 
  16. «Deutsche Bank vai voltar a acelerar no Brasil em 2018». Época Negócios. 13 de dezembro de 2017. Consultado em 23 de abril de 2018 
  17. «Maitê Leite assume presidência do Deutsche Bank no Brasil». 15 de março de 2018. Consultado em 23 de abril de 2018 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Deutsche Bank


  Este artigo sobre um banco ou instituição financeira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.