PricewaterhouseCoopers

A PwC, antigamente conhecida como PricewaterhouseCoopers, é um rede de firmas independentes e uma das maiores multinacionais de consultoria e auditoria do mundo, que estão presente em 158 territórios, com mais de 250 mil profissionais dedicados à prestação de serviços em auditoria e asseguração, consultoria tributária e societária, consultoria de negócios e assessoria em transações. A firma faz parte do seleto grupo apelidado de "Big Four" de empresas de consultoria e auditoria.

PwC - PricewaterhouseCoopers
Sociedade Limitada
Atividade Serviços Profissionais
Fundação 1849 (174 anos)
Sede Nova Iorque e Londres
Área(s) servida(s) Mundo
Pessoas-chave Robert Moritz (CEO)
Marco Castro (Sócio-presidente no Brasil)
Empregados 250.930 (2018)
Serviços Auditoria
Consultoria Tributária
Consultoria em Gestão de Riscos Empresariais
Corporate Finance
Consultoria Empresarial
Website oficial https://www.pwc.com.br/

A fundação da Price & Co. foi em 1849, Londres. Com a fusão da Price & Co. com Waterhouse houve uma mudança do nome, mas a expansão geográfica da firma começou em 1906. No Brasil, tivemos a abertura do primeiro escritório em 1915. Só em 1998 tivemos a fusão com da Price Waterhouse com a Coopers & Lybrand, resultando no nome PricewaterhouseCoopers, que em 2010 virou PwC. Além disso, a firma teve a aquisição da Booz & Co. hoje Strategy&, braço de consultoria da firma, em 2013.

Há mais de 100 anos no país, a PwC Brasil conta com cerca de 5 mil profissionais, distribuídos em 17 escritórios em todas as regiões brasileiras.

Em 2019, a PwC anunciou que iria investir US$ 3 bilhões em treinamento para todos os seus 275 000 funcionários em três a quatro anos. Isso equivale a US$ 3.636 a US$ 2.727 por funcionário anualmente, dependendo do cronograma final. Os US$ 3 bilhões seriam divididos em quatro frentes: o investimento necessário para afastar os funcionários dos clientes e colocá-los nas salas de aula, o desenvolvimento de ferramentas de treinamento digital, a implantação de funcionários em projetos comunitários que espalham as mesmas técnicas e o aproveitamento de parcerias existentes.[1]

Em 2023, a empresa se envolveu em um escândalo ao aprovar o balanço das Americanas com inconsistências superiores a R$ 20 bilhões causando enormes prejuízos aos acionistas da empresa.[2][3][4][5][6][7] No passado, a PwC já havia 'falhado' em identificar inconsistências nas finanças da Petrobras, JBS, Evergrande, dentre outras.[7][8][9][10]

Ligações externasEditar

Referências

  1. «PwC's global chairman announces a $3 billion investment in job training». Business Insider (em inglês). 30 de setembro de 2019. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  2. «Americanas: veja a cronologia do caso, das 'inconsistências contábeis' à recuperação judicial». G1. 19 de janeiro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  3. «Auditora da Americanas, PwC não identificou problemas na última auditoria completa, de 2021». Valor Econômico. Consultado em 13 de janeiro de 2023 
  4. «Caos na Americanas (AMER3): mercado fica perplexo com notícias de rombo contábil de R$ 20 bi e saída precoce de Rial». Seu Dinheiro. 11 de janeiro de 2023. Consultado em 13 de janeiro de 2023 
  5. «Auditores da PwC serão investigados no caso da Americanas (AMER3) por Conselho». InfoMoney. 13 de janeiro de 2023. Consultado em 13 de janeiro de 2023 
  6. «Americanas: acionistas minoritários querem PwC criminalmente responsabilizada por rombo». ADVFN News. 20 de janeiro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  7. a b «PwC na berlinda: investidores questionam auditoria de Americanas (AMER3) e IRB (IRBR3)». Estadão E-Investidor. 13 de janeiro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  8. «ROMBO NAS AMERICANAS: Como na Lava Jato, ter contas auditadas não significa estar livre de problemas na contabilidade». Jornal do Commercio. UOL. 13 de janeiro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  9. «Acusada de ignorar rombo na Petrobras, PwC aprovou contas da Evergrande». Monitor do Mercado. 24 de setembro de 2021. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  10. «Auditoria que não viu rombo nas Americanas esteve em outros escândalos». Yahoo Notícias. 13 de janeiro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.