Discussão:Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2022

Adicionar tópico
Discussões ativas

Nomes das equipes nas tabelas de resultadosEditar

Como é possível ver no histórico do artigo, há uma divergência de opinião no que se refere a aplicação dos nomes das equipes e seus respectivos motores. Por isso, venho aqui propor uma discussão com objetivo de chegarmos a um consenso. Abaixo, separo a discussão em dois tópicos. Por favor deixe sua opinião. CidCN (discussão) 22h34min de 25 de abril de 2022 (UTC)

Fornecedores de motoresEditar

De acordo com a listagem oficial da FIA, as equipes são nomeadas com o nome da construtora do chassi e em sequência o nome da fornecedora dos motores (ex.: Alfa Romeo-Ferrari). Me parece redundante designar a equipe Red Bull como Red Bull-RBPT, uma vez que "RBPT" faz referência à própria Red Bull (Red Bull Powertrains). Será que não faz mais sentido manter apenas Red Bull, assim como acontece com Ferrari e Mercedes, que também produzem seus próprios motores?

  Concordo em manter as equipes que fornecem os próprios motores sem hifenização. CidCN (discussão) 22h34min de 25 de abril de 2022 (UTC)
  Discordo por ser casos diferentes. Apesar da Red Bull ter assumido o motor Honda, ao contrário de Ferrari e Mercedes, ela não se inscreveu na Federação Internacional de Automobilismo como uma "equipe de fábrica" e registrou seu motor — que ainda é fabricado pela Honda — como RBPT, sigla da sua divisão de motores. De acordo com notícias que vi há alguns meses, a Red Bull Racing optou por não se inscrever como fabricante de seu próprio motor porque ela tem pretensões de construir seus propulsores a partir da temporada de 2026. Dessa forma, a equipe poderá receber os benefícios que os novos construtores receberão quando o novo regulamente de motor for introduzido na referida data. Com isso e, inquestionavelmente, o nome de construtor da equipe Red Bull inscrito na FIA é "Red Bull Racing-RBPT" como pode ser visto aqui. Portanto, como oficialmente o construtor do motor da equipe é a RBPT, é de extrema importância que esta informação seja incluída no nome de construtor da equipe. SEPRodrigues 01h46min de 26 de abril de 2022 (UTC)

  Comentário Caro proponente @Cidcn: infelizmente não fui convocado para opinar nesta discussão quando a mesma foi aberta, razão pela qual manifesto-me apenas no dia de hoje. Mas indo ao que interessaː pelo que entendi, esta discussão visa evitar "redundâncias" ao inserirmos equipes como Ferrari, Mercedes e Renault na tabela de resultados "duplicando" o nome das mesmas. A meu ver, quando uma equipe fabrica seus próprios motores (casos já citados) o nome deve constar apenas uma vez, mas no caso de equipes cujo fornecedor de motores varia com o tempo, uma nomeação "composta" deve ocorrer (McLaren-Ford, McLaren-Honda ou McLaren-Mercedes, conforme a época), assim como, se uma mesma equipe adota nomes diferentes para o carro e o motor (Alpine-Renault, por exemplo) essa dicotomia deve aparecer. Em se tratando da Red Bull/AlphaTauri poderia haver uma adaptação para Red Bull/AlphaTauri-Powertrains. Caso meu entendimento vá ao encontro de sua proposição, peço que manifeste-se aqui. Skartaris (discussão) 16h55min de 1 de junho de 2022 (UTC)

Simplificação dos nomes das equipes nas tabelas de resultadosEditar

De acordo com a listagem oficial da FIA, algumas equipes (como a Aston Martin) aparecem com o nome do seu patrocinador. Não parece desnecessário e até um certo preciosismo colocar o nome completo da equipe nas tabelas de resultados apenas por que consta no documento de inscrição da entidade, uma vez que os nomes oficiais já aparecem na tabela inicial?

  Concordo com a adoção dos nomes simplificados nas tabelas de resultados. Dessa forma ocupa menos espaço, fica mais simples e agradável visualmente. Sem falar que os nomes das equipes podem mudar em cada inscrição e a forma simplificada fica mais fácil de associar à cada equipe. CidCN (discussão) 22h34min de 25 de abril de 2022 (UTC)
  Discordo com a adoção do nome simplificado da Aston Martin na tabela "Pilotos e equipes" por ser o nome oficial de construtor da equipe. Portanto, é uma informação relevante que deve ser mantida. Porém, me abstenho em ralação as tabelas de resultados. SEPRodrigues 13h30min de 26 de abril de 2022 (UTC)

  Comentário Pelo que entendi da proposição, trata-se de um ajuste a ser feito na seção "Pilotos e equipes". Opino que na coluna "equipe" o nome de cada time deve observar o nome da equipe e de seu patrocinador como vemos na página sobre 2022. Contudo, na coluna "construtor" deveriam constar apenas o nome da equipe e da fornecedora de motores e quando uma equipe fabricar seus próprios motores (vide exemplo acima) deve-se escrever apenas o nome da equipe, portanto, nada de "Aston Martin Aramco-Mercedes" ali, e sim "Aston Martin-Mercedes". Então, caro @Cidcn:, indago, para evitar interpretações dissonantes, é este o sentido da proposição? Skartaris (discussão) 17h13min de 1 de junho de 2022 (UTC)

Regressar à página "Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2022".