Divisão administrativa dos territórios poloneses após as partições

Este artigo abrange a evolução da administração dos territórios adquiridos após as três partições da Polônia ainda no final do século XVIII pelo Império Austríaco, o Reino da Prússia e o Império Russo, no período 1772-1918. Essas mudanças foram ainda mais complicadas devido às mudanças internas nesses Estados e periódicos recriações de alguma forma do próprio Estado polonês.

Mudança territorial da Galícia, 1772-1918
Crescimento da Prússia. Os territórios em amarelo são os conquistados durante as partições da Polônia
Império Alemão (1871-1918)

Ele não abrange as divisões administrativas dos dois principais Estados poloneses do século XIX - divisão administrativa do Ducado de Varsóvia (1807-1815) e a divisão administrativa do Congresso da Polônia (1815-1918). Para a divisão administrativa da República das Duas Nações antes de sua terceira e final partição, consulte a divisão administrativa da República das Duas Nações.

Partição austríacaEditar

O Império Austríaco (conhecido a partir de segunda metade do século XIX como Império Austro-Húngaro) adquiriu os territórios poloneses na primeira (1772) e terceira (1795) partições da Polônia e dividiu os ex-territórios da República que obteve em:

Partição prussianaEditar

O Reino da Prússia (conhecido a partir de segunda metade do século XIX como Império Alemão) adquiriu os territórios poloneses em todas as três partições e dividiu os ex-territórios da República que obteve em:

Partição russaEditar

O Império Russo que adquiriu os territórios do Reino da Polônia, bem como do Grão-Ducado da Lituânia em todas as três partições, dividiu os ex-territórios da República das Duas Nações e criou ou ampliou as seguintes guberniyas:

Após o Congresso de Viena, em 1815, o Império Russo criou uma entidade separada chamada Congresso da Polônia a partir de algumas das guberniyas acima. Veja a divisão administrativa do Congresso da Polônia para mais detalhes.

Os territórios da partição russa que não foram incorporados ao Congresso da Polônia ficaram oficialmente conhecidos por Krai Ocidental, e na Polônia por "terras tomadas" (em polonês: ziemie zabrane).

A Krai Ocidental compreendia as seguintes terras da República das Duas Nações:

Era composta por nove guberniyas: seis bielorrussas e lituanas que constituíam a Krai Noroeste (guberniya de Vilna, guberniya de Kovno, guberniya de Grodno, guberniya de Minsk, guberniya de Mogilev e guberniya de Vitebsk) e três ucranianas que constituíam a Krai Sudoeste (guberniya da Volínia, guberniya da Podolia e guberniya de Kiev).