Abrir menu principal

Domécio de Bizâncio

Domécio foi o 23.º bispo de Bizâncio, de 272 a 284, sucedendo ao bispo Tito e tendo sido seguido pelo bispo Rufino I à frente da Igreja de Bizâncio[1].

Domécio parece ter sido irmão do imperador romano Probo (276-282), tendo fugido de Roma para Bizâncio durante uma perseguição movida aos cristãos. Foi ordenado presbítero pelo bispo de Bizâncio, Tito, e após a morte daquele, em 272, foi feito bispo da cidade. Após a sua morte, dois dos seus filhos, Probo e Metrófanes, viriam sucessivamente a ocupar a cadeira episcopal.

Acredita-se que ele tenha construído a quarta sede episcopal em Bizâncio, uma igreja dedicada à Santa Eufêmia[2]. Outra fonte reputa este feito ao primeiro bispo a morar em Bizâncio, São Castino[3].

Ver tambémEditar

Domécio de Bizâncio
(272 - 284)
Precedido por:  

Patriarcas ecumênicos de Constantinopla

Sucedido por:
Tito 23.º Rufino I

Referências

  1. «Dometius» (em inglês). Site oficial do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla. Consultado em 3 de abril de 2011 
  2. «Bishops/Patriarchs of Constantinople» (em inglês). Byzantine Studies Page, Fordham University. Consultado em 3 de abril de 2011 
  3. «Castino» (em inglês). Site oficial do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla. Consultado em 3 de abril de 2011 
  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.