Abrir menu principal

Editora Expressão e Cultura

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Editora Expressão e Cultura foi uma editora brasileira sediada no Rio de Janeiro. Teve atuação destacada nas décadas de 1960 e 1970. Ivan Junqueira atuou como supervisor editorial.[1] e Lara de Lemos participou de seu conselho editorial[2]. Mais cedo , a empresa passou a ser afetada pelos problemas no Grupo Gilberto Huber do qual fazia parte. Em um de seus últimos projetos, a editora lançou em 2001 a Coleção Páginas Amarelas, composta de edições de bolso (a R$ 1 cada) de clássicos da literatura brasileira e obras de referência.[3]

Autores publicadosEditar

Referências