Eduardo Monteiro

professor universitário e pesquisador ativo no Brasil

Eduardo Henrique Soares Monteiro (Rio de Janeiro, 1966) é um pianista de concerto brasileiro e professor universitário de piano. É considerado um dos expoentes do piano no Brasil,[1][2][3] tendo verbetes dedicados a ele na Enciclopédia da música brasileira: erudita, folclórica e popular [4] e no Dicionário Biográfico de Música Erudita Brasileira. [5]

Eduardo Monteiro
Nascimento 1966
Rio de Janeiro
Residência Brasil
Cidadania Brasil
Alma mater
Ocupação pianista, professor universitário, investigador
Empregador Universidade de São Paulo, Universidade de São Paulo, Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Página oficial
http://eduardomonteiro.com.br/index.php?lang=port

Formação MusicalEditar

Aos nove anos de idade, Eduardo Monteiro inicia seus estudos de piano com Clélia Nunes Meirelles. Em 1977, aos onze anos, é admitido no curso técnico da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Nesta época figuraram entre suas primeira professoras Ziláh Moura Brito, Esther Naiberger e Myrian Dauelsberg. No início da década de 1980, participa do curso Alta interpretação pianística, e entra em contato com professores como Edson Elias e Luiz Henrique Senise.[6]

Em 1987, graduou-se em Música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) obtendo o título de bacharel em piano e, em 1993 na mesma universidade, o de título de mestre em Instrumento de teclado com a dissertação Ensaio interpretativo sobre Ondine do Gaspard de la Nuit de Ravel, orientado por Myrian Dauelsberg.[7][6]

Em 1996, foi um dos pianistas selecionados pela Fondazione Internazionale per il Pianoforte, no Lago de Como, Itália, para participar dos cursos de Alta interpretação pianística, que forem realizados em 1996 e 1997, com os professores Alexis Weissemberg, Leon Fleisher, Dmitri Bashkirov, Fou Ts'ong, Karl-Ulrich Schnabel, Rosalyn Turek, Charles Rosen e Moura Lympany.[8][9][6]

Em 2000 defendeu sua tese de doutorado em História da música e musicologia na Sorbonne, orientado por Louis Jambou com a tese Henrique Oswald (1852-1931): un compositeur brésilien au-délà du nationalisme musical: l'exemple de sa musique de chambre avec piano, sobre a música de câmara com piano do compositor brasileiro Henrique Oswald.[10] Continuou seus estudos na New England Conservatory of Music (NEC), Estados Unidos, com Wha Kyung Byun.[7][6]

Em 2009 defendeu tese de livre-docência, Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), com o título Edição crítica do quintetto op. 18 de Henrique Oswald.[7]

CarreiraEditar

É professor no Departamento de Música da ECA/USP desde 2002, onde desenvolve trabalho de formação com jovens pianistas e orienta pesquisas na área de interpretação pianística e música brasileira em geral. Entre seus alunos está Cristian Budu, que aos 25 anos venceu uma das mais importantes competições de piano, o concurso internacional Clara Haskil na Suíça.[11][12]

Desde 2021 é vice-diretor da ECA-USP, onde também foi diretor entre os anos no período de 2017 a 2020.[13][14]

Monteiro foi solista das principais orquestras do Brasil e do exterior sob a regência de maestros como:

Dentre seus recitais solo constam apresentações no Teatro Municipal de Niterói, em comemoração aos 100 anos de fundação do Instituto Vital Brazil (2019),[17] Charleston Academy of Music (2015),[18] Opera House da Universidade de Houston (2012), Grande Sala do Conservatório Tchaikovsky de Moscou (2007)[19] Wigmore Hall de Londres (2003 e 2007),[20][21] Sala Verdi de Milão (1994), entre outros.[3]

Participou de festivais como o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão[22], o Texas Music Festival[23] e o Rio Folle Journée[24], tendo realizado o concerto de abertura nestes dois últimos.

Em 2007, criou e dirigiu a série de recitais Piano Solo, promovendo encontro de solistas consagrados com jovens talentos que se apresentaram na abertura de cada concerto, os quais foram realizados na Sala Cecília Meireles (Rio de Janeiro), e na Sala Promon e Teatro Municipal, ambos em São Paulo.[25][26] Desde de 2011 faz parte do conselho editorial da Revista Música.[27]

Em 2013 foi produtor e apresentador do programa A linguagem pianística no período clássico, transmitido pela Rádio Cultura FM de São Paulo, que discutia aspectos da linguagem musical do repertório composto para piano no período clássico, especialmente por Haydn, Mozart e Beethoven.[1]

DiscografiaEditar

Em 2005 gravou seu primeiro CD Eduardo Monteiro - piano, registro do recital realizado no Teatro Cultura Artística de São Paulo, em comemoração aos dez anos da Revista Concerto.[28]

Seu CD Piano music of Brazil, gravado pelo selo inglês Meridian Records, foi lançado em recital no Wigmore Hall (Londres) em 2007. Bem recebido pela crítica especializada nacional e internacional, o CD inclui uma seleção de obras para piano de diversos períodos e estilos trazendo um panorama da produção de música erudita brasileira para piano no século XX.[29][30][31][12][32]

Sob a regência de André Cardoso e acompanhado pela Orquestra Sinfônica da Escola de música da UFRJ gravou, em 2003, o CD Leopoldo Miguez e Henrique Oswald, lançado pela Fundação Universitária José Bonifácio. Nesta obra, Eduardo Monteiro interpreta o Andante com Variações para piano e orquestra, de Henrique Oswald.[33] Em 2013, gravou outro CD dedicado à obra de música de câmara de Henrique Oswald, com a colaboração do Ensemble São Paulo. Segundo Eduardo Monteiro, este álbum reúne algumas das peças mais significativas da obra camerística de Henrique Oswald.[34][35]

Em 2010, participou da série Piano: uma história de 300 anos, lançada em DVD pelo selo SESC, no ano seguinte.[36]

É um notável intérprete do compositor Almeida Prado, que lhe dedicou sua Balada nº4.[37] Sua gravação das Cartas Celestes Vol.1 (2000) de Prado foi difundida na Rádio Cultura em homenagem à morte do compositor em 2010.[38]

PrêmiosEditar

  • 2005 - 10º Prêmio Carlos Gomes, Melhor Pianista.[39][40]
  • 2004 - 9º Prêmio Carlos Gomes, categoria Revelação.[41]
  • 1996 - Prêmio Ben Goldberg - VIII Concurso internacional de piano UNISA, Pretória, África do Sul.
  • 1992 - 3º lugar (Prêmio de finalista) - XI Paloma O’Shea Santander International Piano Competition.[42]
  • 1991 - 3º lugar no Concurso Internacional de Piano de Dublin, Irlanda.[6]
  • 1989 - 1o lugar no III Concurso Internacional de Piano de Colônia, Alemanha.[15]
  • 1989 - Prêmio Kawai - Melhor Intérprete de Beethoven (III Concurso Internacional de Piano de Colônia, Alemanha).[7]

Referências

  1. a b «A Linguagem Pianística no Período Clássico - A Linguagem Pianística no Período Clássico - cmais+ O portal de conteúdo da Cultura». Cultura FM. Fundação Padre Anchieta. Consultado em 17 de julho de 2014 
  2. «Ospa apresenta concerto de Beethoven». Portal do Estado do Rio Grande do Sul. 11 de novembro de 2004. Consultado em 6 de julho de 2021 
  3. a b «Eduardo Monteiro, pianista». www.osmc.com.br. 2009. Consultado em 8 de julho de 2021 
  4. Marco Antônio Marcondes (Org.) (1998). Enciclopédia da música brasileira: erudita, folclórica e popular 2ª ed. São Paulo: Art. p. 529 
  5. Olga G. Cacciatore (Org.) (2005). Dicionário Biográfico de Música Erudita Brasileira. Rio de Janeiro: Forense Universitária. p. 282-283 
  6. a b c d e Monteiro, Eduardo Henrique Soares (março 2009). «Memorial: Eduardo Henrique Soares Monteiro» (PDF). Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo ECA/USP. Consultado em 5 de julho de 2021 
  7. a b c d «Currículo do Sistema de Currículos Lattes (Eduardo Henrique Soares Monteiro)». usp.br 
  8. «Concerto reúne Ensemble SP e Eduardo Monteiro». Jornal Cruzeiro do Sul. 22 de outubro de 2011. Consultado em 2 de julho de 2021 
  9. «Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo - Eduardo Monteiro (pianista convidado)». Concertos para Uberlândia. 2005. Consultado em 2 de julho de 2021 
  10. «Catalogue SUDOC». abes.fr 
  11. «Primeiro álbum de Cristian Budu é o destaque de O Que Há de Novo». EBC Rádios. 13 de agosto de 2015. Consultado em 30 de junho de 2021 
  12. a b «Sinfônica terá o pianista Eduardo Monteiro como solista em dois concertos | Notícias | Prefeitura Municipal de Campinas». Prefeitura de Campinas. 16 de maio de 2017. Consultado em 29 de junho de 2021 
  13. Bento, Marisa Aparecida (23 de fevereiro de 2017). «Eduardo Monteiro e Brasilina Passarelli assumem a direção da ECA | ECA - Escola de Comunicações e Artes». www3.eca.usp.br. Consultado em 30 de junho de 2021 
  14. «Diretoria». ECA - Escola de Comunição e Artes. Consultado em 30 de junho de 2021 
  15. a b «Eduardo Monteiro - Piano». Fundação Magda Tagliaferro. 26 de fevereiro de 2015. Consultado em 2 de julho de 2021 
  16. Avelar, Érica (7 de agosto de 2017). «Personalidades de Música - Eduardo Monteiro (Pianista)». Banco Cultural. Consultado em 5 de julho de 2021 
  17. Gandra, Alana (4 de junho de 2019). «Instituto Vital Brazil comemora 100 anos». Agência Brasil. Consultado em 6 de julho de 2021 
  18. Ingle, Peter (7 de março de 2015). «Pianist Eduardo Monteiro Mesmerizes CAM». Charleston Today.net. Consultado em 29 de junho de 2021 
  19. «"Вселенная звука" открывает Бразилию». tvkultura.ru 
  20. Clarke, Colin (2003). «Crítica do concerto S&H - Brahms, Almeida Prado, Albeniz, Prokofiev . Eduardo Monteiro (piano), Wigmore Hall, sexta-feira, 10 de janeiro de 2003 (CC)». Classical Music Web. Consultado em 5 de julho de 2021 
  21. Alker, David (março de 2003). «Eduardo Monteiro at the Wigmore». high beam research. Musical Opinion. Consultado em 15 de Fevereiro de 2015. Arquivado do original em 29 de Março de 2015 
  22. Redação (1 de julho de 2016). «47ª Edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão Brasil Cultura». Brasil Cultura. Consultado em 2 de julho de 2021 
  23. «Calendar - University of Houston (Eduardo Monteiro Masterclass)». University of Houston. 19 de fevereiro de 2019. Consultado em 2 de julho de 2021 
  24. Fradkin, Eduardo (7 de junho de 2008). «Músicos de alto nível tocam para iniciantes e iniciados no Rio Folle Journée». O Globo. O Globo 
  25. «OSUSP recebe o pianista Eduardo Monteiro no concerto de abertura da Série Sala São Paulo – OSUSP – Orquestra Sinfônica da USP». Consultado em 29 de junho de 2021 
  26. «O carioca Eduardo Monteiro encerra a série Piano Solo nesta quarta-feira». O Globo. 11 de dezembro de 2007. Consultado em 29 de junho de 2021 
  27. «Equipe Editorial | Revista Música». www.revistas.usp.br. Consultado em 28 de junho de 2021 
  28. «Recital fulgurante de Monteiro marca comemoração de 10 anos da Revista CONCERTO» (PDF). Concerto - guia mensal de música erudita. Outubro de 2005. p. 5. Consultado em 8 de julho de 2021 
  29. veja "An Evening of Brazilian Piano Music" in International Piano, 2009 (63), 22-25
  30. The Gramophone May 2008 p.95
  31. PERPETUO, IRINEU FRANCO (25 de janeiro de 2008). «Monteiro interpreta brasileiros com excelência». UOL. Folha de S.Paulo. Consultado em 29 de junho de 2021 
  32. Bill Newman 29/03/2008. «All Purpose Pianist. Brazilian Eduardo Monteiro plays at Wigmore Hall and talks to Bill Newman about his varied musical life». mvdaily.com 
  33. «Discografia - Relação parcial de LPs e CDs de Henrique Oswald». Família Oswald. Consultado em 7 de julho de 2021 
  34. «Eduardo Monteiro Pianista». eduardomonteiro.com.br. Consultado em 5 de julho de 2021 
  35. «LAMI012 - MÚSICA DE CÂMARA». Consultado em 19 de Fevereiro de 2019. Arquivado do original em 9 de Junho de 2014 
  36. «DVD Piano - uma história de 300 anos». SESC SP. 28 de fevereiro de 2013. Consultado em 7 de julho de 2021 
  37. «Almeida Prado: catálogo de obras» (PDF). Academia Brasileira de Música. 2018. p. 134. Consultado em 8 de julho de 2021 
  38. «Rádio Cultura FM - Programação». Rádio Cultura FM. 4 de dezembro de 2010. Consultado em 8 de julho de 2021 
  39. «Folha Online - Ilustrada - Acirrado, Prêmio Carlos Gomes elege seus vencedores - 03/10/2005». Folha de S. Paulo - Ilustrada. 3 de outubro de 2005. Consultado em 29 de junho de 2021 
  40. «Confira os ganhadores do prêmio Carlos Gomes - Cultura». Estadão. 7 de outubro de 2005. Consultado em 29 de junho de 2021 
  41. «Folha de S.Paulo - Erudito: Saem vencedores do Prêmio Carlos Gomes - 03/11/2004». Folha de S. Paulo - Ilustrada. 3 de novembro de 2004. Consultado em 29 de junho de 2021 
  42. «Santander International Piano Competition. Competition's History Previous Competitions - XI International Competition 1992». Paloma O'Shea Santander International Piano Competition. Consultado em 2 de julho de 2021 

Ligações externasEditar

Site oficial

Canal no Youtube: Eduardo Monteiro

Produção intelectual de Eduardo Monteiro no Repositório da Produção USP

Currírulo Lattes de Eduardo Monteiro