Educação na Guiana

Educação na Guiana
Flag of Guyana.svg
Responsável

Recursos nacionais para educação ()
Alfabetização () 99,0%
Índice de educação  0.939 (37º no mundo)
PISA 
Leitura
Matemática
Ciência



Diplomas
 • Educação secundária
 • Educação superior


Proporção Aluno x Professor ()
 • Educação primária
 • Educação secundária


A educação na Guiana é mantida pelo governo, através do Ministério da Educação. O sistema de educação da Guiana é similar aos outros países anglófonos da comunidade do Caribe, que são afiliados ao Caribbean Examinations Council (CXC).O sistema educacional foi baseado no antigo sistema educacional britânico. Os estudantes devem fazer o SSEE (exame para entrar na escola secundária) na sexta série. Eles fazem o (CXC) no final da escola secundária. Recentemente eles introduziram o exame CAPE, que todos os outros países caribenhos já possuem. O sistema Advanced Level do antigo sistema britânico praticamente desapareceu e agora é oferecido em apenas algumas poucas escolas (em janeiro de 2007). A razão para o focus insuficiente ou as várias disciplinas pode ser atribuído diretamente as escolhas comuns feitas pelos estudantes de se especializar em áreas similares (matemática/química/física ou geografia/história/economia). Com a remoção do sistema Advanced Level que encorajava essa especialização, espera-se que isso vai atrair mais os estudantes a variar seus estudos.

HistóriaEditar

O sistema educacional da Guiana já foi considerado um dos melhores da América do sul, mas declinou significativamente na década de 1980 por causa da emigração de cidadãos bem-educados, e a falta de incentivo apropriado. Apesar do sistema educacional ter se recuperado um pouco na década de 1990, ele ainda não produz a mesma qualidade de estudantes educados necessários para a Guiana para modernizar sua força de trabalho. O país não possui uma crítica massa de especialistas em várias disciplinas e atividades que dependem delas.

Sistema educacionalEditar

Cobertura e QualidadeEditar

A educação ainda não possui a mesma qualidade de estudantes educados necessários para a Guiana para modernizar sua força de trabalho. O país não possui uma crítica massa de especialistas em várias disciplinas e atividades que dependem delas. O sistema educacional não se focaliza o suficiente no treinamento de ciência e tecnologia, assuntos técnicos e vocacionais, administração de negócios, nem ciência da computação.

Há grandes discrepâncias entre as regiões geográficas do país em relação a disponibilidade e qualidade da educação, e os lugares que dão ensino estão em precárias condições.[carece de fontes?]

Para piorar os problemas do sistema educacional, muitos dos professores que receberam uma educação melhor tem emigrado para outros países nas últimas duas décadas, principalmente por causa do baixo salário, poucas oportunidades e do crime. Como resultado, há uma falta de professores capacitados para todos os níveis do sistema educacional.

Há no entanto várias escolas privadas de boa qualidade que apareceram nos últimos quinze anos. Essas escolas oferecem um currículo variado e balanceado.

Ver tambémEditar

  A Wikipédia tem o portal:


  Guiana
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Saúde • Forças Armadas • Portal • Imagens