Abrir menu principal

Eliezer de Carvalho Rios

Eliezer de Carvalho Rios
Nascimento 09 de novembro de 1921
Rio Grande
Morte 25 de fevereiro de 2015
Nacionalidade  Brasil
Cônjuge Leda Duarte da Silva
Alma mater Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Campo(s) Oceanografia, Malacologia

Eliezer de Carvalho Rios (Rio Grande, Rio Grande do Sul, 9 de novembro de 1921 - 25 de fevereiro de 2015) foi um importante pesquisador brasileiro na área de Oceanografia, com ênfase em Malacologia. Graduou-se em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 1944 e ensinou Química Inorgânica durante 25 anos na Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Museu Oceanográfico Professor Eliezer de Carvalho RiosEditar

Em 1953, com ajuda de alguns amigos, fundou o Museu Oceanográfico, onde foi diretor por 50 anos. Com o apoio da Prefeitura Municipal do Rio Grande, que cedeu o primeiro prédio, localizado no interior da Praça Tamandaré, onde permaneceu de 1953 a 1972, o Museu Oceanográfico passou a desenvolver pesquisas de laboratório e implantou uma exposição com seu acervo para visitação, contribuindo para despertar na população local o interesse pelas ciências do mar. Durante esses 50 anos que foi diretor, o prof. Rios montou uma coleção de 51.000 conchas e 8.800 espécies, escreveu quatro livros sobre conchas Brasileiras (1970,1975,1985 e 1994) e publicou mais 70 pequenos papers sobre moluscos. Em 1971, ele recebeu seu diploma de mestrado em Malacologia e depois fez um curso ministrado pelo professor Dr. Emily Vokes (Tulane University) na UFRGS. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Malacologia por duas vezes (1977-1979 e 1991-1993). Foi também um dos fundadores do curso de Oceanologia da Universidade Federal do Rio Grande juntamente com Boaventura Barcellos, Nicolas Vilhar e Cícero Vassão. Eles já vinham há algum tempo pensavam em implantar na região um centro para estudos ligados ao oceano.[1]

O Prof. Eliézer de Carvalho Rios, que atuava no curso de Engenharia Industrial, foi indicado para assumir o cargo de Diretor do curso de Oceanologia e coordenar as medidas administrativas para seu funcionamento. A primeira turma era constituída, em sua maioria, por acadêmicos da cidade ou do Rio Grande do Sul. As aulas tiveram início no dia 1° de março de 1971. A aula inaugural, que teve por título “Novos Mundos da Oceanografia”, foi proferida no auditório da Biblioteca Rio-Grandense pelo Diretor do curso. Rios foi também paraninfo da segunda turma de formandos.

Referências

  1. Histórico - Instituto de Oceanografia da FURG Acesso em: 31 de outubro de 2015.