Embaixada do Irã em Brasília

A Embaixada do Irã em Brasília é a principal representação diplomática da República Islâmica do Irã no Brasil. O Irã foi a primeira nação a inaugurar sua embaixada na cidade.

Embaixada do Irã em Brasília
Irão
Irã
Brasil
Brasil
Localização
Endereço SES 809, Lote 31, Setor de Embaixadas Sul - Asa Sul, Brasília, DF 70421-900 Brasil
Coordenadas 15° 49′ 21,7″ S, 47° 53′ 35,9″ O
Responsável
Embaixador Hossein Gharibi
Embaixada do Brasil em Teerã • Página oficial

Está localizada em SES 809, Lote 31, Setor de Embaixadas Sul, na Asa Sul. O atual embaixador é Hossein Gharibi.[1][2]

HistóriaEditar

 
A Embaixada do Irã em 1960, ainda uma estrutura provisória de madeira.

Brasil e Irã mantêm relações diplomáticas há 117 anos, desde 1903.[3][4]

 
Juscelino Kubitschek na inauguração da embaixada iraniana, a a primeira a se instalar definitivamente na cidade.

A Embaixada do Irã é notória por ter sido a primeira a ser oficialmente instalada em Brasília, cerca de dois meses após a inauguração da cidade em 21 de abril de 1960. O então presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek de Oliveira, participou da inauguração da sede provisória, que era apenas com uma casa de madeira, no dia 7 de junho de 1960, quando sua embaixada no Rio de Janeiro, aberta em 1943, foi transferida para a cidade. Esta foi a única embaixada inaugurada pelo presidente que construiu Brasília. Diante da simples casa onde a embaixada foi sediada, o então embaixador iraniano Marmud Foroughi declarou que "Essa casa é pequena demais para dizer da simpatia que o povo iraniano dedica a este jovem e progressista Brasil”.[3][1][5][6][7]

Quando a Pedra Fundamental da vizinha Embaixada da Bélgica foi colocada em uma cerimônia, um diplomata da embaixada do Irã pediu desculpas dizendo que a pedra estava no meio do terrenos deles. Isso levou o Itamaraty a fazer um outro evento pequeno para colocar a pedra em um lugar que ficasse bom para ambos.[8]

ServiçosEditar

 
As relações diplomáticas entre Brasil e Irã atingiram seu auge durante os governos de Lula e Ahmadinejad.

A embaixada cumpre as funções consulares tradicionais, como o auxílio aos iranianos que moram no Brasil e aos visitantes e migrantes vindos dos Irã, e a brasileiros que tenham interesse em visitar ou se mudar para o país asiático. Brasília e Teerã, a capital do Irã, são cidades-irmãs desde 1996.[5] A embaixada na capital brasileira é a única opção consular do Irã no Brasil, não tendo outros consulados no território.[9]

Além disso, a representação cumpre seu papel diplomático na política, economia e cultural, trazendo um pouco do Irã para o Brasil e contribuindo nos interesses iranianos - como a importação de produtos agrícolas e de pecuária brasileiros, no qual o Irã é, atualmente, um dos principais parceiros do Brasil. As relações diplomáticas atingiram seu auge durante os governos de Lula do Brasil e Ahmadinejad do Irã, sendo que durante o governo de Dilma Rousseff o Itamaraty se distanciou de Teerã.[1][10][11]

ReferênciasEditar

  1. a b c Andrade, Juliana (9 de junho de 2020). «Brasília Sexagenária: Embaixada do Irã celebra 60 anos na capital». Correio Braziliense. Consultado em 1 de setembro de 2020 
  2. «Curriculum Vitae - Excelentíssimo Senhor EMBAIXADOR HOSSEIN GHARIBI». Embaixada da República Islâmica do Irã - Brasília. Consultado em 1 de setembro de 2020 
  3. a b «1960: A instalação da Embaixada do Irã no nascimento da Capital brasileira». Embassy. 9 de junho de 2020. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  4. «As relações Brasil-Irã: dos antecedentes aos desdobramentos no século XXI» (PDF). Consultado em 25 de fevereiro de 2012. Arquivado do original (PDF) em 15 de julho de 2014 
  5. a b «Embaixada do Irã celebra 60 anos em Brasília com reinauguração simbólica». Agência Brasília. 9 de junho de 2020. Consultado em 1 de setembro de 2020 
  6. «Embaixada Ira em Brasilia». Embaixadas.net. Consultado em 1 de setembro de 2020 
  7. Pedroso, Mônica (9 de junho de 2020). «Embaixada do Irã celebra 60 anos em Brasília com reinauguração simbólica». Agência Brasília. Consultado em 1 de setembro de 2020 
  8. «Embaixadas: um capítulo importante na construção de Brasília». Agência Brasília. 26 de dezembro de 2019. Consultado em 28 de julho de 2020 
  9. «Embaixadas e Consulados estrangeiros no Brasil». Ministério das Relações Exteriores. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  10. Irã ataca diplomacia de Dilma e diz que Lula faz falta
  11. Com Dilma no poder, Brasil esfriou relações com o Irã. R7, 31 de janeiro de 2012.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar