Ermida de São Tomé

Igreja de São Tomé
Igreja de São Tomé, São Tomé. (Julho 2018)
Estilo dominante Arquitetura contemporânea
Inauguração 1993
Proprietário atual Fábrica da Igreja Paroquial de Santo Antão
Função atual Culto religioso[1] (ermida)
Religião Igreja Católica Romana
Diocese Diocese de Angra
Website www.facebook.com/antao.topo.5
Geografia
País Portugal
Cidade São Tomé, Santo Antão, Açores (lugar/aldeia)
Coordenadas 38° 32' 48.0" N 27° 50' 14.8" O
Geolocalização no mapa: Açores
Igreja de São Tomé está localizado em: Açores
Igreja de São Tomé

A Ermida de São Tomé é uma igreja católica localizada no lugar de São Tomé, freguesia de Santo Antão, concelho da Calheta, ilha de São Jorge.

Igreja de São Tomé, interior.
Igreja de São Tomé, pia baptismal anterior.
Vista diagonal da igreja de São Tomé. Captada a 24 de julho de 2018.

Descrição e arquiteturaEditar

O seu frontispício é simples e dotado de uma só torre sineira. Esta construção foi feita em alvenaria pintada a branco com barras de cor cinza. Ostenta uma rosácea em vitral na fachada sobre a ponta principal.

O seu interior apresenta-se simples, praticamente sem ornamentos. Tem um crucifixo no altar-mor que se encontra ladeado por São Tomé pelo lado do Evangelho e por São José pelo lado da Epístola.

HistóriaEditar

Esta igreja, que foi benzida em 1920, apresenta-se como uma construção recente efectuada sobre uma outra mais antiga, de arquitetura semelhante com barras de cor azul, contudo, tendo duas janelas a mais no seu frontispício. Era dedicada à mesma evocação e foi destruída por um terramoto. No dia 1 de Janeiro de 1980 foi novamente destruída por um terramoto, tendo terminado a sua reconstrução em 1993 data em que foi reaberta ao público[2].

CultoEditar

Neste templo, é celebrada a Eucaristia dominical semanalmente. Por norma, é celebrada às 09h30. Durante a semana, é tambem celebrada a Eucaristia às quartas-feiras, de duas em duas semanas, geralmente às 20h30. A festa em honra do seu padroeiro, que é também desta localidade, é celebrada anualmente no primeiro domingo de julho, com bodo de leite e procissão, precedida de Eucaristia[3].

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • São Jorge, Açores, Guia do Património Cultural. Edição Atlantic View – Actividades Turísticas, Lda. Dep. Legal n.º 197839/03. ISBN 972-96057-2-6, 1ª edição, 2003.

Referências

  1. «Culto cristão». Wikipédia. Consultado em 9 de julho de 2018 
  2. TRISTÃO DA CUNHA, Regina Pires Toste (2016). Registos do sismo de 1980 na ilha de São Jorge. Ponta Delgada: [s.n.] ISBN 9789898123671 
  3. «Programa/cartaz da festa, julho de 2018». Info - Fajãs. Consultado em 29 de julho de 2018 
  Este artigo sobre património edificado nos Açores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.