Ernesto, Príncipe de Saxe-Meiningen

Ernesto, Príncipe de Saxe-Meiningen (Ernst, Prinz von Sachsen-Meiningen; 27 de Setembro de 185929 de Dezembro de 1941) foi o chefe da casa de Saxe-Meiningen entre 1928 e a sua morte.

Ernesto
Príncipe de Saxe-Meiningen
Príncipe de Saxe-Meiningen
Reinado 16 de janeiro de 1928
a 29 de dezembro de 1941
Antecessor(a) Bernardo III, Duque de Saxe-Meiningen
Sucessor(a) Jorge, Príncipe de Saxe-Meiningen
 
Esposa Katharina Jensen
Descendência Georg Wilhelm von Saalfeld
Elisabeth Helen Adelheid Marie von Saalfeld
Ernst Friedrich Heinrich Paul von Saalfeld
Ralf Erich von Saalfeld
Sven Hans Heinrich Bernhard von Saalfeld
Enzio Heinrich Waldemar Carl von Saalfeld
Casa Saxe-Meiningen
Nascimento 27 de setembro de 1859
  Meiningen, Ducado de Saxe-Meiningen
Morte 29 de dezembro de 1941 (82 anos)
  Schloss Altenstein, Turíngia, Alemanha
Pai Jorge II, Duque de Saxe-Meiningen
Mãe Feodora de Hohenlohe-Langenburg
Religião Luteranismo

BiografiaEditar

Nascido em Meiningen, era filho mais velho do herdeiro aparente do ducado de Saxe-Meiningen, o príncipe Jorge, e da sua segunda esposa, a princesa Feodora de Hohenlohe-Langenburg. O seu pai sucedeu ao trono em 1866. Ernesto seguiu uma carreira militar no exército e reformou-se na posição de coronel ida cavalaria prussiana. Recebeu um doutoramento honorário em filosofia da Universdade de Jena.

Ernesto casou-se morganaticamente em Munique a 20 de Setembro de 1892, com Katharina Jensen, filha da pintora Marie e do poeta Wilhelm Jensen. Uma vez que não podia partilhar o título dinástico do marido, o seu sogro deu-lhe o título de baronesa von Saalfeld no dia de casamento.[1] Apesar deste casamento desigual, Ernesto manteve os seus direitos de sucessão ao ducado de Saxe-Meiningen.[2]

Quando o seu meio-irmão Bernardo III, o último duque reinante de Saxe-Meiningen, morreu a 16 de Janeiro de 1928, Ernesto sucedeu-o como chefe da casa ducal, mas nunca chegou a reinar, uma vez que a monarquia foi abolida no final da Primeira Guerra Mundial em 1918. No entanto, após a morte de Ernesto, não foi o seu filho que o sucedeu, mas sim o seu sobrinho Jorge, Duque de Saxe-Meiningen.

DescendênciaEditar

Ernesto e Katharina tiveram seis filhos:

  1. Georg Wilhelm von Saalfeld (11 de Junho de 1893 - 29 de Abril de 1916) morreu em combate durante a Primeira Guerra Mundial quando tinha 22 anos de idade.
  2. Elisabeth Helen Adelheid Marie von Saalfeld (2 de Fevereiro de 1895 - 4 de Junho de 1934) casou-se com o Dr. Johann Duken a 25 de Abril de 1917.
  3. Ernst Friedrich Heinrich Paul von Saalfeld (4 de Julho de 1896 - 28 de Maio de 1915) morreu em combate durante a Primeira Guerra Mundial quando tinha 18 anos.
  4. Ralf Erich von Saalfeld (28 de Março de 1900 - 22 de Julho de 1947) casou-se com Marie Seitz a 11 de Outubro de 1925, de quem teve descendência. Casou-se depois com Melanie von Bismarck a 16 de Agosto de 1936, de quem também teve descendência.
  5. Sven Hans Heinrich Bernhard von Saalfeld (18 de Setembro de 1903 - 13 de Dezembro de 1998) casou-se com Elisabeth Faust a 20 de Março de 1936, de quem se divorciou a 6 de Novembro de 1952, deixando descendência.
  6. Enzio Heinrich Waldemar Carl von Saalfeld (7 de Julho de 1908 - 31 de Março de 1941) casou-se com Rut Viererbe a 28 de Fevereiro de 1936, de quem teve descendência.

GenealogiaEditar

Os antepassados de Ernesto, Príncipe de Saxe-Meiningen em três gerações
Maria Isabel de Saxe-Meiningen Pai:
Jorge II, Duque de Saxe-Meiningen
Avô paterno:
Bernardo II, Duque de Saxe-Meiningen
Bisavô paterno:
Jorge I, Duque de Saxe-Meiningen
Bisavó paterna:
Luísa Leonor de Hohenlohe-Langenburg
Avó paterna:
Maria Frederica de Hesse-Cassel
Bisavô paterno:
Guilherme II, Eleitor de Hesse
Bisavó paterna:
Augusta da Prússia
Mãe:
Feodora de Hohenlohe-Langenburg
Avô materno:
Ernesto I, Príncipe de Hohenlohe-Langenburg
Bisavô materno:
Carlos Luís I, Príncipe de Hohenlohe-Langenburg
Bisavó materna:
Amália de Solms-Baruth
Avó materna:
Feodora de Leiningen
Bisavô materno:
Emich Carlos, 2° Príncipe de Leiningen
Bisavó materna:
Vitória de Saxe-Coburgo-Saalfeld

ReferênciasEditar

  1. «Ill Fortune of Half Royal Sons», The Washington Post, 20 de abril de 1908 
  2. «Whims of Young William; Zedlitz Sacrificed to Prove the Emperor a Liberal». The New York Times. 20 de março de 1892. p. 1 

Links externosEditar