Ernesto Frederico III, Duque de Saxe-Hildburghausen

Ernesto Frederico Carlos de Saxe-Hildburghausen (em alemão Ernst Friedrich Carl von Sachsen-Hildburghausen) (Königsberg, 10 de junho de 1727 - Straufhain, 23 de setembro de 1780), foi duque soberano de Saxe-Hildburghausen.

Ernesto Frederico III
Duque de Saxe-Hildburghausen
Ernest Frederick III of Saxe-Hildburghausen.JPG
Consorte Luísa da Dinamarca
Cristiana de Brandemburgo-Bayreuth
Ernestina Augusta de Saxe-Weimar
Nascimento 10 de junho de 1727
  Königsberg
Morte 23 de setembro de 1780 (53 anos)
  Straufhain
Casa Casa Ducal de Saxe-Hildburghausen
Dinastia Saxe
Pai Ernesto Frederico II, Duque de Saxe-Hildburghausen
Mãe Carolina de Erbach-Fürstenau
Filho(s) Frederica Sofia Juliana Carolina
Frederica Sofia Maria Carolina
Ernestina Frederica Sofia
Cristiana Sofia Carolina
Frederico

BiografiaEditar

Ernesto era o filho mais velho de Ernesto Frederico II, Duque de Saxe-Hildburghausen e de Carolina de Erbach-Fürstenau. Sucedeu ao pai (como Ernesto Frederico III) em 1745, aos dezoito anos de idade. Como ainda não havia atingido a maioridade à época da morte de seu pai, a duquesa-viúva assumiu a regência do estado até 1748, quando Ernesto completou vinte e um anos. O jovem duque era considerado um homem inteligente e talentoso, além de ser um dos mais belos príncipes da época. Afeito às artes e à cultura, chegou a doar uma luxuosa biblioteca à sua cidade natal e ordenou a reforma de um antigo teatro da corte para a encenação de espetáculos de ópera.

Os gastos extravagantes e as despesas com a exagerada pompa militar acabaram gerando um sério desequilíbrio nas finanças do ducado. Após fazer uso, em 1757, do Münzregal (tributo que os vassalos pagavam ao imperador), o duque viu-se envolvido numa denúncia da tesouraria do reino. Ciente dos fatos, o imperador José II ordenou a criação de uma "comissão de débito" dirigida pela duquesa Carlota Amália de Saxe-Meiningen e pelo príncipe José Frederico de Saxe-Hildburghausen (tio-avô do duque), com o objetivo de regular as despesas do estado e fiscalizar as dívidas não quitadas em 1769. A situação financeira do ducado era tão desastrosa que os trinta e cinco anos de duração da comissão não pôde debelar eficazmente todas as dívidas.

Casamento e descendênciaEditar

Ernesto casou-se em primeiras núpcias em Copenhague, em 1 de outubro de 1749, com a princesa Luísa da Dinamarca, filha do rei Cristiano VI. O matrimônio gerou uma filha:

  • Frederica Sofia Juliana Carolina (1755-1756)

Luísa morreu em 8 de agosto de 1756 e, cinco meses depois, em 20 de janeiro de 1757, em Copenhague, Ernesto contrai segundas núpcias com a princesa Cristiana de Brandemburgo-Bayreuth, filha do príncipe Frederico Cristiano de Brandeburgo-Bayreuth', com quem teve uma filha:

  • Frederica Sofia Maria Carolina (1757)

Cristiana morreu no parto de sua filha, em 8 de outubro de 1757. Ernesto voltou a casar-se nove meses depois de enviuvar pela segunda vez. No dia 1 de julho de 1758, em Bayreuth, desposou a princesa Ernestina Augusta de Saxe-Weimar, filha do duque Ernesto Augusto I'. Dessa união nasceram três filhos:

MorteEditar

O grande incêndio da cidade de Hildburghausen, em 1779, forçou Ernesto a se mudar para sua residência de caça (o Jagdschloss Seidingstadt), em Straufhain, onde morreu um ano depois, em 23 de setembro de 1780, aos cinquenta e três anos.

GenealogiaEditar

Os antepassados de Ernesto Frederico III, Duque de Saxe-Hildburghausen em três gerações
Ernesto Frederico III, Duque de Saxe-Hildburghausen Pai:
Ernesto Frederico II, Duque de Saxe-Hildburghausen
Avô paterno:
Ernesto Frederico I, Duque de Saxe-Hildburghausen
Bisavô paterno:
Ernesto, Duque de Saxe-Hildburghausen
Bisavó paterna:
Sofia de Waldeck
Avó paterna:
Sofia Albertina de Erbach-Erbach
Bisavô paterno:
Jorge Luís I, Conde de Erbach-Erbach
Bisavó paterna:
Amália Catarina de Waldeck-Eisenberg
Mãe:
Carolina de Erbach-Fürstenau
Avô materno:
Filipe Carlos, Conde de Erbach-Fürstena
Bisavô materno:
Jorge Alberto II, Conde de Erbach-Fürstenau
Bisavó materna:
Ana Doroteia Cristina de Hohenlohe-Waldenburg
Avó materna:
Carlota Amália de Kunowitz
Bisavô materno:
João Dietrich, Conde de Kunowitz
Bisavó materna:
Doroteia de Lippe-Brake

Referências

BibliografiaEditar

  • Schoeppl, H.F.: Die Herzoge von Sachsen-Altenburg. Bozen 1917, Neudruck Altenburg 1992
  • Human, R.A.: Chronik der Stadt Hildburghausen. Hildburghausen 1886
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.