Ervígio

Ervígio foi um usurpador do trono visigótico de Toledo que, em conluio com outros nobres, traiu o rei Vamba (672 – 686).[1][2] Filho de Ardabasto Baltes e Goda; Foi coroado e ungido em 21 de Outubro de 680 (680 - Novembro 687).[1][2] Perseguiu os judeus tendo sido ajudado nisso pelo bispo Julião de Toledo, ele próprio um judeu converso. Casou com Liuvigoto de quem teve Pedro, duque da Cantábria.

Ervígio
Retrat imaginari d'Ervigi (ca. 1853), obra de Ramón Cortés, pertanyent a la Sèrie Cronològica dels Reis d'Espanya del Museu del Prado.
Nascimento 643
Morte 15 de novembro de 687
Toledo
Cônjuge Liuvigoto
Filho(s) Cixilo
Ocupação soberano

DescendênciaEditar

Referências

  1. a b Wolf, Kenneth Baxter (1999). Conquerors and Chroniclers of Early Medieval Spain (em inglês). Liverpool: Liverpool University Press. p. 180 
  2. a b Flood, Timothy M. (2018). Rulers and Realms in Medieval Iberia, 711-1492 (em inglês). Jefferson: McFarland. p. 201 

Precedido por
Vamba
Rei visigodo da Hispânia
680687
Sucedido por
Égica