Escola Prática de Artilharia

Escola Prática de Artilharia
País Portugal Portugal
Corporação Exército Português
Subordinação Comando Forças Terrestres
Missão Artilharia
Sigla EPA
Criação 1861
Aniversários 4 de Dezembro
Sede
Quartel Vendas Novas
Distrito Évora
Internet Página Oficial

A Escola Prática de Artilharia (EPA) GOCMHAMHL era um estabelecimento de ensino do exército português cujo objectivo principal é a formação na arma de artilharia. As instalações da EPA ficavam em Vendas Novas, no distrito de Évora, no Palácio Real de Vendas Novas.

A EPA foi criada em 1861 e desativada em 2013, passando as suas funções para a então criada Escola das Armas.

HistóriaEditar

A Escola Prática de Artilharia tem a sua origem em meados do século XIX (1853) quando o Palácio Real de Vendas Novas, construído no reinado de D. João V, em 1729, para celebrar os casamentos do D. José com a Infanta de Espanha, D. Maria Ana Vitória de Bourbon e do Príncipe das Astúrias Fernando VI de Espanha com a Infanta de Portugal, D. Maria Bárbara, é entregue ao Ministério da Guerra por D. Maria II.

Os estudos para a instalação de uma escola do exército no palácio, nos terrenos adjacentes, tiveram início em 1857 por ordem de D. Pedro V, e com a supervisão do então Coronel Carlos Maria de Caula (mais tarde Marechal de Campo e 2.º Visconde de Elvas). Em 1860, tem início o funcionamento do estabelecimento militar e, em 1861, por portaria do Ministro da Guerra, o visconde de Sá da Bandeira, passa a designar-se por novo campo de instrução[1]. O primeiro regulamento da Escola Prática de Artilharia data de 28 de Abril de 1861, que marca o funcionamento regular do estabelecimento.

O regulamento de 1874 vem trazer mudanças à situação vigente, e a EPA inicia um período de prosperidade, nomeadamente ao nível da aquisição de material de artilharia moderno da fábrica Krupp; e da reorganização do comando e da instrução da escola.

Em 1887 sai um novo regulamento que, de forma diferente do anterior, vem trazer uma estagnação à escola, não acompanhando a evolução das escolas homólogas estrangeiras, e trazendo contenção económica e administrativa.

Em 1888, é criada uma escola de sargentos de artilharia que, mais tarde, em 1893, é transferida para as instalações da Escola Prática de Infantaria e Cavalaria (actual Escola Prática de Infantaria), para se integrar na Escola Central de Sargentos.

A situação provocada pelo anterior regulamento seria alterada pelo novo datado de 1893, que vem reorganizar todas as escolas militares. A EPA passa de uma unidade de treino de tiro, para um estabelecimento dedicado ao efectivo ensino escolar, com cursos para oficiais e sargentos.

Em 2008 após a reestruturação da composição das Brigadas do Exército Português a EPA passou a conter uma Bateria de Bocas de Fogo pertencente ao Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada de Intervenção (1.ª BBF/GAC/BrigInt). Esta Bateria está equipada com o Obus rebocado M114 155 mm/23.

A 1 de Janeiro de 2009 é levantada a Bateria de Aquisição de Objectivos, cuja materialização ocorre a 4 de Dezembro do mesmo ano, no dia em que a unidade perfaz 150 anos e no dia da Arma, numa cerimónia presidida pelo Chefe de Estado-Maior do Exército, general Pinto Ramalho. A Bateria de Aquisição de Objectivos, sediada na Escola Prática de Artilharia, pertencente à Brigada Mecanizada, evolui de um Pelotão de Aquisição de Objectivos, que engloba as secções de Radar de Localização de Armas (AN/TPQ 36), Radar de Localização de Alvos Móveis (RATAC-S), Meteorologia (com a Estação Meteorológica Marwin) e Topografia (com a recente aquisição do BEEF - para vigilância nocturna do campo de batalha). A Bateria de Aquisição de Objectivos fornece apoio directo à Brigada Mecanizada.

A Escola Prática de Artilharia foi desativada a 1 de outubro de 2013, na sequência da decisão de se unificar as diversas escolas práticas das armas do Exército numa única Escola das Armas.

Comandantes da EPAEditar

CondecoraçõesEditar

Referências

  1. “A Escola Prática de Artilharia – Notícia Histórica Sobre a Sua Instituição e Funcionamento” (1904)[ligação inativa]
  2. a b c «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Escola Prática de Artilharia". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 26 de maio de 2013 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.