Abrir menu principal

Esmoriz

cidade e freguesia de Ovar, Portugal
Portugal Portugal Esmoriz 
  Freguesia  
Monumento ao Tanoeiro
Monumento ao Tanoeiro
Esmoriz está localizado em: Portugal Continental
Esmoriz
Localização de Esmoriz em Portugal
Coordenadas 40° 57' N 8° 37' O
País Portugal Portugal
Concelho OVR.png Ovar
Administração
- Tipo Junta de freguesia
- Presidente António Carlos Silva Monteiro Bebiano (PPD/PSD)
Área
- Total 9,05 km²
População (2011)
 - Total 11 448
    • Densidade 1 265 hab./km²
Código postal 3885
Orago Santa Maria

Esmoriz é uma freguesia portuguesa do concelho de Ovar, com 9,05 km² de área e 11 448 habitantes (2011).[1] , e uma densidade populacional de 1 265 hab/km². Tem o estatuto de cidade desde 1993, e é cidade geminada com a de Draveil, em França.

HistóriaEditar

As origens da cidade remontam ao período da ocupação romana, quando se denominava "Ermeriz" ou "Hermeriz".

Sob o reinado de Dinis I de Portugal (1279-1325), a freguesia e a chamada Barrinha de Esmoriz encontram-se referidas nas Inquirições de 1288: "(...) e disseram, pelo juramento que fizeram, que, em um lugar que é dele da freguesia de Esmoriz e dele da freguesia de Cortegaça, contra o mar, há uma lagoa que era devesso e a que vinham os homens d'el-rei e os outros da terra colher o carocil (...)"

Esmoriz também se encontra referida no Foral Novo da Feira (1514).

Ao longo dos séculos, a titularidade da sua posse variou: foi pertença dos condes da Feira e posteriormente da Casa do Infantado. Passou para Ovar em 1514 (?) e em 1916 pertencia a Espinho. Anos mais tarde voltou para a comarca de Ovar, onde permanece até hoje.

Em 29 de março de 1955 ascendeu ao estatuto de vila e, mais tarde, a 2 de julho de 1993 ascendeu ao de cidade.

Ao longo dos séculos a fertilidade das terras de Esmoriz e os seus recursos foram razões determinantes para a fixação da população nesta zona. As principais atividades centravam-se na Arte Xávega, na Tanoaria e na Cordoaria. Atualmente essas atividades deram lugar a novas indústrias, como por exemplo a de móveis, confecções, construção civil, e outras.

Património edificadoEditar

 
Antiga casa de pescadores, Esmoriz.

Em termos de património edificado destacam-se os antigos palheiros, abrigos de pescadores no passado, e os templos, nomeadamente a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, a Capela de Nossa Senhora da Penha de França, e a Capela da Praia.

A cidade conta ainda com um monumento em homenagem ao tanoeiro, e outro aos pescadores, antigas atividades económicas expressivas para a sua economia.

O Palacete dos Castanheiros, onde se situa atualmente a Biblioteca Pública de Esmoriz, acolheu em tempos a Escola E.B. 2/3 Florbela Espanca.

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Esmoriz (1864 – 2011) [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1.952 2.352 2.621 3.079 3.509 3.528 3.813 4.240 5.341 5.955 7.945 8.538 9.890 10.993 11.448

Por decreto de 21/06/1879 esta freguesia passou do concelho da Feira para o de Ovar. Por decreto nº 12.457, de 10/10/1926, passou a fazer parte do concelho de Espinho. Por decreto nº 15.395, de 14/04/1928, esta freguesia deixou de fazer parte do concelho de Espinho e passou novamente a pertencer ao de Ovar. Por decreto nº 40.408, de 29/03/1955 esta povoação foi elevada à categoria de vila.

Património naturalEditar

Em termos de património natural a cidade tem como principal atração uma praia de areia fina, propícia à prática de desportos náuticos, nomeadamente o surf, e a Barrinha de Esmoriz, canal lagunar atualmente em processo de despoluição.

Em 2017, foram inaugurados os passadiços de Esmoriz, que percorrem uma secção da Barrinha de Esmoriz já despoluida, e fazem ligação com os passadiços de Espinho, estendendo a rede de passadiços beira-mar que liga as praias desde Espinho até Gaia. Os passadiços incluem também um observatório de avifauna que permite a observação de aves que fazem da Barrinha o seu habitat.[3]

O conjunto Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos forma a maior zona lagunar da região Norte do país, com cerca de 400 hectares de área.[3]

Para aproveitamento desse património, a cidade conta com vários surfcamp / surf houses: Surfivor Surfcamp, Oporto Surfcamp, Surfer's Camp e Watermark Surf House.

Mais recentemente, abriu o primeiro clube de surf em Esmoriz credenciado pela Federação Portuguesa de Surf(Atlantikbreak -Clube de Surf), tendo uma escola associada ao mesmo,com a designação de Barrinha Surf School.

Em 2017, foi criada a primeira associação de Stand Up Paddle de Esmoriz, SUPSoul, para dar resposta ao crescimento desta modalidade na cidade de Esmoriz.

Grupos e AssociaçõesEditar

 
Monumento ao VIII Centenário da Independência, III da Restauração de Portugal.
  • Grupo de Danças e Cantares de Santa Maria de Esmoriz
  • Esmoriz Ginásio Clube
  • Agrupamento 871 - Esmoriz - do Corpo Nacional de Escutas
  • Grupo de Acólitos de Esmoriz
  • Grupo Para a Sociedade (GPS)
  • Grupo D'Arte e Cultura Os Arautos
  • Grupo Columbófilo de Esmoriz
  • Orquestra de Bandolins de Esmoriz
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz
  • Piscina da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz
  • Palheiro Amarelo
  • Centro Comunitário de Esmoriz
  • Sporting Clube de Esmoriz
  • Comissão de Melhoramentos de Esmoriz
  • Esmoriz Moto Clube
  • Grupo Teatro Renascer
  • Atlantikbreak - Clube de Surf
  • Self-Rule - Banda de Punk
  • Associação de Stand Up Paddle de Esmoriz - SUPSoul
  • Conferência Vicentina de Esmoriz
  • Grupo Paroquial de Esmoriz (Grupo Coral)
  • Movimento Cursilhos de Cristandade de Esmoriz (Ultreia de Esmoriz)
  • Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária de Esmoriz

Referências

Ligações externasEditar