Estádio Municipal Giglio Portugal Pichinin

estádio de futebol no Brasil
Baetão
Estádio Giglio Portugal Pichinin
Arquibancada (2).JPG
Visão da arquibancada principal.
Nomes
Nome Estádio Municipal Giglio Portugal Pichinin
Apelido Baetão
Características
Local São Bernardo do Campo, SP, Brasil
Gramado Grama artificial (95 x 64 m)
Capacidade 6.315 espectadores[1] (originalmente 8.000)
Construção
Data 1972 a 1973
Inauguração
Data 13 de agosto de 1972
Partida inaugural Seleção de São Bernardo 1x2 São Paulo (Misto)
(Amistoso não oficial)
Outras informações
Remodelado 2006
Proprietário Prefeitura de São Bernardo do Campo
Administrador Prefeitura de São Bernardo do Campo
Mandante Palestra
EC São Bernardo
São Bernardo FC: Categorias de base

O Estádio Municipal Giglio Portugal Pichinin, conhecido como Baetão (anteriormente Estádio Municipal do complexo esportivo Humberto de Alencar Castelo Branco), está situado no bairro Baeta Neves, na cidade de São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo. O Estádio tem como proprietário a Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo. Faz parte do Centro Esportivo Prefeito Geraldo Faria Rodrigues. O complexo engloba ainda, o Ginásio Poliesportivo Paulo Cheidde, o Ginásio de Handebol Vitória Zanon, além de duas piscinas.

Um fato curioso do estádio é o gramado, que diferentemente da grande maioria dos Estádios do Brasil, é de "grama artificial" que também pode ser chamada de "grama sintética".[2]

Atualmente é a casa do Esporte Clube São Bernardo que joga o Campeonato Paulista de Futebol - Série A3 da FPF. O Baetão também foi a casa do Palestra de São Bernardo que atualmente está licenciado do futebol, tanto profissional como nas categorias de base. Falando em categorias de base, além da Copinha o São Bernardo FC sempre usa o Estádio como local de treinamento e jogos oficiais das suas categorias de base sub-15, 17 e 20. O Baetão também recebe durante o ano as semifinais do Campeonato amador de futebol da cidade; que oferece a chance de atletas amadores atuarem em um estádio profissional.

O Estádio Baetão também é conhecido por ter sido anualmente sede da cidade de São Bernardo do Campo na Copa São Paulo de Futebol Júnior, de 2007 até 2019[2], sempre lotando as arquibancadas nos jogos do São Bernardo Futebol Clube e seus adversários de grupo. Em 2020, o torneio ocorreu no Estádio Primeiro de Maio, após treze edições seguidas no Baetão.[3]

Em 2010, o gramado (o piso artificial) foi trocado e ampliado de 89m, para os atuais 95m de comprimento. A reforma mais importante foi feita embaixo do gramado. Após uma partida com muita chuva na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2007, um sistema único e inovador de drenagem no país[4], nunca visto até então, foi instalado embaixo do gramado do Baetão. Já por cima o que todos veêm é o gramado sintético da empresa Soccer Grass[4], usado em campos de futebol europeus com o mesmo padrão. O gramado obedece o padrão da Federação Internacional de Futebol e Associados FIFA.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «CNEF da CBF» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol 
  2. a b «Só deu São Bernardo na abertura do Grupo 22 da Copinha; CSA e ABC sofrem no sintético». ge. 5 de janeiro de 2019. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  3. Dérek Bittencourt (2 de janeiro de 2020). «EC São Bernardo troca sintético por grama e receberá atual campeão». Diário do Grande ABC. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  4. a b «São Bernardo estreia na Copa São Paulo de Futebol Júnior na quarta». Repórter Diário. 1 de janeiro de 2012. Consultado em 18 de agosto de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.