Abrir menu principal

Estádio José Luis Meiszner

Centenario
Guidoysarmiento.jpg

Nomes
Nome Estádio Centenario Ciudad de Quilmes
Antigos nomes Estádio Centenario José Luis Meiszner
Características
Local Quilmes, Argentina
Gramado Grama natural (105 x 68 m)
Capacidade 30.200 espectadores
Construção
Data 1988
Inauguração
Data 25 de abril de 1995 (24 anos)
Partida inaugural Quilmes 2–1 Nacional-URU
Primeiro gol Leonardo Colombo (Quilmes)
Outras informações
Remodelado 1998
Proprietário Quilmes Atlético Club
Mandante Quilmes Atlético Club

O Estádio Centenario Ciudad de Quilmes (Cidade de Quilmes) — também chamado de Centenario — é um estádio localizado em Quilmes, cidade conhecida por fabricar a cerveja de mesmo nome e distante cerca de 15 quilômetros do centro da capital federal da Argentina.[1][2] É o estádio é a casa do Quilmes Atlético Club, e tem sido atualmente uma espécie de segunda casa do Estudiantes de La Plata. Atualmente tem capacidade para 30.200 espectadores.[3]

O estádio começou a ser construído em 1987, em comemoração ao centenário do Quilmes (fundado em 1887), motivo esse que herdou o nome Centenario, mas só foi inaugurado em 1995. Tem a característica dos estádios mais antigos da Argentina, com a proximidade dos torcedores do gramado.[2]

HistóriaEditar

Em 27 de Novembro de 1987, para marcar o centenário da fundação do clube, a construção do novo estádio foi anunciada. O trabalho começou em 1988 e, em 19 de dezembro de 1993 procedeu-se à pré-abertura do estádio, com um amistoso entre as equipes campeãs de Quilmes de 1978 (com ex-jogadores do time campeão argentino de 1978) e as "estrelas de todos os tempos".[4]

Em 25 de abril de 1995 foi oficialmente inaugurado com um jogo entre Quilmes e Nacional de Montevidéu, vencido pela equipe mandante por 2 a 1. O escrete do Quilmes contava com nomes como Campos, Ruggeri, Carranza, González, Vivas, López, Quatrocchi, Colombo, Neto, Rey, entre outros. Em 30 de junho de 1995, a Seleção Argentina jogou pela primeira vez no estádio Centenario em Quilmes, batendo a Austrália por 2–0, com golos de Abel Balbo e Gabriel Batistuta.[4]

Em 11 de novembro de 1998, o estádio foi reaberto com uma extensão de capacidade do mesmo. O antigo estádio do Quilmes, localizado nas ruas Guido e Sarmiento, ao lado da sede social do clube, foi demolido. Em seu lugar foi construído um complexo habitacional.[4]

O estádio tem sido usado por outras equipes, como o Estudiantes de La Plata, que oficializou o local para mando de seus jogos no Apertura de 2010, ocasião em que sagrou-se campeão argentino sob o comando de Alejandro Sabella.

Em 2016, o estádio teve o nome alterado de "Estádio Centenário 'José Luis Meiszner'" para "Estádio Centenário Ciudad de Quilmes", em função do envolvimento do ex-presidente do clube no escândalo de corrupção da FIFA em 2015[5]. Meiszner havia administrado o clube por mais de 30 anos, além de ser um colaborador próximo de Julio Grondona na Associação do Futebol Argentino (AFA).[6]

Dados do EstádioEditar

O Estádio Centenario está localizado na interseção de Vicente Lopez e Esquiú, no bairro Libertador General San Martín na cidade de Quilmes. Tem capacidade para 30.200 espectadores (26.000 e 4.200 audiências populares).

Características: campo de jogo de 105 x 68 metros, firmado a 5,50 metros abaixo do nível da avenida Vicente López.

As arquibancadas norte, leste e sul são de concreto, piso rebaixado. O público ocidental está coberta com telhado de concreto, e em seu interior abriga os vestiários, sala de recepção, utilidades e motivos de manutenção.

Tem quatro torres de iluminação, além de uma serpentina no telhado das barracas .

Para a imprensa tem 24 cabines para transmissão de rádio e televisão e 105 assentos com mesa (para jornais) na linha de cima das arquibancadas cobertas.

Ele tem três câmaras de visita e saída para os setores populares e audiências, e ruas internas em torno do estádio e um estacionamento interno paisagístico para acomodar 400 veículos.

Área Total: 4 hectares.

Notas e referências

Notas

Referências

  1. «QUILMES A.C. / Estadio Centenario Ciudad de Quilmes». QUILMES AC (em espanhol). Consultado em 28 de março de 2019 
  2. a b «Longe de La Plata: conheça o estádio em que o Grêmio pega o Estudiantes». Globoesporte. Consultado em 28 de março de 2019 
  3. «SEDES». www.copaargentina.org. Consultado em 28 de março de 2019 
  4. a b c Diario El Sol (2012). «Quilmes 346 Años». Diario El Sol (15 (2)). pp. 69–70. Consultado em 27 de março de 2019 
  5. a b «Por qué el estadio de Quilmes dejará de llamarse José Luis Meiszner». Infobae (em espanhol). Consultado em 6 de agosto de 2018 
  6. «Quilmes, en su peor hora». www.lanacion.com.ar (em espanhol). 24 de agosto de 2016. Consultado em 28 de março de 2019 

Ligações externasEditar