Abrir menu principal
CPTM icon.svg Barueri
Estação Barueri
Uso atual Bahn aus Zusatzzeichen 1024-15.svg Estação de trens metropolitanos
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração Estrada de Ferro Sorocabana (1875–1971)
FEPASA (1971–1996)
CPTM icon.svg CPTM (1996–atualmente)
Linha 8cinza.png Diamante
Sigla BRU
Posição Superfície
Serviços Acesso à deficiente físico Táxi Terminal rodoviário Escada rolante Elevador
Informações históricas
Inauguração 10 de julho de 1875 (144 anos)
Inauguração da
atual edificação
5 de novembro de 1982 (36 anos)
(FEPASA)
18 de novembro de 2011 (7 anos)
(CPTM)
Projeto arquitetônico Engevix/Sofrerail (1973)[1]
Intervenções plásticas Harza/Lenc (2007)
Localização
Localização Gnome-globe.png Estação Barueri
Endereço Praça São João Batista, 30, Centro - Barueri
Próxima estação
Sentido Itapevi/
Amador Bueno
8cinza.png Sentido Júlio Prestes
Jardim Belval Antônio João
Barueri

A Estação Barueri é uma estação ferroviária, pertencente à Linha 8–Diamante da CPTM, localizada no município de Barueri.

Índice

HistóriaEditar

 
Primeira estação de Barueri, construída em 1875 e existente até 1926.

Durante a construção da linha tronco da Estrada de Ferro Sorocabana, entre São Paulo e Iperó, foram estabelecidos vários acampamentos de trabalhadores ao longo dos 110 quilômetros que formavam o trecho inicial da estrada. Um desses acampamentos, o do quilômetro 26, foi estabelecido em 24 de junho de 1872. Para celebrar a ocasião, os trabalhadores construíram uma pequena capela dedicada ao santo daquele dia, São João Batista. O núcleo desse acampamento deu origem à estação e ao centro de Barueri. Em 1898, a pequena capela foi substituída pela Igreja de São João Batista.[2][3]

A estação de Barueri foi aberta junto com a Linha Tronco, em 10 de julho de 1875, sendo uma das primeiras estações desta. Com o crescimento do tráfego de pessoas e mercadorias, a pequena estação de Barueri tornou-se acanhada e foi substituída por um novo prédio, aberto em 1926, durante a duplicação e retificação da ferrovia.[4]

Apesar do crescimento de Barueri, que, de distrito de Santana de Parnaíba, se emancipou e se transformou em município em 1949, a Sorocabana não investiu na modernização do prédio, que se conservou o mesmo até 1980. Naquela época, a Sorocabana havia sido incorporada pela Fepasa, e esta realizava o plano de modernização dos trens de subúrbios, lançando a licitação S04-1-79, em 24 de março de 1979, visando a reconstruir a estação de Barueri.[5] Assim, a estação de 1926 foi demolida e substituída por uma nova edificação — inaugurada em 5 de novembro de 1982.[4][6]

Em fevereiro de 1996, as linhas e estações do trem metropolitano da Fepasa, incluindo Barueri, foram repassadas para a CPTM.[7] Esta, por sua vez, realizou, entre novembro de 2004 e março de 2005, a concorrência número 8379402011, objetivando a remodelação de doze estações, divididas em seis lotes. A Estação Barueri foi incluída no lote 2 (ao lado da estação de Carapicuíba), vencido pelo consórcio Harza/Lenc, pelo valor de 506 359,67 reais. Em 2007, o consórcio concluiu os projetos, e os resultados foram apresentados pela CPTM em audiência pública, em junho de 2007.[8]

As obras de remodelação da Estação Barueri foram contratadas por meio da licitação número 8401090011, realizada entre agosto e novembro de 2009. Essa licitação foi vencida pela empresa JZ Engenharia e Comércio Ltda., pelo valor de 7 787 629,25 reais. A estação, remodelada e ampliada, foi reinaugurada em 18 de novembro de 2011.[9][10]

TabelaEditar

Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
BRU Barueri 10 de julho de 1875 Bilhete Único da SPTrans / Benfácil. Centrais e laterais Superfície Estação reconstruída pela Fepasa reinaugurada em 5 de novembro de 1982.
Retrofit entregue em 18 de novembro de 2011.

Referências

  1. «Subúrbios: um metrô de 200 km para São Paulo». Folha de S. Paulo, Ano LV, edição 17060, seção Transportes, página 30. 26 de novembro de 1975. Consultado em 6 de junho de 2019 
  2. Estrada de Ferro Sorocabana (28 de agosto de 1873). «Relatório do Engenheiro em chefe». Relatório Anual (1873)-Memória Estatística do Brasil-Biblioteca do Ministério da Fazenda/republicano no Internet Archive. Consultado em 8 de junho de 2019 
  3. «Há mais de um século acontecem os festejos a São João Batista em Barueri». Prefeitura de Barueri. 24 de junho de 2017. Consultado em 8 de junho de 2019 
  4. a b Ralph Mennucci Giesbrecht (2001). «Barueri». Estações ferroviárias do Brasil. Consultado em 8 de junho de 2019 
  5. Ferrovia Paulista S/A (24 de março de 1979). «Concorrência S04-1-79» (PDF). Diário Oficial do estado de São Paulo, Caderno Ineditoriais, página 5. Consultado em 8 de junho de 2019 
  6. «Melhoria para trens suburbanos». Folha de S. Paulo, Ano LVI, edição 17214, seção Interior página 26. 29 de abril de 1976. Consultado em 7 de junho de 2019 
  7. Homero Gottberg Fagundes (1998). «A remodelação das linhas B e C da CPTM» (PDF). Revista dos Transportes Públicos - ANTP - Ano 20 - 3º trimestre. Consultado em 7 de junho de 2019 
  8. CPTM (6 de maio de 2005). «HOMOLOGAÇÃO - CONCORRÊNCIA Nº 8379402011» (PDF). Diário Oficial do estado de São Paulo- Seção empresarial, página 99. Consultado em 7 de junho de 2019 
  9. CPTM (5 de dezembro de 2009). «EXTRATOS DE CONTRATOS» (PDF). Diário Oficial do estado de São Paulo, caderno empresarial , página 15. Consultado em 8 de junho de 2019 
  10. CPTM (2011). «RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO» (PDF). Diário Oficial. Consultado em 8 de junho de 2019 

Ligações externasEditar