Este Lado para Cima

Este Lado para Cima
Álbum de estúdio de Resgate
Lançamento Brasil 27 de setembro de 2012[1]
Gravação Inverno de 2012, estúdio A
Gênero(s) Rock cristão, hard rock, pop rock, heavy metal, blues rock, rock progressivo
Duração 44:18
Idioma(s) Português
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Sony Music Brasil
Produção Paulo Anhaia
Arranjos Resgate e Ronaldo de Oliveira Silva
Cronologia de Resgate
Pretérito Imperfeito, mais que Perfeito
(2011)
Aos Vivos
(2013)

Este Lado para Cima é o nono álbum de estúdio da banda brasileira de rock cristão Resgate, lançado em setembro de 2012.

O disco marca o retorno da parceria do Resgate com o produtor musical Paulo Anhaia após a saída de Dudu Borges da formação, sendo o primeiro projeto da banda com o músico desde Eu Continuo de Pé. Com sonoridade mais crua e pesada em relação a Ainda não É o Último, seu antecessor, o álbum recebeu várias comparações à On The Rock, e é majoritariamente conceitual.

Com canções que versam a importância de perder o foco em coisas terrenas e atentar-se à eternidade, o álbum foi lançado em uma época de polêmicas envolvendo o vocalista Zé Bruno, que fez críticas ao mercado da música evangélica, afirmando uma falta de criatividade na composição de músicas e um excesso de músicas estrangeiras traduzidas. Suas críticas feitas ao prêmio Troféu Promessas causou o banimento da banda de todas as categorias nas quais poderia ser indicada. Ainda, em 2013, a banda foi notícia por criticar o neopentecostalismo e o mercado da música religiosa durante uma entrevista à uma emissora do segmento.

Este Lado para Cima recebeu avaliações positivas da mídia especializada, com resenhas destacando, principalmente a canção "Eles Precisam Saber", que faz crítica direta à líderes religiosos mercenários. Foi classificado o 21º melhor álbum da década de 2010 em lista do Super Gospel.

AntecedentesEditar

Após o lançamento de Ainda não É o Último, o Resgate aumentou a quantidade de shows realizados, se apresentando em locais em todo o Brasil.[2] Ao mesmo tempo, o pianista e produtor da banda, Dudu Borges manifestava ter cada vez menos tempo para a banda. Com destaque no meio sertanejo, Borges tornou-se um músico fortemente requisitado para produzir artistas de sucesso, o que tirava seu tempo com o Resgate. Em uma entrevista cedida ao Super Gospel antes do lançamento da coletânea Pretérito Imperfeito, mais que Perfeito, o tecladista disse: "Só quero poder tocar mais com minha banda Resgate, que é uma coisa que me deixa muito feliz e infelizmente não tenho tido tempo nesses últimos meses... e quem sabe ainda essa começar um disco novo da banda".[3]

Em 2012, Dudu deixou a banda, sem anúncios de ambas as partes para a imprensa. Por conta disso, os integrantes do Resgate procuraram Paulo Anhaia para produzirem um futuro álbum.[4]

ConceitoEditar

Este Lado para Cima é um álbum conceitual. Apesar dos membros inicialmente darem este título baseado em caixas e embalagens, o conceito ganhou forma através das composições que falam do dia a dia do sujeito cristão, afirmando a necessidade deste indivíduo não se focar em questões terrenas e concentrar-se na Eternidade. A saída dos integrantes da igreja Renascer em Cristo gerou, ao mesmo tempo, várias reflexões e críticas de seus membros à teologia da prosperidade, o neopentecostalismo e o mercado evangélico. Em 2010, com Ainda não É o Último, o vocalista Zé Bruno demonstrava, em várias entrevistas, a sua decepção com o meio religioso e a forma que a fé cristã era conduzida pelas pessoas.

Uma coisa importante é que a igreja passa por uma crise onde as pessoas vão à igreja porque viram uma propaganda dizendo: ‘Venha para receber o seu milagre’. Não há nada errado com o milagre, não há nada errado com a fé e nada errado em Deus abençoar pessoas. Mas se o meu objetivo é ir à igreja para ver o que Deus pode me dar, quando Deus me dá a minha relação se encerrou ali. A gente vê muitas pessoas decepcionadas e fora da igreja porque não receberam enquanto que o apóstolo Paulo disse que aprendeu a ser feliz em qualquer situação, ele não era um cara conformado, mas entendia em que há momentos em que você vai viver, há momentos em que Deus vai te dar e há momentos em que Ele vai falar que não é a hora. Deus não tem filhos mimados, Ele tem filhos maduros e o Evangelho tem que amadurecer isso.[5]

Ao mesmo tempo, a banda tornou-se bastante crítica em relação à qualidade das músicas produzidas pelo mercado. Em entrevista ao portal Guia-me, Zé afirmou que "a música evangélica está chata e repetitiva", e afirmou que um dos motivos para a queda da qualidade se deveu ao mercado e seu propósito de fazer música para necessariamente vender. Sendo assim, o grupo sentiu-se incentivado a compor um trabalho que carregasse todas estas reflexões e críticas aliadas ao recomeço da fé e uma nova forma de pensá-la, que estavam vivendo.

Lançamento e recepçãoEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Super Gospel      [6]
O Propagador      [7]
Metal Land           [8]

Este Lado para Cima foi liberado em setembro de 2012 pela gravadora Sony Music Brasil. O projeto recebeu uma avaliação favorável do portal Super Gospel. Em texto, o álbum foi definido como um projeto que "carrega as melhores letras de toda a carreira do Resgate e, ao mesmo tempo, uma sonoridade crua que não se ouvia desde On the Rock".[9] A crítica do O Propagador também foi favorável, afirmando que "Com um discurso de se desapegar das coisas terrenas, em direção para cima, a grande faixa do registro é “Eles Precisam Saber”".[7]

Em 2019, foi eleito pelo Super Gospel o 21º melhor álbum da década de 2010.[9]

FaixasEditar

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Eu Estou Aqui"  Zé Bruno 4:14
2. "Eu só Preciso Acreditar"  Zé Bruno, Hamilton, Marcelo e Jorge Bruno 4:06
3. "Errando e Aprendendo"  Zé Bruno 2:38
4. "O que não Precisa"  Zé Bruno 3:39
5. "Em Nome de Quem?"  Zé Bruno, Hamilton, Marcelo e Jorge Bruno 3:37
6. "Fora do Sistema"  Zé Bruno, Hamilton, Marcelo e Jorge Bruno 4:06
7. "Eles Precisam Saber"  Zé Bruno 4:20
8. "Inocente"  Zé Bruno 2:04
9. "Sempre Tem uma Assim"  Zé Bruno 3:19
10. "Este Lado para Cima"  Zé Bruno 0:48
11. "Quem sou eu?"  Zé Bruno 3:41
12. "Recomeçar"  Zé Bruno, Hamilton, Marcelo e Jorge Bruno 7:40
Duração total:
44:18

Ficha técnicaEditar

Banda
Músicos convidados e equipe técnica
Projeto gráfico
  • Carlos André Gomes - design
  • Lone Sena - fotografia
  • Sandro Mesquita - supervisão

Referências

  1. «Banda Resgate se prepara para lançar novo CD durante a Expocristã 2012 - Este Lado para Cima». Super Gospel. 14 de setembro de 2012. Consultado em 14 de setembro de 2012 
  2. «Banda Resgate - Entrevista com Zé Bruno». Renatto Manga. Agosto de 2011. Consultado em 27 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 28 de fevereiro de 2015 
  3. Azevedo, Roberto (21 de junho de 2011). «Confira nossa conversa com Dudu Borges, considerado um dos melhores produtores musicais do país». Super Gospel. Consultado em 28 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2011 
  4. (2013) Créditos do álbum Aos Vivos por Resgate. Sony Music Brasil.
  5. Ramos, Rafael. «"O simplesmente tocar e viver com Deus já é o máximo"». Gospel no Divã. Consultado em 14 de junho de 2015 
  6. «CD Este Lado Para Cima (Resgate) - Análise». Super Gospel. 28 de dezembro de 2012. Consultado em 14 de setembro de 2012 
  7. a b «Resgate - discografia e obra». O Propagador. Consultado em 1 de março de 2015. Arquivado do original em 21 de maio de 2015 
  8. Nóbrega, Chiquinho (24 de julho de 2013). «[Resenha]: Resgate Este Lado para Cima». Metal Land. Consultado em 14 de junho de 2015 
  9. a b «100 melhores álbuns da década de 2010». Super Gospel. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  Este artigo sobre um álbum de Resgate é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.