Abrir menu principal
Euclides Roxo
Nascimento 10 de dezembro de 1890
Aracaju
Morte 21 de setembro de 1950 (59 anos)
Cidadania Brasil

Euclides de Medeiros Guimarães Roxo (Aracaju, 10 de dezembro de 1890Rio de Janeiro, 21 de setembro de 1950)[1] foi um professor de matemática e diretor do Colégio Pedro II.

Euclides Roxo, diretor do Colégio Pedro II, propôs à Congregação do Colégio, em 1927, uma mudança radical no ensino da matemática, baseando-se na reforma realizada por Felix Klein na Alemanha, onde o ponto principal seria em acabar com a matemática ensinada em partes distintas e separadas (aritmética, álgebra e geometria), ensinando-as conjuntamente sob o nome de matemática. Tal mudança foi apoiada pelo Departamento Nacional de Ensino e da Associação Brasileira de Educação. Em 1929, o decreto 18564 oficializou a proposta de Roxo para o Colégio.

Com o advento da Revolução de 1930, Roxo foi chamado pelo Ministro da Educação e Saúde Francisco Campos para elaborar um projeto de reforma no ensino brasileiro. O ministro acatou todas as ideias modernizadoras de Roxo, e então a proposta de Roxo foi transformada em Lei Nacional.

Roxo destacava como característica para renovação, a introdução precoce do conceito de função (que deveria ser vista sob a forma geométrica e ser expressa corretamente pelas representações gráficas) no ensino ginasial.

Em 1934, Gustavo Capanema assumiu o Ministério da Educação e Saúde. Roxo mandou uma carta ao ministro Capanema propondo a manutenção do ensino de funções. Entretanto tal proposta de ensino de funções enfrentou forte resistência da igreja, representada pelo padre Arlindo Vieira. Já o exército apoiou as ideias de Roxo, mas sem mencionar o ensino de funções. Capanema então acatou as ideias de Vieira e o conceito de função no ensino ginasial foi retirado.

Referências

  1. VALENTE, W.R. (org.). Euclides Roxo e a modernização do ensino da matemática no Brasil. 2ª edição. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2004. (ISBN 85-230-0752-0)
  • BRAGA, Ciro. Função: A alma do ensino de Matemática. 1ª Edição. São Paulo: Annablume, 2006 (ISBN 85-7419-606-1)
  • CARVALHO, J.B.P. et Al. Euclides Roxo e o movimento de reforma do ensino de Matemática na década de 30. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 81, n. 199, set./dez, p. 415-424, 2000.
  • VALENTE, W.R. Educação Matemática e Política: a escolarização do conceito de função no Brasil. Educação Matemática em Revista, São Paulo, ano 9, v. 12, n.1, p. 16-20, 2002.